Brasileirão Série B

Santos iguala melhor sequência do ano, mas Carille cobra elenco por inícios sonolentos

Na visão de Carille, o Santos repetiu contra o Guarani problemas já vistos diante de Paysandu e Avaí

A goleada por 4 a 1 sobre o Guarani, na noite desta segunda-feira (6), na Vila Belmiro, pela 3ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, fez o Santos chegar a sua terceira vitória consecutiva e igualar o melhor momento da equipe na temporada. A primeira vez que o Peixe havia conquistado três triunfos seguidos foi durante o Campeonato Paulista, quando o Alvinegro derrotou Água Santa, o mesmo Guarani e Corinthians.

Desta vez, o bom momento foi construído por meio de vitórias sobre Paysandu, Avaí e Bugre. Todas com a mesma base titular, que começa a convencer o técnico Fábio Carille de que é realmente o seu time ideal.

— A nossa ideia de jogar está muito clara. Os jogadores vão entendendo cada vez mais. Passamos os detalhes dos jogos nas partes ofensivas e defensivas e a briga por posição é entre eles. Chegamos a três vitórias com essa base, mas cada um segue buscando o seu espaço em campo — falou o treinador.

Isso significa que Carille está satisfeito?

O bom momento no campeonato e na temporada ainda não foram suficientes para deixar o técnico Fábio Carille totalmente feliz com os seus comandados. Após a vitória sobre o Guarani, o treinador deixou claro que o começo das partidas na Série B tem lhe trazido preocupação.

— Estamos demorando para acordar e isso pode nos custar caro. Temos que entrar mais ligados, acordados. Estamos chamando a atenção e nos preparando antes das partidas. Eu continuo cobrando para que a gente faça 90 minutos intensos. Não pode acordar com 15 ou 20 minutos de bola rolando. Daqui a pouco começa perdendo o jogo e fica ruim. Diferentemente do Paysandu, por exemplo, nesta noite o time foi muito melhor. O primeiro tempo contra o Paysandu me assustou. Contra o Guarani foi um pouco abaixo e sabemos que poderia ser melhor — revelou o treinador.

Como será a preparação para encarar o Amazonas?

Na próxima rodada, o Santos fará uma das viagens mais longas desta Série B. O Peixe encara o Amazonas, na Arena Pantanal, às 17 horas (horário de Brasília), e a ideia de Carille é iniciar a preparação para o compromisso já nesta terça-feira (7).

O treinador já revelou, por exemplo, que não irá relacionar os atacantes Pedrinho e Furch para o duelo. Ambos ficarão no CT Rei Pelé tratando das suas lesões.

— A partir de agora vamos de jogo a jogo. Cada jogo é uma decisão. Nesta terça-feira cedo programaremos o jogo em Manaus. Viajamos na quinta-feira (9). Então, terça e quarta-feira (8) serão para a recuperação dos atletas. Tenho quinta e sexta-feira (10) para organizar o time. O grupo é consciente das dificuldades e do que vamos enfrentar. É passar por cima dessas adversidades com sabedoria, trabalho, organização e intensidade para buscar o objetivo — falou o técnico alvinegro.

Como o Santos está na Série B?

Com a vitória sobre o Guarani, o Santos reassumiu a liderança da Série B, com 9 pontos conquistados, e manteve a invencibilidade na competição. Adversário do Peixe na próxima rodada, o Amazonas ocupa apenas a 18ª posição com um ponto.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo