Brasileirão Série B

Apesar da atuação engessada do Santos, Carille descarta novas variações táticas

Treinador também afirmou se sentir respaldado pela diretoria mesmo com o desempenho oscilante da equipe

O torcedor do Santos que espera ver o time apresentando mais variações táticas durante os compromissos da Série B do Campeonato Brasileiro terá que tirar esse desejo da cabeça.

Nem mesmo a atuação previsível na vitória por 2 a 0 sobre o Goiás, com imensa colaboração do goleiro Tadeu, fez o técnico Fábio Carille enxergar que o time clama por evolução.

Em entrevista após o confronto, o treinador do Santos afirmou que a ideia de jogo implementada é aquela que lhe acompanha ao longo da carreira e não fará mudanças.

A vitória do Santos sobre o Goiás foi construída com um gol contra de Tadeu e outro de Willian Bigode. Com o resultado, o Peixe voltou a vencer depois de quatro derrotas seguidas e retornou provisoriamente ao G4 da Série B com 18 pontos conquistados.

O que Carille pensa sobre as variações táticas?

Questionado sobre o futebol engessado do Santos ao longo da competição, Carille explicou que faz parte da sua filosofia mudar apenas as peças, não o estilo de jogo do time.

— É uma forma de jogar e eu só mudo as características dos jogadores em cada setor. É minha forma de jogar, tem sido assim na carreira e vai continuar assim — declarou o treinador.

Carille se sente respaldado pela diretoria

Com a vitória, Carille viu a pressão pela sua demissão diminuir. E após o duelo com o Goiás, o treinador revelou que mesmo sendo bastante cobrado, se sentia respaldado pela diretoria.

— Podemos perder lá em Mirassol, assim como podemos empatar e ganhar. Me sinto confortável aqui, mas sei que se eu perdesse nesta quarta-feira a pressão seria grande e, dali a pouco, o presidente teria que tomar uma decisão. Vim confortável para o jogo, a diretoria vê o que a gente passa ao time e faz. Mas, futebol é resultado. Talvez, um empate contra o Goiás fizesse com que a pressão aumentasse e eu fosse embora. É o futebol. Tenho 50 anos e sei que é assim mesmo, é a verdade do futebol. É continuar trabalhando, deixando tudo claro aos atletas e entregando dentro de campo — acrescentou Carille.

A partir de agora, o elenco alvinegro começa a pensar no duelo da próxima terça-feira (25) contra o Mirassol, às 19 horas, no Campos Maia, em Mirassol. A preparação santista para o duelo tem início na manhã desta quinta-feira (20), quando os jogadores se reapresentam no CT Rei Pelé.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Jornalista pela UniSantos com passagem pelo Jornal A Tribuna de Santos. Já trabalhou na cobertura de jogos da Libertadores e das Eliminatórias Sul-Americanas no Brasil e no Exterior. Na Trivela, é setorista do Santos.
Botão Voltar ao topo