Brasil

Como tem sido a rotina de treinamentos dos jogadores afastados do Santos?

Fora dos planos do Santos, jogadores afastados têm treinado diariamente às 7h30 (horário de Brasília) no CT Rei Pelé

Fora dos planos do Santos, os jogadores que não têm trabalhado com o técnico Fábio Carille neste início de pré-temporada viram a frustração pelo afastamento aumentar nos últimos dias. Com treinamentos diários programados para às 7h30 (horário de Brasília), alguns deles estão recorrendo a preparadores físicos particulares para adequarem o condicionamento, pois as atividades realizadas no CT Rei Pelé têm sido curtas e vagas para esse período do calendário.

De acordo com o apurado pela Trivela, os treinamentos nos dois primeiros dias para os atletas que fazem trabalho à parte tiveram entre 1 hora e 1h30 de duração. Rotina bem diferente do grupo que se prepara para a estreia no Campeonato Paulista, que tem tido atenção em dois períodos do dia.

Além disso, até o momento todas as atividades foram realizadas na academia, com um período de corridas no campo de grama sintético. Na manhã desta quarta-feira (10), porém, conforme as informações obtidas pelo site, está previsto um leve trabalho com bola em um dos campos de grama natural do CT Rei Pelé.

Quais atletas têm treinado à parte?

  • Goleiros: Vladimir, Paulo Mazoti, Breno Sossai e Diógenes;
  • Laterais: Cadu, Dodô e Pedrinho Scaramussa;
  • Zagueiros: Zabala, João Basso e Derick;
  • Meio-campistas: Vinícius Balieiro, Ivonei, Ed Carlos, Lucas Lourenço e Lucas Lima;
  • Atacante: Mendoza.

Cedido por empréstimo ao Juventude, o lateral-direito João Lucas não compõe mais esse grupo. Com o avala diretoria, o volante Rodrigo Fernández negocia a sua transferência, enquanto o atacante Allanzinho foi emprestado ao Politehnica Iași, da Romênia.

Desânimo é um dos sentimentos entre os atletas

Por mais que o presidente Marcelo Teixeira, em entrevista coletiva na última segunda-feira (8) tenha dito que existe a possibilidade desses jogadores seriam incorporados ao grupo do técnico Carille, o sentimento de desânimo é grande entre os atletas.

Além de ainda estarem se acostumando com a ideia de que o futuro no clube é incerto, o fato de acordar por volta das 6 horas para “correr e fazer musculação” por cerca de 1h30 não tem funcionado como motivação.

Pior do que isso: não tem funcionado como preparação para caso eles venham a receber uma oportunidade de Carille ou sejam negociados com outros clubes.

Comandos de Carille farão jogo-treino

Focado na construção de um time que possa fazer boa campanha no Campeonato Paulista e, principalmente, conquistar o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, o técnico Carille irá comandar o Santos – com os atletas que estão nos planos – em um jogo-treino diante do Oeste, sábado (13), às 10h45 (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

O duelo será com portões fechados e já visa a estreia do Peixe no Estadual, no próximo dia 20, contra o Botafogo-SP, às 18 horas, em Ribeirão Preto.

O Santos está no grupo A do Paulistão ao lado de Ituano, Portuguesa e Santo André.

O jogo-treino irá marcar o primeiro compromisso de 11 das 13 contratações feitas para a temporada pelo Santos. O volante Diego Pituca e o lateral-esquerdo Jorge, que já passaram pelo Peixe, irão apenas reestrear com a camisa alvinegra.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo