Brasil

Em contraste a Gabigol, Pedro vive semestre longe de polêmicas e cheio de gols

Camisa 9 é artilheiro do Flamengo em todas as frentes e se credencia a quebrar recordes do companheiro em 2024

O ataque do Flamengo está conseguindo retomar o seu melhor futebol, e muito disso tem a ver com a melhora no desempenho de Pedro. O centroavante é artilheiro do clube em todas as competições possíveis neste início de 2024, brilhando ao longo das últimas partidas, que garantiram a classificação às oitavas da Libertadores e Copa do Brasil. Tudo isso sem nenhuma polêmica.

Ao contrário de Gabigol, seu principal concorrente pela titularidade, Pedro corresponde as expectativas da torcida com muitos gols. Isso só melhora a simbiose que, por vezes, esteve estremecida. E o centroavante ainda pode quebrar alguns recordes no processo.

Artilheiro de tudo

É raro, mas Pedro conseguiu terminar os cinco primeiros meses de 2024 como artilheiro do Flamengo em todas as competições possíveis da equipe, até mesmo a FC Series, torneio de pré-temporada. Levou a chuteira de ouro do Carioca, com 11 gols, e está na frente no Brasileirão (2), Libertadores (5) e Copa do Brasil (2). São 20 tentos em 25 partidas oficiais nesta jornada.

Os dois gols contra o Millonarios, na última terça-feira (28), deixaram Pedro ainda mais isolado na artilharia do Brasil. São três de vantagem para Nicolas, do Paysandu, segundo colocado, e quatro para Mastriani, Anselmo Ramon e Júnior Santos, que completam o top-5.

Recorde à vista na Libertadores?

As marcas expressivas em 2024 fizeram com que Pedro se aproximasse de diversos recordes, mas um parece o mais esperado por ele. Os cinco gols na Libertadores o colocaram como vice-artilheiro da competição. De quebra, ele ainda se isolou de vez na segunda posição do ranking histórico de goleadores do Flamengo no torneio. Só Gabigol está na frente.

A ultrapassagem, contudo, parece questão de tempo. Enquanto o ex-camisa 10 se envolveu em diversas polêmicas, perdeu nível técnico e amarga o banco de reservas às vésperas do fim do seu contrato com o Flamengo, Pedro segue mostrando porque foi eleito Rei da América em 2022. A vantagem de Gabigol é de apenas seis tentos.

  1. Gabigol – 30 gols
  2. Pedro – 24 gols
  3. Bruno Henrique – 19 gols
  4. Zico – 16 gols
  5. Everton Ribeiro – 11 gols

Se o Flamengo for longe nesta edição de Libertadores, é bem capaz que Pedro iguale Gabigol. Seria mais uma constatação para a torcida começar a valorizar mais esse centroavante, que já está no hall de ídolos da história do Flamengo.

Pedro é um dos, senão o grande destaque do Flamengo em 2024 (Foto: Felipe Duest/Pera Photo Press/Gazeta Press)

Os números de Pedro em 2024

  • 25 jogos (25 como titular)
  • 1945 minutos (77 por partida)
  • 22 participações em gol (20 gols e 2 assistências)
  • 0,88 de média de gols por partida
  • 3,22 de média de finalizações por partida
Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

Jornalista formado pela PUC-Rio. Da final da Libertadores a Série A2 do Carioca. Copa do Mundo e Olimpíada na bagagem. Passou por Coluna do Fla e Lance antes de chegar à Trivela, onde apura e escreve sobre o Flamengo desde 2023.
Botão Voltar ao topo