Brasil

Abel e Palmeiras têm carta na manga para continuar buscando reforços

Palmeiras ainda vai buscar mais nomes e encorpar o elenco para a disputa do Mundial de 2025

Se ganhar o Mundial no atual formato, com apenas um clube europeu, tem sido tarefa impossível há mais de uma década, imaginar a conquista de uma Copa do Mundo com 32 clubes, no qual mais de um terço dos participantes é filiado à Uefa, beira a insanidade. Mas disputar o torneio com a maior qualidade possível, objetivo do Palmeiras, é palpável.

A contratação de Felipe Anderson, anunciada de surpresa na noite de segunda-feira (15), é parte de um projeto para fazer com que o Alviverde chegue para a disputa de julho de 2025 com um grupo mais encorpado. Ninguém no Palmeiras é maluco de falar em ganhar o torneio. Mas competir é possível. E é isso que Abel Ferreira quer da diretoria.

A própria permanência de Abel faz parte desse esforço. Quando foi renovar o contrato do técnico, a diretoria fez questão de estender seu vínculo de modo a garantir a permanência do português para a disputa do campeonato que será jogado nos Estados Unidos.

O vínculo de Abel com o Palmeiras vai até o fim de 2025. E jogar o torneio pelo Verdão também foi algo que seduziu o técnico mais vencedor da história do clube.

Argumento de convencimento

O Mundial, conforme a Trivela apurou, foi um dos argumentos para convencer Felipe a fechar com o Palmeiras. E também já havia sido listado por Lázaro como um dos motivos para assinar com o Verdão.

Do atual elenco, apenas três jogadores têm contrato vencendo antes do Mundial: Breno Lopes, Marcelo Lomba e Marcos Rocha, cujos compromissos com o Palmeiras acabam no fim da atual temporada.

Os dois veteranos, aliás, celebraram contratos curtos na última renovação por escolhas próprias. Tirando os três, todo mundo no Palmeiras tem vínculo acabando no mínimo um semestre depois da disputa.

Novos nomes

A tentativa de contratação de Bruno Henrique, do Flamengo, no fim de 2023, já veio na esteira deste pensamento. Segundo fontes ouvidas pela Trivela, a tendência é que mais nomes de peso cheguem ao clube.

Neste contexto, o nome de Gabriel Barbosa, o Gabigol, também surgiu na Academia de Futebol. Suspenso até maio de 2025, por não colaborar com a realização do exame antidoping, o atacante tem contrato com o Flamengo até o fim de 2024.

O jogador já trabalha para recorrer da punição e poderá assinar um pré-contrato com qualquer equipe a partir de junho. No Rubro-Negro, mesmo antes da suspensão, Gabigol já vinha perdendo espaço com o técnico Tite, que não é um grande apreciador dele.

Tite e Gabigol se cumprimentam no Ninho do Urubu (Foto: Divulgação/CRF)

Desde o fim do ano passado, o Palmeiras já contratou o volante Aníbal Moreno, o lateral e atacante Caio Paulista, os meias Rômulo e Felipe Anderson, além dos atacantes Lázaro e Bruno Rodrigues.

E embora Leila Pereira tenha falado que o grupo está fechado — antes da chegada de Felipe Anderson –, um centroavante para o lugar de Endrick ainda deve desembarcar na Academia de Futebol até o fim da atual temporada.

O camisa 9 do Verdão, como se sabe, só deve ficar no clube até meados de junho, quando a seleção brasileira vai para os EUA, disputar a Copa América. O atacante é nome certo na lista do técnico Dorival Júnior.

Foto de Diego Iwata Lima

Diego Iwata Lima

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, Diego cursou também psicologia, além de extensões em cinema, economia e marketing. Iniciou sua carreira na Gazeta Mercantil, em 2000, depois passou a comandar parte do departamento de comunicação da Warner Bros, no Brasil, em 2003. Passou por Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, ESPN, UOL e agências de comunicação. Cobriu as Copas de 2010, 2014 e 2018, além do Super Bowl 50. Está na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo