Brasil

Como Kaio Jorge estava na Itália e se ele é a solução para o Cruzeiro? Respondemos!

Atacante de 22 anos teve passagem sem sucesso pela Europa e se aproxima de reforçar o Cruzeiro

A bola da vez para reforçar o Cruzeiro é o atacante Kaio Jorge, de 22 anos, hoje pertencente à Juventus, da Itália. O garoto, revelado pelo Santos e que atuou pelo Frosinone (ITA) na última temporada, está próximo de se juntar ao goleiro Cássio como reforço da Raposa na era Pedrinho BH e Alexandre Mattos.

Apenas detalhes separam o jogador do Cruzeiro e a tendência é que a negociação seja concretizada nos próximos dias.

O Cruzeiro deve pagar à Juventus cerca de 4,5 milhões de euros (R$ 25,7 milhões), com variáveis que podem chegar a 2 milhões de euros (R$ 11,3 milhões), um modelo de negociação bastante utilizado mundo afora.

Normalmente, os bônus incluem participação em gols, títulos conquistados, convocações, número de jogos como titular, entre outras condições. Isso faz com que o clube comprador só pague mais em caso de ótimo desempenho do atleta ou do clube, algo positivo, que reduz eventuais prejuízos.

Kaio Jorge, de apenas 22 anos, chega como uma aposta do Cruzeiro - Foto: WyScout
Kaio Jorge, de apenas 22 anos, chega como uma aposta do Cruzeiro – Foto: WyScout

Kaio Jorge está animado com a possibilidade de defender o Cruzeiro, e já se acertou com o clube. O atacante chegaria para disputar posição, inicialmente, com Rafa Silva, Rafael Elias Papagaio e Juan Dinenno, este último se recuperando de uma cirurgia para tratar incômodos na região do púbis.

Kaio Jorge surgiu como promessa mas vem de momento em baixa

Tendo completado 22 anos em 2024, Kaio Jorge faz parte da nova geração de atacantes do futebol brasileiro.

O jovem atacante estreou pelo time principal do Santos, clube que o revelou, em 2018, quando tinha apenas 16 anos. A equipe paulista não se furta em lançar atletas de pouca idade.

Apesar de atuar em 2018 e 2019, quando disputou oito jogos sem marcar, seu primeiro ano com maiores oportunidades foi 2020, onde teve grande destaque. Ainda aos 18 anos, Kaio Jorge foi peça importante na equipe santista que chegou até a final da Copa Libertadores.

Foram 48 jogos, sendo 39 como titular, nove gols marcados — cinco deles na Libertadores — e uma assistência dada. As outras bolas na rede e o passe para gol saíram no Brasileirão daquele ano.

Kaio marcou três dos cinco gols santistas nas quartas de final da principal competição de clubes da América do Sul, contra o Grêmio, tendo papel fundamental na classificação do Peixe.

No ano seguinte, o atacante ficou no Santos até o meio do ano, tendo disputado 28 jogos, 22 como titular, e marcado oito gols, além de dar três assistências, números melhores que na temporada anterior.

Ida à Europa

Visto como uma grande promessa do futebol, Kaio Jorge, então com 19 anos, deixou o Santos para defender a Juventus, da Itália.

O jogador assinou um pré-contrato com o clube europeu, mas o Peixe convenceu a Juve a pagar 3 milhões de euros (cerca de R$ 19 milhões, na cotação da época) em duas parcelas.

É importante ressaltar que o valor baixo se deu pelo fato do atacante estar em fim de contrato. Em situação diferente, as quantias seriam bem maiores.

Ainda muito jovem, Kaio não teve muito espaço na Juventus. Em sua primeira temporada, disputou 11 jogos pelo time principal, todos saindo do banco de reservas, e na maioria, apenas nos minutos finais, e não participou diretamente de gols.

No ano seguinte, sofreu uma grave lesão no joelho direito que o deixou sem jogar por muito tempo. Assim, não atuou nenhuma vez na temporada 2022/23.

Kaio Jorge teve sua passagem pela Juventus prejudicada por uma grave lesão
Kaio Jorge teve sua passagem pela Juventus prejudicada por uma grave lesão – Foto: Icon Sport

Na próxima época, a de 2023/24, buscando mais minutos, pediu para ser emprestado. Foi cedido ao Frosinone, clube que viria a ser rebaixado no Campeonato Italiano.

Em seu novo clube, também não teve grande sucesso. Foram 22 jogos, nove como titular, marcando três gols e dando uma assistência. Ao fim da temporada, deixou o clube.

Antes determinado em se manter no futebol europeu, o jogador entendeu que uma volta ao futebol brasileiro poderia ser importante para a retomada de sua carreira.

Interesse de clubes brasileiros

Kaio Jorge foi sondado por diversos clubes brasileiros desde que se recuperou de lesão na Itália.

Seu potencial e desempenho no Brasil ainda com pouca idade fizeram com que ele fosse especulado em clubes como Palmeiras, São Paulo, Flamengo, Grêmio, Santos, Bahia, Internacional e Vasco.

Num primeiro momento, ele não desejava retornar ao Brasil, pois pensava em seguir na Europa para conseguir se adaptar, assim recusou diversas investidas.

A Juventus também não facilitou sua saída. Segundo a Goal, em janeiro deste ano, os clube de Turim recusou 8 milhões de euros (R$ 46,8 milhões) oferecidos pelo Palmeiras no atleta.

Mas tanto clube quanto jogador mudaram de ideia e alguns meses depois aceitaram a investida do Cruzeiro.

Kaio Jorge (centro) reencontrará Arthur Gomes (direita) no Cruzeiro
Kaio Jorge (centro) reencontrará Arthur Gomes (direita) no Cruzeiro – Foto: Icon Sport

Kaio Jorge é uma boa contratação para o Cruzeiro?

Kaio Jorge é uma aposta do Cruzeiro e provavelmente não é o nome pensado para chegar e resolver, de forma imediata, o ataque da Raposa, que tem deixado a desejar, voltando a perder muitos gols.

Chegando ao clube, o atacante estará na mesma faixa de idade dos mais jovens do elenco, que tem entre 19 e 22 anos, podendo ser tratado como uma promessa para o futuro.

Por ser mais rodado e experiente, apesar dos 22 anos, e por disputar vaga numa posição carente do elenco, é possível que ele ganhe minutos e, se tudo der certo, se destaque, mas naturalmente há muita margem de evolução e aprendizado para o jovem jogador.

Trata-se de uma aposta válida, que precisa ser enxergada com carinho e paciência, assim como os garotos que sobem da base da Raposa.

Jogar o peso da solução de um setor que vem de um longo período de carência no clube celeste não parece ser a melhor das escolhas.

As características de Kaio Jorge

Kaio Jorge é um centroavante de mobilidade e apesar de se manter mais centralizado, de onde faz a grande parte de seus gols, também cai pelos lados do campo.

Ele pode utilizar sua velocidade e agilidade para contribuir com seu setor ofensivo além da definição de dentro da área.

Apesar de ter boa estatura, 1.82m, o jogador é leve, e não um centroavante fixo ou pesado. Assim, pode formar uma dupla de ataque, se necessário.

Mesmo não tendo tantos gols na carreira, Kaio Jorge tem boa definição. O jogador se destaca, também, pela boa qualidade técnica, bem longe do clássico estilo “centroavante caneludo”.

Mapas de calor de Kaio Jorge nas temporadas 2021/22, pela Juventus esquerda, e 2023/2024, pelo Frosinone direita, mostram que seu comportamento em campo é bem definido e dinâmico
Mapas de calor de Kaio Jorge nas temporadas 2021/22, pela Juventus (esquerda), e 2023/24, pelo Frosinone (direita), mostram que seu comportamento em campo é bem definido e dinâmico – Fotos: Sofascore

O jogador também pode ser importante para abrir espaços para seus companheiros, já que se movimenta bem e isso pode ser utilizado tanto por um outro atacante, quanto pelos pontas e meias do Cruzeiro.

Ao lado de Dinenno, por exemplo, pode desafogar a marcação sobre o camisa 9, o que facilitaria que o argentino utilizasse sua grande qualidade: o cabeceio.

Movimento de destaque

Na análise dos gols do jogador em sua carreira — feita com a ajuda dos relatórios do Wyscout, plataforma particular de observação e análise de jogadores que utilizada por clubes e empresário mundo afora –, foi possível notar uma característica marcante: Kaio Jorge normalmente ataca os espaços em profundidade com muita velocidade.

O atacante demonstra uma leitura privilegiada, conseguindo receber a bola livre na área ou aproveitar rebotes.

Sua corridas diretas ainda confundem as defesas nos contra-ataques, dando espaço para o jogador que conduz a bola no momento das descidas.

Analisar números de Kaio Jorge, suas estatísticas em campo, é um exercício que pode se mostrar impreciso.

Primeiro, porque já fazem bons anos que ele saiu do Brasil, onde teve sua melhor sequência, e ficou muito tempo parado por lesão na Europa, quase um ano e meio, no total.

Depois, porque ele não foi um titular habitual no Frosinone, um time de elenco modesto, onde entrou muito nos minutos finais dos jogos, o que tem impacto direto nas estatísticas, quando se pensa numa análise do que o jogador pode entregar.

É mais justo pensar em suas características e no que elas podem trazer ao time, caso ele consiga entregar um desempenho mais constante.

A passagem ruim de Kaio Jorge pela Europa preocupa?

É inegável que a passagem de Kaio Jorge pelo futebol europeu foi ruim e apesar de gerar preocupação — em especial pelos valores oferecidos, proposta de valor impraticável pelo Cruzeiro entre 2020 e 2023 —, isso não pode ser determinante para uma avaliação do futuro do atleta.

O atacante ainda é muito jovem e segue sendo um nome promissor. Não são muitos os jogadores que se estabelecem tão novos, principalmente quando precisam se adaptar a outra cultura.

Além disso, Kaio Jorge teve a concorrência de nomes badalados do futebol mundial, como o sérvio Dušan Vlahović, e sofreu com graves lesões. Isso, somado aos poucos minutos em campo, acaba sendo prejudicial para um atleta em evolução.

Mapas mostram que Kaio Jorge costuma finalizar de posições centrais, já dentro da área adversária
Mapas de finalização (no Frosinone) mostram que Kaio Jorge costuma finalizar de posições centrais, já dentro da área adversária; ele também se apresenta para o jogo aéreo – Foto: WyScout

Outro ponto é que não é incomum que jovens atacantes brasileiros não obtenham sucesso imediato na Europa, apesar de terem grande nível para o futebol nacional.

Casos como o de Vitor Roque, no Barcelona, e de Gabigol e Pedro, em Inter de Milão e Fiorentina, ambos do futebol italiano, inclusive, são exemplos claros.

Os dois últimos citados voltaram ao Brasil após temporadas fracas na Europa e se tornaram jogadores de topo na América do Sul.

É fato que ambos apresentaram mais no Brasil do que Kaio Jorge, mas ainda assim seguem como exemplos próximos do atacante, que também teve boas passagens por Seleções Brasileiras de base.

Aposta na recuperação

Como hoje não precisa se preocupar mais com a questão financeira, o Cruzeiro é inteligente ao tentar recuperar um jogador jovem e ainda promissor.

A contratação pode dar errado, como a de um medalhão também, mas em caso de sucesso, a Raposa obterá rendimento esportivo e financeiro com o jogador, que ainda terá muito tempo para ser cobiçado pelo mercado.

Dificilmente um clube brasileiro conseguiria contratar um jogador em alta no futebol europeu, sendo ele jovem ou mais experiente, por isso, apostas como essa precisam ser feitas, desde que não comprometam o orçamento do clube.

No caso de um nome de 22 anos, já seria muito difícil tirá-lo de um clube brasileiro, caso este estivesse em grande fase.

Algo que preocupa são as lesões. Como já citado anteriormente, o jogador tem quase um ano e meio parado em sua carreira por problemas físicos.

Apesar disso, vem de cerca de um ano e meio sem lesões sérias. O jovem precisará ser acompanhado de perto pelo Departamento de Saúde do clube, sendo essa questão a principal preocupação em sua chegada na Raposa.

Assim, movimentos de recuperação acontecerão. Mesmo que um ou outro se mostre equivocado, os acertos poderão render muitos frutos, como já vimos em outros casos no futebol nacional.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa é mineiro, formado em Jornalismo na UFOP, em 2019. Passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas, antes de se tornar setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo