Brasil

Com hat-trick de Jardiel, Grêmio dá show, atropela Figueirense e consegue segunda goleada na Copinha

Depois de estrear com goleada por 6 a 0 sobre o Serra Branca/PB, Grêmio repetiu a dose diante do Figueirense, com direito a hat-trick do artilheiro Jardiel

Dois jogos, duas vitórias, doze gols marcados e nenhum sofrido. Essa é a espetacular campanha do Grêmio até aqui na Copa São Paulo de Futebol Jr. Na quente tarde de sol deste sábado (6), no Estádio Sócrates Stamato, em Bebedouro, o Tricolor Gaúcho goleou o Figueirense por 6 a 0, com direito a hat-trick de Jardiel. Wesley Costa, João Araújo e Freddy completaram a segunda goleada gremista na competição.

Com a classificação e o primeiro lugar do Grupo 4 encaminhados, o Grêmio encerra sua participação na primeira fase na próxima terça-feira (9), às 15h, contra os donos da casa da Inter de Bebedouro. Antes disso, às 12h45min, o Figueirense, que tem três pontos, busca garantir sua vaga na segunda fase contra o Serra Branca/PB.

Jardiel precisa de apenas 17 minutos para anotar hat-trick

Assim como na goleada sobre o Serra Branca/PB, o Grêmio começou com tudo contra o Figueirense. Ainda que a primeira finalização tenha sido do Furacão, logo a um minuto, em chute cruzado de Gabriel Morais que Cássio mandou pela linha de fundo. Se, na estreia, marcou dois gols logo no início, desta vez Jardiel foi além: anotou um hat-trick em apenas 17 minutos.

O centroavante gremista abriu o placar, e em grande estilo, logo aos quatro minutos. Alysson levou a melhor sobre o marcador e cruzou da direita. A bola passou e sobrou na esquerda para Gustavo Nunes, que rolou para a pequena área. De letra, com a perna esquerda, Jardiel mandou para as redes.

Quatro minutos depois, o camisa 9 se aproveitou de erro na saída de bola do Figueirense. A pressão gremista funcionou, e Felipe recuou nos pés de Jardiel, que bateu forte e rasteiro, de perna direita, para marcar o segundo.

O terceiro gol, aos 17, veio em mais uma falha da defesa do Figueira. Após erro de João Pedro, Cheron deu passe de três dedos para Jardiel, que saiu cara a cara com Antônio. Com tranquilidade e categoria, o centroavante driblou o goleiro e mandou para o gol.

Wesley Costa e João Araújo também marcam no primeiro tempo

Aos 21, o Grêmio marcou o quarto em bela jogada coletiva. Wesley Costa, Cheron e Kaick triangularam pelo lado esquerdo, até que o camisa 10 pifasse o lateral esquerdo dentro da grande área. Wesley bateu forte e cruzado para marcar seu primeiro gol na Copinha.

Jhonatas Reis, técnico do Figueirense, tentou alterar o panorama logo após a parada técnica, aos 26 minutos, motivada pelo calor de 33º C em Bebedouro. Sacou Felipe e Pedro Santos para as entradas de Adson e Yuri Gomes. Mas não adiantou muito.

Aos 35, após cobrança de escanteio, a bola sobrou na esquerda da grande área para Cheron. Com ótima visão de jogo, o camisa 10 e capitão gremista deu sua terceira assistência no jogo. Ele rolou na entrada da área para João Araújo, que chutou e contou com desvio na marcação para marcar o quinto do Grêmio.

Grêmio preserva e administra, mas faz mais um no segundo tempo

Com a vitória garantida, o técnico Airton Fagundes se deu ao luxo de preservar Cheron e Jardiel já no intervalo. Caio Araújo e Freddy entraram, e o Grêmio passou a ter um tripé de volantes.

O Figueirense teve oportunidade de descontar logo aos três minutos do segundo tempo. Adson entortou Wesley Costa pela direita e cruzou na segunda trave. Alan Sander apareceu como elemento surpresa e bateu forte de perna esquerda, mas sobre o gol.

O Grêmio optou por administrar. Baixou as linhas, se defendendo no 4-5-1, e deixou a bola com o Figueirense, que tinha dificuldade para criar. Em uma das poucas investidas no campo de ataque no segundo tempo, o Tricolor chegou ao sexto gol, de pênalti. João Araújo recebeu em profundidade, no lado direito da grande área, e foi derrubado por Antônio. Aos 19, Freddy bateu forte e rasteiro, no canto esquerdo, e o goleiro caiu para o direito.

Após entrar no lugar de Gustavo Nunes, Lian teve oportunidade de também deixar o seu aos 34. O atacante recebeu ótimo lançamento em profundidade de Viery e saiu cara a cara com Antônio, mas acabou se enrolando com a bola no momento de concluir. Aos 37, foi Freddy quem teve oportunidade semelhante. O centroavante paraguaio recebeu passe em profundidade de Caio Araújo, mas dominou mal e adiantou demais a bola.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho e formado em Jornalismo pela PUC-RS, já passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. É, também, coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo