Brasil

Com titulares e Diniz de férias, Fluminense estreia no Carioca com confiança em Xerém

Fluminense aposta em Arthur, Isaac, Lelê, reforço e outros destaques de Xerém em estreia do Campeonato Carioca contra o Volta Redonda

O Fluminense que se prepara para enfrentar o Volta Redonda, pela estreia no Campeonato Carioca de 2024, é bem diferente do time campeão da Libertadores em 2023. Mas não pelos reforços ou pelas saídas. Com o calendário apertado, os titulares estão de férias, e a aposta do atual bicampeão estadual será em Xerém.

Ainda assim, o Tricolor terá uma cara nova em campo. O zagueiro Antônio Carlos está regularizado e farão a estreia pelo Flu no primeiro jogo da temporada.

Fora o reforço, a aposta é em Xerém e Lelê, que, jovem e torcedor assumido do Fluminense, pode facilmente ser confundido como cria da base do clube. Jovens destaques do sub-20 como Arthur e Isaac, que já foram utilizados entre os profissionais, devem começar o jogo como titulares.

A escalação ainda não foi confirmada pelo técnico Marcão, que comanda a equipe enquanto Fernando Diniz e sua comissão tiram férias após o Mundial de Clubes. Como o Fluminense voltou de Jeddah, na Arábia Saudita, apenas no dia 23/12, o elenco e a comissão técnica só retornam de férias em 23 de janeiro.

Comprado, Lelê aposta em pré-temporada para deslanchar no Fluminense

Destaque do último Campeonato Carioca pelo Volta Redonda, Lelê reencontra sua ex-equipe pelo Fluminense. O atacante foi vice-artilheiro da competição e acabou contratado pelo Flu, seu time do coração. O início foi bom, mas a primeira temporada foi irregular.

Comprado junto ao Itaboraí Profute por R$ 5 milhões, o atacante mudou a camisa 99 pela 18 e confia na pré-temporada com Fernando Diniz. Após ficar de fora do Mundial de Clubes, ele foi escolhido para viajar com o grupo para a Arábia Saudita e completar os treinamentos. Sua postura agradou internamente e chancelou a compra que já estava fechada.

Em 2023, pelo Voltaço, Lelê marcou 13 gols e deu quatro assistências. Depois, mais duas bolas na rede e três passes para gol pelo Tricolor. Suficiente para assinar contrato até o fim de 2027 com o clube.

— A pré-temporada dá um ganho enorme. O jogador fica muito mais bem preparado. Não fiz pré-temporada quando cheguei ao Fluminense estava perto de começar Libertadores e Brasileirão. É uma diferença enorme quando o jogador faz uma pré-temporada. Ele fica muito mais bem condicionado e consegue resistir a temporada todinha — disse, em entrevista à TV Globo.

Destaques da base, Isaac e Arthur recebem chances no Fluminense

O Fluminense terá dois dos destaques da equipe campeã da Copa Rio Sub-20, em 2023, recebendo chances contra o Volta Redonda. Tratado como uma joia em Xerém, Arthur deve ser o articulador de jogadas da equipe. O meia de 18 anos já foi tratado como a maior esperança das divisões de base da equipe.

Isaac e Arthur, destaques do sub-20, devem ser titulares do Fluminense contra o Volta Redonda - Foto: LEONARDO BRASIL/ FLUMINENSE FC
Isaac e Arthur, destaques do sub-20, devem ser titulares do Fluminense contra o Volta Redonda – Foto: LEONARDO BRASIL/ FLUMINENSE FC

Além dele, quem também já teve oportunidades na temporada passada e joga contra o Voltaço é Isaac. O ponta foi destaque do River-PI na Copa São Paulo de Juniores de 2022, e chamou a atenção do técnico Fernando Diniz, que gosta muito do seu futebol.

Veloz e habilidoso, o jovem de Teresina já tem 10 jogos como profissional no Fluminense e deu uma assistência. Ele é, até aqui, o reserva imediato de Arias e Keno nas pontas. O Tricolor busca a contratação de Terans e Léo Chu no mercado da bola.

Fluminense terá jogadores que voltam de empréstimos

Embora Marcão ainda não tenha definido titulares que enfrentam o Volta Redonda, alguns jogadoires que voltam de empréstimo devem receber chances. Mesmo que não comecem jogando, Cristiano, Edinho e Wallace devem ter minutos.

O lateral-esquerdo que estava na Chapecoense disputou 27 jogos na Série B, marcou um gol e deu duas assistências, mas terminou o ano como reserva. A Chape se livrou do descenso para a Série C na última rodada da segundona.

Crias das divisões de base, Edinho e Wallace viveram situações diferentes. Enquanto o primeiro jogou pouco pelo Avaí na Série B, com apenas quatro partidas, o segundo até entrou mais vezes em campo, com 19 jogos, mas acabou rebaixado com o ABC.

Os dois já foram emprestados duas vezes e, com 22 anos, já estouraram a idade de juniores. O Campeonato Carioca de 2024 deve ser a última chance de ambos com a camisa do Fluminense.

Foto de Caio Blois

Caio BloisSetorista

Jornalista pela UFRJ, pós-graduado em Comunicação pela Universidad de Navarra-ESP e mestre em Gestão do Desporto pela Universidade de Lisboa-POR. Antes da Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo