Brasil

Flamengo e Vasco devem repetir acordo para mandos de clássicos no Brasileirão

Clássico entre Flamengo e Vasco aparece com São Januário como palco em divulgação da tabela do Brasileirão

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, na última quarta-feira (3), a tabela detalhada das nove primeiras rodadas do Brasileirão. Nada muito fora do comum para o Flamengo, com exceção para os clássicos. Se o jogo contra o Botafogo, marcado para a manhã do dia 28 deste mês, um domingo, já surpreendeu, o Clássico dos Milhões foi o que mais levantou dúvidas.

Segundo a tabela, Flamengo e Vasco vão se enfrentar no dia 18 de maio, um sábado, às 21h (de Brasília). A grande questão não é pelo horário, que já não é dos melhores, mas pela praça: São Januário. Os confrontos por lá, em dia de clássico, são constantes, e os clubes planejam soluções. Tanto que, após a divulgação, a CBF voltou atrás e colocou o local como “a definir”. 

São Januário dificilmente receberá o Clássico dos Milhões

É comum que a CBF marque os jogos para a casa dos mandantes, ou seja, São Januário aparecer como praça para o Clássico dos Milhões faz parte do protocolo e não é algo definitivo. Pelo contrário, é muito mais provável que Flamengo e Vasco não entrem em campo na Colina Histórica, mas sim no Maracanã, um local bem mais acessível para as torcidas.

Flamengo e Vasco protagonizaram clássicos recentes em São Januário, mas o saldo não foi muito interessante. O Rubro-Negro até venceu os últimos dois confrontos, mas um deles, em 2017, terminou com confusão nas arquibancadas e interdição do estádio. O outro, válido pelo Brasileirão 2020, aconteceu com os portões fechados pela pandemia da Covid-19.

Desde então, a PM do Rio tem sido bastante cautelosa com clássicos em São Januário e, no caso de Flamengo e Vasco, o veto é tratado como o normal. A Trivela apurou que, pelo lado rubro-negro, o Clássico dos Milhões na Colina Histórica é visto com receio e sensação de insegurança.

Flamengo e Vasco podem celebrar acordo nos moldes de 2023

Dessa forma, tudo conspira para que Flamengo e Vasco repitam o acordo firmado no ano passado. A dupla encontrou um denominador comum para que ambas as partidas tivessem a presença de público e com renda dividida.

“Informamos que, após tratativas com o Flamengo, ficou acordado que os dois clássicos entre as equipes pelo Campeonato Brasileiro serão realizados no Estádio do Maracanã, com público e renda igualmente divididos (50% de torcida e da bilheteria para cada time)”, disse o Vasco, em nota publicada no ano passado.

Diretorias não vivem bom momento “diplomático”

Apesar de o acordo ser a solução mais plausível, as diretorias de Flamengo e Vasco não estão nos melhores termos, por conta da disputa pelo consórcio de administração do Maracanã. Os imbróglios se arrastam há anos, mas ganharam tom de maior irritação em 2023, quando a dupla Fla-Flu criou dificuldades para ceder o estádio ao Cruz-maltino.

O mesmo aconteceu nesta temporada, para a semifinal contra o Nova Iguaçu. O Vasco provocou com a frase “Maracanã para Todos” em sua camisa, algo que não caiu bem para Flamengo e Fluminense, que se mexeram nos bastidores para impedir um segundo jogo no local. No fim, o Cruz-Maltino conseguiu o que queria, mas ficou sem a vaga, já que perdeu para a Laranja Mecânica da Baixada por 1 a 0.

O Maracanã tem sido alvo de muitas discussões por parte de Flamengo, Fluminense e Vasco (Foto: Divulgação/Twitter Maracanã)

Para esse assunto, no entanto, Flamengo e Vasco tendem a estar no mesmo tom. Será a segunda vez que as equipes se enfrentam em 2024: a primeira terminou em 0 a 0, novamente no Maracanã, válida pela Taça Guanabara.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo