Brasil

Novo patrocinador master coloca valor da camisa (e finanças) do Flamengo ’em outro patamar’

Acordo com a PixBet, uma empresa de apostas esportivas, aumentou a arrecadação do Flamengo, e o contrato é avaliado em R$ 85 milhões ao ano

O Flamengo teve uma movimentação importantíssima na noite da última quinta-feira (28), muito além da janela de transferências, que já promete ser de grandes contratações. O Conselho Deliberativo do clube aprovou um novo patrocínio master, com a empresa de apostas esportivas PixBet, no valor de R$ 170 milhões ao longo de dois anos. Os valores colocam a camisa rubro-negra como a mais valiosa do Brasil, com ampla margem.

Para que a PixBet pudesse entrar, o Banco BRB teve que sair, ainda que não definitivamente. O banco estatal passará a integrar a omoplata, que vagou com a recente promoção da empresa de apostas esportivas. Os valores giram em torno de R$ 6,2 milhões, ao longo de três meses de parceria. O contrato com a ABC da Construção também foi contemplado de R$ 6,3 milhões para R$ 7,1 milhões. O ge foi o primeiro a falar sobre a aprovação.

Se dentro de campo o Flamengo decepcionou em 2023, as finanças são ponto forte para 2024 (Foto: Gilvan de Souza/CRF)

Uniforme do Flamengo em outro patamar

Os aumentos nos patrocínios foram uma demonstração de força do Flamengo. Nesse momento, não existe nenhum uniforme próximo dos mesmos valores, que ultrapassam a marca dos R$ 225 milhões por ano. Vendida por completo, a camisa é parte vital no faturamento do clube e, nesse momento, é um espaço bastante concorrido por empresas.

Agora, o patrocinador master também é a maior fonte de renda na camisa do Flamengo. Os R$ 85 milhões por ano superam a marca antiga do BRB por ampla margem e também tomaram a liderança da Adidas, que rende R$ 69 milhões a cada 12 meses.

A camisa mais valiosa do Brasil por longa margem

Os valores colocam o Flamengo no seu próprio mundo em termos de arrecadação de patrocínios. Os R$ 225,8 milhões estão muito a frente da segunda camisa mais valiosa, que é a do Palmeiras, que pode valer até R$ 177 milhões. O Corinthians completa o pódio com R$ 123 milhões em parcerias, sendo que sua marca é inferior a do Rubro-Negro por mais de R$ 100 milhões.

Essa marca só mostra como o Flamengo se valorizou como marca. São quase 40 milhões de rubro-negros espalhados ao redor do mundo, então era um processo natural. As finanças, ao contrário de outros setores do Flamengo, foram muito bem em 2023. Landim e companhia entrarão na próxima temporada com mais uma vitória fora de campo. 

O Rubro-Negro está de férias do campo e bola até o dia 08 de janeiro, quando Tite e sua comissão técnica esperam o elenco no Ninho do Urubu. Serão dez dias de preparação até a viagem para os Estados Unidos, que marca o início da pré-temporada. O Flamengo quer ter um elenco praticamente fechado até lá e tenta três contratações no momento: o zagueiro Léo Ortiz, o lateral-esquerdo Matías Viña e o atacante Luiz Henrique. 

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo