Brasil

Filipe Luís começa onde terminou, e o Flamengo tem muito a ganhar com isso

Anunciado como novo treinador do sub-17 nesta quinta-feira (18), Filipe Luís precisará alçar novos voos, ainda que em conhecida casa

Ainda felizes com a vitória sobre o Audax, por 4 a 0, na estreia do Carioca, os torcedores do Flamengo foram surpreendidos por uma excelente notícia. Logo pela manhã desta quinta-feira (17), o clube anunciou que Filipe Luís, aposentado há um mês, será o novo treinador do sub-17. O fim de um ciclo abriu portas para outro, e o Rubro-Negro fica ainda mais forte.

Filipe Luís quis o Flamengo

Não deu nem tempo para o torcedor digerir a aposentadoria. A volta de Filipe Luís ao Flamengo já era algo pensado desde o momento em que a renovação parou de ser cogitada. O jogador afirmou, em diversas entrevistas, que o momento era de iniciar a carreira como treinador. O Rubro-Negro sorriu, e o lateral sorriu de volta.

Não que tenha sido uma escolha fácil, muito pelo contrário. O lateral recebeu proposta do Al Hilal, para ser auxiliar de Jorge Jesus, e da CBF, para se tornar coordenador de seleções, além de consultas de vários clubes brasileiros, segundo o UOL, em informação confirmada pela Trivela. Seriam passos importantes neste início de carreira, mas nenhum dava aquilo que Filipe Luís queria: ser treinador.

Hora de recomeçar

Depois de uma carreira que durou 20 anos, com passagens por Figueirense, Ajax, Real Madrid Castilla, Deportivo La Coruña, Chelsea, Atlético de Madrid e, claro, o Flamengo, Filipe Luís precisará ter firmeza nos novos ares. É qualificado para se tornar treinador, já que tem o curso da Licença B da CBF, que dá direito a treinar categorias de base. E nada melhor do que recomeçar em um lugar tão familiar.

Nem deu tempo de se despedir: Filipe Luís está de volta ao Flamengo, como treinador do sub-17 (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

Além de ser o clube do coração, ainda que seja natural de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, Filipe Luís ficou no Flamengo por quatro temporadas, onde foi titular em finais de Libertadores, venceu Copa do Brasil, Brasileiro e outros títulos importantes. O melhor de tudo, no entanto, é a noção de como navegar nos bastidores de um clube tão grande como o Rubro-Negro.

Olho na Copinha

Filipe Luís começará a trabalhar na segunda-feira (22), mas já está de olho em outra competição: a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Como mais de dez nomes da categoria sub-20, que representou o Flamengo na fase de grupos, voltaram ao Rio de Janeiro para a disputa do Carioca, o elenco está sendo formado por maioria do sub-17, além do treinador Raphael Bahia, que é do sub-16. Os atletas do novo comandante estão lá.

Wallace Yan, Lucas, Welinton, Daniel Rogério e outros nomes fazem parte dessa geração, que é capitaneada por Lorran, considerado a próxima grande joia do Flamengo. Será interessante observar como Filipe Luís lapidará essa safra.

O próximo desafio do Flamengo na Copinha será nesta sexta-feira (19), em duelo diante do Aster, sensação do torneio, que já eliminou o Palmeiras, por exemplo. As equipes entrarão em campo às 19h (de Brasília), em Osasco, e o jogo certamente contará com a atenção do novo treinador do sub-17. Vale destacar que a categoria ainda participará o Carioca, do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme XavierSetorista

Jornalista formado pela PUC-Rio. Da final da Libertadores a Série A2 do Carioca. Copa do Mundo e Olimpíada na bagagem. Passou por Coluna do Fla e Lance antes de chegar à Trivela, onde apura e escreve sobre o Flamengo desde 2023.
Botão Voltar ao topo