Brasil

Expulsão de Marlon pode ser grande oportunidade para jovem promessa do Cruzeiro

O lateral esquerdo Marlon foi expulso contra o São Paulo e não enfrentará o lanterna Cuiabá no próximo dia 13

O Cruzeiro tem uma baixa confirmada para a próxima partida do time, o confronto contra o Cuiabá, que será disputado no dia 13 de julho, às 19h, no Mineirão: o lateral esquerdo Marlon.

Titular absoluto e um dos líderes do elenco, sendo o terceiro capitão nas ausências de Lucas Silva e Lucas Romero, o camisa 3 foi expulso no primeiro tempo da derrota para o São Paulo e, por isso, cumprirá suspensão automática.

Sem Marlon, o Cruzeiro de Fernando Seabra perde um dos pilares do elenco e favoritos da torcida, além de uma peça importante da sólida defesa cruzeirense.

E apesar do lateral não estar se destacando tanto ofensivamente, ainda se trata de uma boa válvula de escape pelos lados, que pode, inclusive, ser melhor aproveitada por Seabra.

Marlon foi expulso de forma infantil e isso pode criar uma forte concorrência para ele no Cruzeiro, basta que Kaiki agrade
Marlon foi expulso de forma infantil e isso pode criar uma forte concorrência para ele no Cruzeiro, basta que Kaiki agrade – Foto: Icon Sport

Apesar da importância do desfalque, Fernando Seabra tem duas boas notícias que podem servir de consolo no momento da perda de uma peça tão importante. São elas:

  • Tempo para treinar o time sem Marlon
  • Qualidade do substituto imediato

Kaiki pode receber grande oportunidade

É o jovem lateral-esquerdo Kaiki Bruno, de 21 anos, o reserva imediato de Marlon — inclusive entrou em campo no segundo tempo da partida contra o São Paulo — e, por isso, é o favorito a assumir a titularidade com a ausência do camisa 3.

Uma das grandes revelações do Cruzeiro nos últimos anos e titular das seleções brasileiras de base, o camisa 6 teve pouco espaço em 2023 e vinha tendo pouco também em 2024, tanto por alguns problemas de lesões, mas, principalmente, pelo grande momento de Marlon.

Em 2023, Kaiki jogou 14 vezes, oito delas como titular. Em 2024, foram apenas duas aparições, ambas entrando no decorrer dos jogos.

A falta de oportunidades na temporada atual se justifica por uma convocação para o Torneio Pré-Olímpico Sul-Americano de Futebol, que o tirou dos primeiros jogos da temporada, e de uma lesão, que o tirou de mais jogos em seu retorno.

Além disso, o Cruzeiro vive temporada intensa, onde há pouco tempo para testar jogadores, em especial em posições já consolidadas. Os testes têm acontecido onde ainda não se tem titulares estabelecidos.

Agora, com a suspensão de Marlon — que ainda pode ser denunciado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conduta violenta (Artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva-CBJD) e pegar mais que um jogo —, o camisa 6 terá sua oportunidade tão esperada.

O garoto é visto internamente como um diamante em lapidação, que pode render frutos, técnicos e financeiros, no futuro.

Por isso, a ideia é dar rodagem a ele, algo que não vem acontecendo, para que o tempo da transição não seja perdido.

O adversário da vez, o lanterna Cuiabá, que tem zero pontos, zero gols marcados e 11 sofridos em cinco jogos, e que viajará até Belo Horizonte para pegar o Cruzeiro, é o rival ideal para quem quer mostrar serviço, algo que Kaiki também precisa aproveitar.

Kaiki fez sua segunda partida pelo Cruzeiro no ano ao ser acionado contra o São Paulo
Kaiki fez sua segunda partida pelo Cruzeiro no ano ao ser acionado contra o São Paulo – Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Características de Kaiki

Kaiki se destaca pela versatilidade, tendo qualidade para atacar e defender, podendo, inclusive, atuar em posições mais ofensivas pelo lado esquerdo, desde ala, até como ponta.

Se trata de um jogador muito rápido, de boa técnica, sendo habilidoso para driblar, que apoia bem, mas consegue recompor com tranquilidade, já que é forte fisicamente.

Aparece como um lateral bem completo, mas que é inexperiente, o que pode gerar afobação em lances ofensivos e defensivos, algo que só será corrigido com mais oportunidades.

Pontos fortes de Kaiki

  • Velocidade
  • Habilidade
  • Recomposição
  • Apoio
  • Força
  • Desarme

Pontos fracos de Kaiki

  • Inexperiência
  • Falta de ritmo de jogo
  • Definição de jogadas
  • Precipitação na marcação
  • Propensão a lesões

O Cruzeiro sabe que é fundamental colocar Kaiki para jogar e com Marlon no time isso fica difícil. Por isso, é importante que o ala desempenhe bem e consiga criar uma briga pela posição, pelo bem de seu próprio desenvolvimento.

Além de Kaiki, Álvaro Barreal e Lucas Villalba são opções para a lateral-esquerda. A dupla corre por fora, Barreal é, inclusive, titular na meia-esquerda, mas em caso de necessidade, podem ser acionados. A posição, mesmo sem Marlon, estará em boas mãos.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa é mineiro, formado em Jornalismo na UFOP, em 2019. Passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas, antes de se tornar setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo