Brasil

A dúvida que tira o sono de Renato para armar o Grêmio na final do Gaúcho

Zagueiros Geromel e Bruno Uvini voltaram a treinar com bola, e podem ficar à disposição de Renato para o jogo de volta da final do Campeonato Gaúcho, entre Grêmio e Juventude

O Grêmio tem apenas uma dúvida para o jogo de volta da final do Campeonato Gaúcho, sábado (6), às 16h30min, contra o Juventude. E é justamente em seu setor mais frágil: na defesa. Geromel, assim como Bruno Uvini, voltou a treinar com bola na tarde de quarta-feira (3) e pode ficar à disposição do técnico Renato Portaluppi para a decisão.

Geromel sentiu desconforto muscular leve em treinamento que antecedeu o jogo de volta da semifinal do Gauchão, contra o Caxias, no dia 26 de março. Entretanto, o Grêmio não deu mais detalhes do problema, inclusive qual foi o músculo afetado.

Rodrigo Ely não convence durante ausência de Geromel

Durante a ausência de Geromel, Rodrigo Ely foi titular diante do Caxias e do Juventude, no jogo de ida da final do estadual. E não convenceu. Contra o Grená, o Grêmio sofreu dois gols no segundo tempo, após abrir 3 a 0 e ter um jogador expulso. No embate com o Alviverde, embora o Tricolor não tenha sido vazado, Ely cometeu erros técnicos e se envolveu em lance bisonho com Caíque, em que um passe do goleiro com o zagueiro de costas quase rendeu a abertura do placar para o Juventude.

— Eu estava conversando com o bandeirinha, porque na jogada, o Gilberto, se não me engano, estava impedido. E ele [Caíque] achou que eu estava olhando para ele, e na verdade eu estava saindo. Mas é do jogo, era final do primeiro tempo, tínhamos que sair com o 0 a 0, que era um resultado OK para o momento — justificou Rodrigo Ely após a partida no Alfredo Jaconi. Por sua vez, Caíque assumiu a culpa pelo erro.

Dupla de garotos também não foi bem em La Paz

Na estreia na Libertadores, terça-feira (2), contra o The Strongest, na altitude de 3.600 m de La Paz, um time reserva foi utilizado, e os jovens Natã e Gustavo Martins atuaram na zaga. Ambos não tiveram boa atuação, e falharam especialmente no segundo gol dos donos da casa, em que Triverio cabeceou sozinho, na pequena área, entre os dois.

— A sensação é que dava para toda equipe jogar mais. Achei que os dois gols foram em falhas nossas. A oportunidade foi dada. Faz tempo que não jogo, estou sem ritmo, mas não dá para reclamar. A oportunidade vai aparecer com ritmo, sem ritmo, então tenho que sempre corresponder, treinar e se preparar para isso — reconheceu Natã após a derrota no Hernando Siles.

Problema do Grêmio na defesa vem desde a temporada passada, mas direção não reforçou a zaga

Esse problema do Grêmio na defesa não é novidade deste início de 2024, em que, mesmo enfrentando muitas equipes de orçamento limitado no Gauchão, o time de Renato sofreu 17 gols em 17 jogos. Na verdade, ele vem desde a temporada passada, na qual, apesar do vice-campeonato brasileiro, o Tricolor Gaúcho foi o quarto time mais vazado da competição nacional, com 56 gols sofridos em 38 jogos.

Mesmo com esse retrospecto negativo, a direção gremista não contratou zagueiros para esta temporada. Optou, entretanto, por renovar contrato com Geromel e Bruno Uvini, apesar do histórico de lesões de ambos e da idade avançada, principalmente do primeiro. O fato do ídolo gremista — aos 38 anos, e sem conseguir ter sequência de jogos desde o ano passado — ainda ter um possível retorno comemorado, diz muito sobre como o Grêmio não consegue renovar sua zaga.

De qualquer forma, se tiver condições de atuar no sábado (6), contra o Juventude, Geromel poderá erguer seu último troféu na carreira. Com contrato apenas até a metade do ano, o zagueiro tem futuro incerto, e não seria surpresa uma aposentadoria em meio à temporada, já que ele deixou claro que quer pendurar as chuteiras no Grêmio.

Provável escalação do Grêmio para a final do Campeonato Gaúcho

Caíque; João Pedro, Rodrigo Ely (Geromel), Kannemann e Mayk; Villasanti e Pepê; Pavón, Cristaldo e Gustavo Nunes; Diego Costa.

Grêmio em 2024

  • 17 jogos, com 10 vitórias, 3 empates e 4 derrotas
  • 30 gols feitos, 17 gols sofridos
  • 64% de aproveitamento
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo