Brasil

‘Última vez foi o Guardiola’: a estratégia usada por Diniz que convenceu Douglas Costa a fechar com Fluminense

Douglas Costa, novo reforço do Fluminense, chegou ao Brasil neste sábado (27) e falou pela primeira vez como atleta tricolor

O Fluminense segue fortalecendo seu elenco para 2024. Entre os reforços contratados está Douglas Costa, que estava livre no mercado e deve assinar com o Tricolor até o final de 2025. Com passagens pelo futebol europeu, o atacante esteve próximo de ir para a Turquia, mas uma estratégia utilizada por Fernando Diniz convenceu o jogador de 33 anos a voltar para o Brasil.

Douglas Costa estava prestes a fechar com o Samsunspor, onde receberia um salário maior do que no Fluminense. Contudo, o atacante mudou de ideia ao ter contato com o técnico do Tricolor. Em entrevista ao GE, o atleta explicou que uma ligação de Diniz foi fundamental para ele ir para as Laranjeiras. A última vez que ele recebeu um telefonema de um treinador foi de Pep Guardiola, então no Bayern de Munique:

“Falamos um pouco na conversa. Tinha tempo que alguém não me ligava e buscava as minhas qualidades. A última vez foi o Guardiola no Bayern de Munique. Acho que casa muito com um dos melhores momentos da minha carreira e me cativou a vir para o Fluminense”.

Antes do treinador do Fluminense procurar Douglas Costa, ele recebeu o contato do espanhol em 2015, momentos antes de ser contratado pelos Bávaros. À época, o atacante contou que Guardiola perguntou se “estava preparado para aprender a jogar futebol”, como contou em entrevista ao jornalista Duda Garbi, em 2021. O jogador fechou com o Bayern e teve uma passagem de sucesso.

Na Alemanha, Douglas Costa levantou três Bundesligas, uma Copa da Alemanha e um Mundial de Clubes. Em baixa na carreira após passar pelo LA Galaxy, o atacante espera recuperar seu bom futebol sob o comando de Diniz no Tricolor. E as credenciais do jogador de 33 anos dão motivos para acreditar que isso aconteça no Fluminense.

Douglas Costa pode render no Fluminense

Com um contrato contando com uma cláusula de produtividade, Douglas Costa pode render no Fluminense. Fernando Diniz e Fred confiaram no talento do atacante, que não apresenta grandes atuações há algum tempo. Apesar disso, o atleta ficou admirado pelo primeiro contato com o Tricolor e espera dar uma resposta à altura dentro de campo.

Revelado pelo Grêmio, Douglas Costa surgiu no futebol brasileiro como uma grande promessa antes de ser vendido para o Shakhtar Donetsk, em janeiro de 2010, então com 19 anos. Na Ucrânia, o atacante foi pentacampeão nacional, além de ter conquistado três Supertaças da Ucrânia e duas Taças da Ucrânia. Em 2015, foi para o Bayern de Munique de Pep Guardiola, onde ficou até 2017;

Na sequência, o veterano foi para a Juventus, onde ganhou três Series A, uma Copa da Itália e uma Supercopa da Itália. Já em 2021, Douglas Costa deixou a Europa para retornar ao Imortal, onde não teve o mesmo sucesso da primeira passagem. Em meio as polêmicas, o atacante fez parte do elenco do Grêmio que foi rebaixado para o Brasileirão Série B.

Na temporada seguinte, o atleta de 33 anos foi para o Los Angeles Galaxy, onde estava até o final de 2023. Ao todo, foram 51 jogos, oito gols e oito assistências pelo time da MLS. Agora, Douglas Costa acredita que trabalhar com Diniz no Fluminense seja um ponto de virada em sua carreira, já que o técnico brasileiro é conhecido por seu cuidado com os jogadores – principalmente os contestados e/ou veteranos.

No Tricolor, o atacante reencontrará Marcelo e Renato Augusto, já que esteve com a dupla na Copa do Mundo na Rússia, em 2018, defendendo as cores da Seleção Brasileira. Ainda não dá para saber como será a trajetória de Douglas Costa nas Laranjeiras. Mesmo assim, é inegável que o jogador está animado com a oportunidade e espera retribuir a confiança de Fernando Diniz e companhia no Fluminense:

“O Fluminense fala por si só. Um time que foi campeão da Libertadores no último ano. Um elenco de alta qualidade. O Fred e o Diniz frisaram muito isso. A competitividade mexeu comigo. Era algo que estava buscando neste momento da minha carreira. Chego muito feliz e motivado. Acho que essa mudança vai ser importante para a minha carreira. Feliz pelo chamado do Diniz, o Fred também ajudou. Venho muito motivado e pronto para lutar”.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo o futebol. Por mais redundante que seja, ama escrever sobre o que é apaixonado, ficando de olho em tudo o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo