Brasil

Corinthians avança em recuperação de lesionados, e pausa do Brasileiro terá impacto

Departamento médico avança na recuperação de três nomes; Timão só volta a campo no dia 22 de maio

O Corinthians está próximo de poder contar novamente com nomes importantes do elenco. Nesta quinta-feira (16), três atletas que se recuperam de lesão treinaram no campo, sob a orientação dos preparadores físicos. Com o adiamento da sétima rodada do Campeonato Brasileiro, o elenco alvinegro se prepara para o duelo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, no dia 22 de maio, contra o América-RN, na Neo Química Arena.

Nas últimas semanas, o departamento médico do Timão trabalha com contusões seguidas, além da questão crônica no joelho do lateral-esquerdo Diego Palacios. No entanto, os avanços no DM são boas notícias para a comissão técnica.

Matheuzinho, que sofreu uma entorse no tornozelo direito; Paulinho, com tendinite patelar no joelho esquerdo; e Pedro Henrique, em transição após uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda, intercalaram trabalhos internos, na academia, com aquecimento em grupo, no gramado, sob auxílio da fisioterapia.

Na parte final do treinamento, os atletas que atuaram por mais de 45 minutos na goleada corintiana diante do Argentinos Juniors, na última terça (14) foram liberados para um complemento regenerativo. Os demais realizaram uma atividade de enfrentamento em campo reduzido.

Félix Torres fora de risco

A boa notícia com Félix Torres também é um bônus para António Oliveira. O zagueiro, que sofreu uma entorse na goleada sobre o Argentinos Juniors por 4 a 0, não teve lesão grave diagnosticada e já iniciou tratamento. Com o adiamento da partida diante do Botafogo, no próximo domingo, é quase certo que ele estará disponível para defender a equipe pela Copa do Brasil.

Caso Palacios

Dentre as questões físicas do plantel corintiano, uma em particular gera polêmica: a de Diego Palacios. O lateral-esquerdo, que chegou no início da temporada, atuou apenas uma partida. Em fevereiro, ele se lesionou durante partida válida pelo Paulistão, precisou passar por uma artroscopia e, desde então, não voltou mais a ser relacionado.

Segundo informou a assessoria do clube, o jogador está em reabilitação de uma lesão crônica na cartilagem do joelho esquerdo. Segundo apurou a Trivela, esse problema só surgiu após a cirurgia. No entanto, nas últimas semanas, ele vem tendo uma evolução significativa e está próximo de voltar a atuar. A expectativa é de que ele esteja à disposição do treinador português até junho.

António Oliveira tem preocupação extra

A sequência de lesões começou ainda na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, quando Maycon sofreu uma ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho direito, em partida diante do Juventude, fora de casa. Ele se machucou sozinho, como normalmente acontece neste tipo de lesão. O meia já foi submetido a um procedimento cirúrgico para a reconstrução do ligamento, mas deve perder o restante da temporada em recuperação.

Por mais que os preparadores e médicos do Timão tenham rotinas de treino focados na recuperação de atletas, o desgaste físico tem sido inevitável devido ao calendário cheio. Com isso, António Oliveira tem preocupação extra com o descanso de seus comandados, principalmente em relação às viagens.

— Parabéns aos jogadores pelo esforço e dedicação que estão tendo nessa sequência de quatro jogos em dez dias. É uma carga grande, é um destrato a todos os profissionais. Eu estou cansado, imagina essa gente que está em treinos, viagens, concentrações, competindo, no desgaste emocional. Felizmente tenho jogadores com orgulho imenso — disse o treinador em coletiva de imprensa, após a vitória por 2 a 0 sobre o Nacional-PAR, pela Sul-Americana.

Nas próximas duas semanas, o Timão não terá viagens, isso porque as rodadas 7 e 8 do Brasileirão foram adiadas devido às enchentes que assolam o Rio Grande do Sul. A equipe paulista terá sua próxima viagem somente no meio de junho.

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo