Brasil

Chega ao fim a decepcionante passagem de Matías Rojas no Corinthians — ele não vai deixar saudades

Corinthians e Matías Rojas entraram em acordo, e o meia deixa o clube pela falta de pagamentos acumulados

Matías Rojas não é mais jogador do Corinthians. A decisão foi tomada na tarde desta sexta-feira (1) durante uma reunião entre a diretoria do clube e os representantes do jogador. A rescisão foi em comum acordo entre as duas partes, depois de não acharem uma solução melhor para a continuidade do jogador.

Na quinta-feira (29), o Corinthians se disse surpreso diante a notícia de que Rojas não teria comparecido ao treino do dia. Segundo apurado pela reportagem da Trivela, o mesmo já tinha acontecido um dia anterior. Tanto Rojas, quanto sua equipe não entraram em contato com o clube para informar sobre a decisão do paraguaio.

O motivo para a rescisão de contrato entre Corinthians e Matías Rojas

O Corinthians deve cerca de R$ 5 milhões ao jogador por direitos de imagem, valores esses que já estavam em atraso pela antiga diretoria corintiana. No final da temporada passada, o paraguaio cogitou ir à Fifa pedir a rescisão do contrato com o Timão pela falta de pagamentos. A possibilidade é válida por lei quando existe atraso no pagamento por pelo menos três meses.

Porém, assim que Augusto Melo assumiu a presidência do clube, o dirigente fez um acordo com o paraguaio para que o pagamento fosse feito de maneira parcelada, em seis vezes, com a primeira sendo paga pelo Timão em janeiro e a última em junho.

Assim que fevereiro acabou e Rojas percebeu que a segunda parcela não seria paga, o paraguaio decidiu deixar o clube e rescindir o contrato. Ainda não há mais informações sobre o que ficou estabelecido sobre os valores que o jogador tem a receber, mas olhando o copo meio cheio, o Corinthians pode ter se livrado não apenas de um jogador que não rendia como o esperado, mas também da possibilidade de um transfer ban.

Caso Matias Rojas e o Timão não tivessem chegado há nenhum tipo de acordo, e tivesse optado realmente por ir à Fifa, os problemas do clube seriam bem maiores. Isso porque além de ter que pagar o valor atrasado das cinco parcelas dos direitos de imagem, ainda precisaria arcar com todos os pagamentos pelo seu tempo de contrato, até 2027, isso tudo à vista, e hoje o clube não tem esse dinheiro em caixa.

Uma passagem cheia de expectativa, porém mais que decepcionante

Matías Rojas chegou ao clube em julho de 2023, e herdou a camisa 10 de Róger Guedes. O Corinthians pagou 1,8 milhão de dólares (cerca de R$ 8,6 milhões na cotação da época) entre luvas e comissões, e adquiriu 80% dos direitos econômicos do paraguaio. A expectativa era de que o meia tivesse um enorme desempenho dentro do elenco, já que antes de chegar ao Brasil, o meia era um dos destaques do Racing na Argentina.

Porém, não foi o que aconteceu. Sete meses depois, a passagem de Matías Rojas no Corinthians termina de maneira mais que decepcionante. Desde a sua chegada, o meia entrou em campo em 30 oportunidades, mas pouco conseguiu ser realmente efetivo dentro de campo, e virou alvo constante de críticas por parte do torcedor. O paraguaio não marcou nenhum gol e deu três assistências.

Matías Rojas chegou ao Corinthians sob enorme expectativa, mas foi apenas decepção. (Foto: Agência Corinthians)

Vale ressaltar alguns pontos que possam ter prejudicado a adaptação do jogador no clube: além do calendário do futebol brasileiro, Rojas sofreu com lesões e precisou lidar com a excessiva troca de treinadores — três desde a sua chegada: Luxemburgo, Mano Menezes e agora António Oliveira.

Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância e transformou a paixão em profissão. Além do futebol, se mantem por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhou como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo