Brasil

Londrina é pedra no sapato do Corinthians em amistosos

Com Paulinho entre os relacionados, Corinthians viaja ao Paraná nesta quarta-feira (27), onde enfrentará o Londrina, que tem histórico de vitórias contra o Timão

O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira (27), às 20h (horário de Brasília), para enfrentar o Londrina, em partida amistosa no Estádio Municipal Arnaldo Busato, no Paraná. O confronto marca o fim do período de inter temporada do Timão, que ficou concentrado no CT Joaquim Grava na última semana. E a partida preparatória promete ser bem acirrada devido ao retrospecto ruim do Timão diante da equipe paranaense.

Nos 13 jogos amistosos entre os times, o Londrina leva uma boa vantagem, tendo seis vitórias, quatro empates e apenas três derrotas. O último encontro aconteceu em 2019, com triunfo dos adversários por 2 a 1, em Maringá. Naquela ocasião, o meia Régis foi o responsável por diminuir o placar na segunda etapa, após o Corinthians sofrer dois gols ainda na primeira etapa.

Considerando o histórico geral de competições, o Londrina tem uma vitória a mais. Ao todo são 14 jogos, 3 vitórias, 4 empates e 7 derrotas.

Ou seja, apesar do Londrina disputar atualmente a Série C, a expectativa é que o confronto exija pelo menos um pouco do Corinthians tecnicamente, a fim de testar o elenco para a Sul-Americana. Vale ressaltar que o Racing-URU, próximo adversário do Timão na fase de grupos da competição, é apenas o 11º colocado no Campeonato Uruguaio.

O Corinthians enfrentará o Racing no dia 2 de abril, às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu.

António Oliveira quer rodar elenco

Um dos principais objetivos do técnico António Oliveira no amistoso é rodar o elenco. O próprio treinador já havia comentado sobre a ideia de preparar os reservas para assumir protagonismo. Foi o que aconteceu no empate sem gols contra o Água Santa, na última rodada do Campeonato Paulista.

Por exemplo, o jovem Breno Bidon ganhou oportunidade no time titular após estrear contra o Água Santa. A boa atuação do meia de 19 anos naquela ocasião fez com que António o considerasse para a vaga de titular na vitória sobre o São Bernardo, pela terceira fase da Copa do Brasil. Bidon substituiu Maycon, que sentiu dores musculares no aquecimento da partida.

— Eu acho que o Corinthians não pode ter equipes reservas. A cada competição e a cada jogo que o Corinthians entra é para ganhar. Na minha ótica, contra o Água Santa, não entramos com equipe reserva. Somos uma família, todos são importantes. Quero ressalvar que essa vitória de hoje é daqueles que jogaram, daqueles que entraram, daqueles que ficaram no banco e não entraram e daqueles que não estiveram conosco — afirmou António após a classificação na Copa do Brasil.

— E para retratar essa família, repare que, mesmo sem estar disponível, o Paulinho esteve conosco hoje. Isso é sinônimo de união, humildade e de querer colocar esse time onde ele merece — acrescentou.

Paulinho pode entrar em campo contra o Londrina

O volante Paulinho deve voltar aos gramados no confronto contra o Londrina. O jogador está recuperado de uma lesão no joelho e, muito provavelmente, será utilizado por António nesta quarta. Treinando normalmente entre os companheiros há algumas semanas, ele chegou a ter o desempenho elogiado pela comissão técnica.

Segundo apurou a Trivela, Paulinho está entre os relacionados para a viagem até o Paraná, mas não deve iniciar a partida como titular.

Provável escalação do Corinthians

O Corinthians deve ir a campo contra o Londrina com: Cássio; Fagner, Cacá, Gustavo Henrique e Hugo; Raniele, Breno Bidon e Rodrigo Garro; Wesley, Yuri Alberto e Pedro Raul. Técnico: António Oliveira

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo