Brasil

Perto do fim da janela, Corinthians pode perder até reforço dado como certo pela diretoria

Ainda com contrato com o zagueiro, Athletico-PR tem direito legal em continuar com Cacá no plantel, ainda mais com o desejo de Cuca

O relógio continua girando e o Corinthians ainda não está com o elenco tão completo quanto gostaria para a temporada. E as batidas do ponteiro ficam ainda mais intensas, já que o clube tem até quinta-feira (7), dia em que fecha a janela de transferências, para completar o grupo. O clube tem pressa porque após o encerramento desta janela só poderá registrar novos jogadores em julho, quase no fim do primeiro do turno do Brasileiro, na metade da fase de grupos da Copa Sul-Americana, e do mata-mata da Copa do Brasil, caso o Timão continue a se classificar.

Para não ir com o que tem por pelo menos a metade do ano, Fabinho Soldado, diretor-executivo do clube, revelou que pretendia negociar pelo mais um nome. O mais cotado, e praticamente fechado, era do zagueiro Cacá, que chegaria ao Timão por empréstimo junto ao Tokushima Vortis, equipe do Japão que possui os direitos do jogador.

Cacá estava sem atuar desde o começo da temporada, quando foi afastado pelo até então treinador do Athletico-PR, Juan Carlos Osório, que havia dito que o zagueiro não fazia parte dos seus planos para a temporada. Com isso, o Corinthians entrou na jogada e havia a expectativa que ao menos nesta terça-feira (5), o Timão o anunciasse como novo jogador, corroborando com a entrevista dada pelo presidente do Corinthians após a partida com o Santo André, na Neo Química Arena:

— É o que a gente sempre fala. Eu sou presidente do Corinthians, torcedor, apaixonado e trabalho como se fosse minha empresa. Ou o atleta vem porque quer vir ou não tem condições. Tem alguns detalhes, há conversas, sim, só que aparece uma coisa, outra coisa… Cada hora aparece um bônus… Estamos esperando chegar num acordo. É um atleta que nos interessa, espero que chegue falta de detalhezinhos — revelou Augusto Melo no último sábado.

Reviravolta pode “melar” contratação do Corinthians e deixar Cacá no Athletico-PR

Tudo parecia certo para que o jogador passasse a defender o Timão. Na última semana, Cacá chegou até se despedir do Furacão e da torcida através das redes sociais. Só que tudo mudou até o clube entrar em contato com Cuca, anunciado pelo Athletico-PR como novo técnico nesta segunda-feira (4).

De acordo com o site Goal e confirmado pela Trivela, o novo treinador do Athletico-PR teria pedido a continuidade do zagueiro, principalmente diante da lesão de Thiago Heleno, que deve ficar pelo menos duas semanas fora dos gramados. E por conta do prazo de contratações, o clube não conseguiria uma reposição imediata para Cacá. Pelo lado do Corinthians as coisas são mais silenciosas, a única coisa, dita: “coisas do futebol”.

Apesar de ter tudo “encaminhado” com o Corinthians, o Athletico-PR ainda tem direito sobre o contrato com o jogador, já que não houve nenhuma rescisão protocolada no Boletim Informativo da CBF. Sendo assim, o clube paranaense tem o direito legal de continuar com o jogador independente de qualquer proposta que ele tenha recebido e pode optar pela continuidade do Cacá dentro do elenco.

A confirmação sobre a continuidade ou não do jogador no elenco pode acontecer nesta terça-feira, quando Cuca será apresentado oficialmente, concederá entrevista. Além disso, os jogadores do Furacão se reapresentam nos próximos dias.

Trauma com Matheuzinho, mas certo mesmo estava António Oliveira

A sensação é de um dèjá vu, já que o Corinthians passou pela mesma situação com Matheus França. Parecia estar tudo certo e o lateral fez exames e treinou no CT Joaquim Grava, mas no apagar das luzes retornou ao Flamengo por divergências de contrato e só virou jogador do Corinthians quando uma nova negociação foi feita.

A situação com Cacá até agora foi diferente. O zagueiro não chegou a frequentar o clube ou vestir a camisa do Timão, o que já sinaliza um pouco mais de cuidado por parte da diretoria alvinegra. Cuidado, aliás, que o treinador António Oliveira também teve quando foi perguntado sobre a chegada de um novo atleta:

— Eu vivo muito feliz com o que tenho. Algum jogador que possa chegar, nunca será para substituir algo, é sempre para acrescentar. Sobre o Cacá, enquanto não for oficializado, não vou fazer qualquer comentário sobre o jogador — disse António Oliveira

Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância e transformou a paixão em profissão. Além do futebol, se mantem por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhou como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo