Brasil

Corinthians precisa de um lateral e um volante, mas terá que se contentar apenas com a chegada de Cacá

Corinthians não pretende fechar com nenhum novo jogador até o próximo dia 7; até lá, porém, saídas não estão descartadas

O Corinthians está perto de fechar o elenco para o primeiro semestre da temporada. Apesar de ainda ter alguns dias até a janela fechar, em 07 de março, próxima quinta-feira, e ainda precisar de peças de reposição, a zaga deve ser o último setor a receber um reforço. Cacá, que estava no Athletico-PR por empréstimo, chegará em breve ao Parque São Jorge. O Timão e o Tokushima Vortis, do Japão, equipe a quem ele pertence, já entraram em acordo.

A expectativa é que ele seja anunciado nos próximos dias. O contrato com o Corinthians será de um ano, e se o zagueiro atingir as metas estabelecidas, o clube será obrigado a exercer o direito de compra. Segundo o UOL, o valor estaria estabelecido em 2,5 milhões de dólares (cerca de R$ 12,5 milhões).

Cacá chega para ser titular no Corinthians?

Atualmente, António Oliveira tem cinco jogadores defensivos disponíveis: Félix Torres, Gustavo Henrique, Caetano, Raul Gustavo e João Pedro Tchoca, campeão da Copa São Paulo com o equipe sub-20. Por conta do número de jogadores para a posição, o garoto pode ser emprestado, assim como Raul, que voltou ao clube depois de uma temporada no Bahia e inicialmente não estava nos planos do Corinthians para 2024 – só permaneceu por conta da saída de Lucas Veríssimo.

Apesar de Félix Torres e Gustavo Henrique terem tido atuação regular nos últimos jogos, Cacá chega para brigar pela titularidade. Além de atuar no setor defensivo durante seu tempo na base do Cruzeiro, clube onde foi revelado, o jogador também atuou como voltante, o pode ajudá-lo durante o processo de adaptação no Timão.

A trajetória de Cacá no Athletico-PR

Desde o começo da temporada, Cacá foi informado que estava fora dos planos do Athletico para a sequência do ano. Ele não foi aproveitado pelo técnico Juan Carlos Osorio no Campeonato Paranaense, e passou a treinar em separado – ou seja, em dois meses, Cacá ainda não entrou em campo. O zagueiro de 24 anos usou as redes sociais para de despedir da torcida athleticana, e descreveu seu tempo no Furacão como uma jornada inesquecível.

— Chegou o momento de dizer adeus a essa família que me acolheu com tanto carinho. Cada jogo, cada vitória e até mesmo as derrotas, foram parte de uma jornada inesquecível aqui no Athletico. Levo comigo as lembranças mais preciosas e a gratidão por todo apoio da torcida e da equipe. Seguirei em frente, mas sempre carregando o Furacão no coração. Obrigado por tudo! – disse Cacá.

Outros setores que o Corinthians precisaria reforçar

Caso o Corinthians mantenha a ideia de que não irá mais negociar nenhum atleta até julho, o time terá que de desdobrar para utilizar apenas as peças que já tem. Até o fim do primeiro semestre, o elenco disputa as rodadas finais do Paulistão, a Copa do Brasil, o início do Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana.

Inicialmente, o clube pretendia mais de um reforço por posição, como, por exemplo, um reserva para Raniele e Maycon, e, principalmente, um lateral esquerdo, já que Hugo não tem rendido como o esperado, e Diego Palácios continua em tratamento no departamento médico. Matheus Bidu, que também não deve retornar ao time, segue treinando separado.

 

Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância e transformou a paixão em profissão. Além do futebol, se mantem por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhou como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo