Copa do Nordeste

Estes são os grupos da Copa do Nordeste 2024

Sorteio definiu o caminho dos 16 times da Copa do Nordeste 2024

Foram definidos os dois grupos da Copa do Nordeste em sorteio na noite desta quinta-feira (18), em Teresina, capital do Piauí. São oito equipes em cada chave e os jogos ainda serão detalhados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas a abertura da competição está definida para 4 de fevereiro.

A competição tem um formato diferenciado: quem é do mesmo grupo não se enfrenta, apenas os adversários da outra chave – para forçar clássicos estaduais -, em turno único. Essa primeira fase acontece até 27 de março. Em abril, vem o mata-mata, em jogos únicos, na casa do time de melhor campanha. Os quatro melhores avançam para as quartas de final, disputadas no dia 10. No dia 24 do mesmo mês, as semifinais. No entanto, a decisão será em ida e volta, marcada para o início de junho. Quem for campeão entra direto na terceira fase da Copa do Brasil de 2025.

O atual campeão Ceará divide a chave com o Sport, que foi vice no ano passado, CRB, Vitória, Botafogo-PB, América-RN, River-PI e Maranhão. No grupo B estão Fortaleza, Bahia, Náutico, ABC, Juazeirense, Altos-PI, Treze e Itabaiana-SE.

Para chegar aos grupos, os clubes foram divididos em quatro potes com quatro participantes cada, definidos a partir das posições de cada um no ranking de equipes da CBF. O sorteio também tinha um bloqueio de federação, que impediu que times os melhores do mesmo estado ocupassem a mesma chave – casos de Bahia e Vitória, Sport e Náutico, Ceará e Fortaleza, etc.

A fase de qualificação foi finalizada no último domingo (14) com as classificações de Altos, Botafogo-PB, ABC e Juazeirense. Vale citar as ausências de CSA, Sampaio Correa e Santa Cruz, clubes tradicionais da região Nordeste que participaram de edições recentes.

Veja os grupos da Copa do Nordeste 2024

Grupo A

  • Ceará
  • Sport
  • CRB
  • Vitória
  • Botafogo-PB
  • América-RN
  • River-PI
  • Maranhão

Grupo B

  • Fortaleza
  • Bahia
  • Náutico
  • ABC
  • Juazeirense
  • Altos-PI
  • Treze
  • Itabaiana-SE

Qual a premiação da Lampions League?

A premiação da competição nordestina é dividida em potes como na Copa do Brasil, dando preferência aos clubes mais bem rankeados na CBF. As quantias, que podem aumentar conforme os clubes forem avançando, garante R$ 3.363.607 para Fortaleza, Ceará, Bahia e Sport (membros do pote 1); R$ 2.522.705 para Náutico, CRB, Vitória e ABC (2); R$ 1.997.142 para Botafogo-PB, América-RN, Altos e Juazeirense; e R$ 1.261.352 para Treze, Itabaiana, River-PI e Maranhão.

Onde assistir?

A fase prévia da Copa do Nordeste foi transmitida pelo canal a cabo Nosso Futebol e o streaming DAZN. Agora, a partir da fase de grupos, entram a ESPN, na TV por assinatura e no streaming Star+, e o SBT, única opção de sinal aberto, que deve transmitir aos jogos em suas emissoras afiliadas no Nordeste.

Os maiores campeões da Copa do Nordeste

A dupla Ba-Vi divide o posto de maior campeão da “Lampions League”, com quatro títulos cada. Enquanto o Vitória vive um jejum de 14 anos sem levantar a orelhuda, o Bahia levou mais recentemente, em 2021, e será treinado por Rogério Ceni, que ganhou o torneio pelo Fortaleza em 2019. Falando no Leão Cearense, a equipe de Juan Pablo Vojvoda tem duas taças, enquanto o rival Ceará três, mesmo número do Sport.

Veja a lista de todos os campeões da Copa do Nordeste.

  • Vitória: 4 títulos (1997, 1999, 2003 e 2010);
  • Bahia: 4 títulos (2001, 2002, 2017 e 2021);
  • Sport: 3 títulos (1994, 2000 e 2014);
  • Ceará: 3 títulos (2015, 2020 e 2023);
  • Fortaleza: 2 títulos (2019 e 2022);
  • América-RN: 1 título (1998);
  • Campinense: 1 título (2013)
  • Santa Cruz: 1 título (2016);
  • Sampaio Corrêa: 1 título (2018).
Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius é nascido e criado em São Paulo e jornalista formado pela Universidade Paulista (UNIP). Escreveu sobre futebol nacional e internacional no Yahoo e na Premier League Brasil, além de eSports no The Clutch. Além disso, atuou como assessor de imprensa no setor público e privado.
Botão Voltar ao topo