Copa do Nordeste

Maiores campeões da Copa do Nordeste

Dupla Bahia e Vitória lidera times nordestinos com mais título regionais, seguido por Ceará e Sport

A Copa do Nordeste, carinhosamente chamada de Lampions League, ganha cada vez mais importância – esportiva e financeira – temporada a temporada.

É a competição que é a cara da região nordestina e reforça a cultura e a força local. O ultimo campeão foi o Fortaleza de Juan Pablo Vojvoda.

Como o principal torneio regional do Brasil, já teve 20 edições disputadas desde a fundação, em 1994, e é dominada pelos times baianos dentre os maiores vencedores.

Nesta edição de 2024, tivemos o Fortaleza se firmando como o segundo maior vencedor ao lado dos rivais Ceará e Sport.

Veja todos os times que já conquistaram o Nordestão.

Os maiores campeões da Copa do Nordeste

TIME TÍTULOS EDIÇÕES CONQUISTADAS
Vitória 4 1997, 1999, 2003 e 2010
Bahia 4 2001, 2002, 2017 e 2021
Ceará 3 2015, 2020 e 2023
Sport 3 1994, 2000 e 2014
Fortaleza 3 2019, 2022 e 2024
América-RN 1 1998
Campinense 1 2013
Santa Cruz 1 2016
Sampaio Corrêa 1 2018

Quem é o maior campeão da Copa do Nordeste

Vitória

Como citado, a dupla Ba-Vi ostenta mais títulos em comparação aos rivais regionais. Desde o início, o Vitória despontou como o principal time da competição, vencendo quatro taças nas nove primeiras edições.

Para dar um sabor especial, as duas primeiras conquista foram em cima do rival Bahia, em 1997 e 1999, com direito a 3 a 0 na primeira edição. Depois, bate o Fluminense de Feira com dois empates e vantagem pelo gol fora (2003) e volta a vencer em 2010, 2 a 1 em cima do ABC.

O Leão do Barradão vive jejum de 14 anos sem conquistar o Nordeste. Foram 11 edições desde lá, e o Vitória não conseguiu nem chegar na final no período.

Bahia

Após os dois vices para o rival, o Bahia se recuperou de forma gigante em 2001 e 2002, superando Sport e Vitória, respectivamente.

O Tricolor, porém, viveu tabu de 15 anos sem uma taça regional, apenas estadual, até que, em 2017, voltou finalmente a levantar a Lampions. Na Arena Fonte Nova lotada, Edigar Junio marcou o único gol do triunfo do time de Guto Ferreira em cima do Sport.

Em 2021, dessa vez com Guto do lado rival, com o Ceará, o Bahia levou o tetra nos pênaltis em pleno Castelão.

Quanto ganha o campeão da Copa do Nordeste

Ano a ano, a premiação da Copa do Nordeste tem aumentado. Segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), foram distribuídos R$ 48,9 milhões em cotas e premiações aos times nordestinos em 2024, aumento de 15% em comparação à edição anterior.

O campeão desse ano levará R$ 2,1 milhões, enquanto o soma R$ 1,36 milhão aos cofres. Veja a divisão, fase a fase, da premiação do Nordestão.

  • Fase preliminar 1: R$ 125 mil
  • Fase preliminar 2: R$ 185 mil
  • Fase de grupos: R$ 3,36 milhões (clubes do Pote 1), R$ 2,52 milhões (Pote 2), R$ 1,99 milhão (Pote 3) e R$ 1,26 milhão (Pote 4).
  • Quartas de final: R$ 524 mil
  • Semifinal: R$ 733 mil
  • Vice-campeão: R$ 1,36 milhão
  • Campeão: R$ 2,1 milhões

Todos os campeões da Copa do Nordeste por edição

Foram muitas reviravoltas e trocas de comando na organização do torneio nordestino ao longo dos anos. A primeira edição considerada oficialmente pela CBF é a Taça Governador Geraldo Bulhões de 1994, ainda organizada pela Federação Alagoana de Futebol (FAF).

Sem disputa entre 1995 e 1996, a Liga do Nordeste passou a organizar com a chancela da entidade máxima do futebol brasileiro. No entanto, isso durou até 2003, quando a CBF abandonou o barco.

Após hiato entre 2004 e 2009, os nordestinos voltaram a ter uma edição em 2010, ainda sem o apoio da confederação brasileira. Novamente, precisou ser paralisada e não teve disputa em 2011 e 2012.

Enfim, em 2013, a CBF entrou em acordo com os times da região e, desde então, todo ano há uma edição da Copa do Nordeste sendo disputada.

  • 1994 – Sport
  • 1997 – Vitória
  • 1998 – América-RN
  • 1999 – Vitória
  • 2000 – Sport
  • 2001 – Bahia
  • 2002 – Bahia
  • 2003 – Vitória
  • 2010 – Vitória
  • 2013 – Campinense
  • 2014 – Sport
  • 2015 – Ceará
  • 2016 – Santa Cruz
  • 2017 – Bahia
  • 2018 – Sampaio Corrêa
  • 2019 – Fortaleza
  • 2020 – Ceará
  • 2021 – Bahia
  • 2022 – Fortaleza
  • 2023 – Ceará
  • 2024 – Fortaleza

As competições regionais do Nordeste não reconhecidas pela CBF

Há muita polêmica envolvendo edições anteriores de competições nordestinas, antes da oficial Copa do Nordeste em 1994

O torcedor do Vitória e o próprio clube garantem: são pentacampeões porque conquistaram o Torneio José Américo de Almeida Filho, em 1976.

Já o Bahia se considera octa, visto ter sido vencedor do Campeões do Nordeste em 1948 e da Fase Norte-Nordeste da extinta Taça Brasil em 1948, 1959 e 1961.

O Naútico, com nenhum título oficial da Copa do Nordeste, reivindica cinco taças, sendo três da Fase Norte-Nordeste da Taça Brasil, além do Torneio Pentagonal dos Campeões do Norte-Nordeste, 1966, e do Torneio dos Campeões do Norte-Nordeste, 1952.

Sport, Ceará, Fortaleza, Santa Cruz, América-RN, Ypiranga-BA e CRB seriam outras equipes beneficiadas pelo reconhecimento oficial da CBF, que até hoje ainda não aconteceu.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius é nascido e criado em São Paulo e jornalista formado pela Universidade Paulista (UNIP). Escreveu sobre futebol nacional e internacional no Yahoo e na Premier League Brasil, além de eSports no The Clutch. Além disso, atuou como assessor de imprensa no setor público e privado.
Botão Voltar ao topo