Copa do Nordeste

Copa do Nordeste: Sport se recupera de empate amargo, Fortaleza perde mais uma

Em Teresina, América-RN arranca empate nos acréscimos e impede ascensão do Altos no Grupo B

Em meio à Data Fifa deste mês de março, a Copa do Nordeste, diferente dos principais campeonatos estaduais espalhados pelo Brasil, não foi paralisada. E na noite deste sábado (23), tivemos a realização de três jogos da sétima rodada da competição regional. No Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, Altos e América-RN abriram os trabalhos com um empate (1 a 1) de tirar o fôlego. Já o Fortaleza perdeu mais uma na Arena Castelão, dessa vez diante do Vitória. Por fim, mas não menos importante, o Sport conseguiu um importante triunfo contra o ABC e reassumiu a liderança do Grupo A.

Vitória castiga no 2º tempo e Fortaleza perde mais uma no Castelão

Em um 1º tempo de intensidade baixa, o equilíbrio prevaleceu no Castelão. Com três volantes, laterais que pouco apoiam e uma transição ofensiva lenta, o Vitória praticamente não criou. Por outro lado, conseguiu ter o controle da partida em muitos momentos e terminou a etapa inicial com mais posse de bola. O Fortaleza, por sua vez, esteve bem abaixo do que pode apresentar e foi para o vestiário vaiado pela torcida. Entretanto, ainda assim, teve as melhores chances de abrir o placar. Em duas finalizações perigosas de Moisés e Calebe, Lucas Arcanjo operou defesas providenciais.

Para desespero de Vojvoda e da torcida do Fortaleza, o Vitória castigou o Leão do Pici já na reta final da etapa complementar. Em lance infantil e irresponsável, Pochettino colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Com 33′ no relógio, Matheusinho cobrou no meio do gol, deslocou o goleiro João Ricardo e decretou a vitória do rubro-negro baiano.

Com o triunfo, o Vitória foi a 11 pontos e deu um salto na tabela do Grupo A: saiu da sétima colocação para o terceiro lugar. Em contrapartida, o Fortaleza estacionou nos oito e na vice-liderança do Grupo B.

Sport se recupera de empate amargo em clássico, vence ABC e reassume liderança

O Sport foi muito mal no 1º tempo no Frasqueirão. Apático, desconexo e vulnerável, o time rubro-negro sequer ameaçou o gol defendido por Carlos Eduardo. Gustavo Coutinho, centroavante da equipe, passou fome durante os 45′ iniciais, visto que nenhuma bola chegou em boas condições no pé do camisa 9. Já o ABC fez um jogo de transição, tentando se aproveitar dos erros do adversário e explorar a velocidade de seus homens de frente. Porém, sem sucesso.

O Sport voltou melhor do intervalo e encurralou o ABC durante praticamente todo o 2º tempo. Romarinho, aos 27′, marcou o gol da vitória rubro-negra. Zé Roberto cruzou da esquerda, a zaga adversária vacilou e o atacante, na hora certa e lugar certo, aproveitou para tocar de cabeça e estufar as redes. Nos minutos finais, Alison Cassiano acabou expulso e o clube pernambucano ficou com um homem a menos. No entanto, diferente do que aconteceu no clássico da última quarta-feira (20), contra o Náutico, o Leão segurou as pontas na defesa, não foi vazado e garantiu a vitória. Zé Roberto, já nos acréscimos, ampliou a vantagem e deu números finais à partida.

Como citado acima, o Sport reassumiu a liderança do Grupo A. O Leão foi a 14 pontos e ultrapassou o CRB, que ainda joga na rodada. O ABC segue apenas com quatro pontos e na sexta colocação do Grupo B.

Nos acréscimos, América-RN arranca empate com sabor de vitória

Jogando em casa, o Altos não perdeu tempo e partiu para cima do América-RN. Após muita insistência, com direito a bola na trave e defesa providencial do goleiro Renan, o Verdão Altino conseguiu abrir placar. Matheus Taumaturgo chutou cruzado e venceu o camisa 1 adversário. Os visitantes precisaram levar o gol para acordarem na partida. O placar no 1º tempo não foi mais alterado, porém, isso se deu única e exclusivamente por conta da falta de pontaria da equipe potiguar, que desperdiçou boas oportunidades com Marcos Ytalo, Rafinha e Wenderson (pararam no goleiro Careca), além de Souza que, da marca do pênalti, chutou para fora.

Assim como finalizou a etapa inicial, o América-RN começou o 2º tempo indo para cima do Altos que, por sua vez, passou a jogar no contra-ataque. A configuração dos 45′ finais foi essa, e o Mecão acabou rindo por último. Nos acréscimos, Matheus Ferreira arriscou chute de fora da área e garantiu um empate com sabor de vitória para a equipe alvirrubra.

Apesar de toda empolgação com o gol salvador no apagar das luzes, o empate não tirou o América-RN da lanterna do Grupo A. O Alvirrubro segue na última colocação, agora com oito pontos. Já o Altos também foi a oito, se manteve em terceiro lugar e corre o risco de ser ultrapassado por Náutico e Treze, que ainda jogam na rodada.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo