Copa do Brasil

Coisas mais interessantes que lemos hoje

Empresa de relógios compra Brinco de Ouro para ‘salvar’ Guarani

A matéria no site da ESPN fala sobre a perda do Brinco de Ouro, o tradicional estádio do Guarani. A empresa de relógio Magunum comprou o terreno para ajudar a salvar o clube.

Por causa dos altos salários, Santos põe Arouca e Damião no mercado; Odílio nega

No blog Bastidores FC, de Martin Fernandez no Globoesporte.com, a informação que Arouca e Leandro Damião estão disponíveis para serem negociados. O Santos quer enxugar a folha salarial. Mas o clube oficialmente nega a informação.

Riso louco, janela fechada

Do blog Meia Encarnada, do competentíssimo Douglas Ceconello, no Globoesporte.com, um texto delicioso sobre a vitória do Galo sobre o arquirrival Cruzeiro, dominante perante o resto do Brasil, mas imobilizado pela avidez do time alvinegro. Uma vitória dura para o cruzeirense aguentar – e saborosa para o atleticano se deliciar.

Atlético nem precisou de São Victor

Mais um texto muito bom sobre a finalíssima da Copa do Brasil. Este de Marcelo Bechler, no site da Rádio Globo, onde é comentarista. Fala sobre como a conquista do título do Atlético teve momentos marcantes, como as viradas sobre Corinthians e Flamengo e o domínio total e irrestrito do maior rival nos dois jogos da final.

Sem patrocínio para 2015, Cruzeiro aposta em Libertadores e mira Caixa

Do blog do Rodrigo Mattos, no UOL: o campeão brasileiro quer também ser patrocinado pela Caixa. O acordo de R$ 15 milhões com o banco BMG não será renovado, por opção do banco, e o clube acha que pode ganhar um valor ainda maior. A estatal é um dos nomes a patrocinar o time.

Marsa FC: o desconhecido de Malta que já enfrentou a Juventus na Copa da UEFA

No Plano Tático, do nosso colunista Matheus Laboissère, a história do pequeno time de Malta que enfrentou a Juventus em uma edição da Copa da Uefa e atualmente está só na terceira divisão do país.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo