Brasil

Entenda por que Carpini não usou joia e optou por Bobadilla na lateral em derrota no clássico

Após perder Moreira, Carpini improvisou Bobadilla na lateral direita e deixou garoto Igor Felisberto no banco contra o Santos

Minutos antes do clássico contra o Santos, na última quarta-feira (14), já no vestiário do MorumBIS, Moreira virou baixa de última hora no São Paulo com dores na coxa direita. Foi quando Bobadilla se prontificou a atuar improvisado na lateral direita, mesmo sem nunca ter feito esta função na carreira. E assim, Thiago Carpini definiu a substituição em sua equipe titular, com a entrada de Galoppo no meio-campo.

O Tricolor acabou derrotado pelo rival por 1 a 0, em um clássico que acabou com revolta são-paulina com a arbitragem de Edina Alves. Mas além das reclamações – endossadas pela voz institucional do presidente Julio Casares –, o treinador fez questão de elogiar a postura de Bobadilla por tomar a iniciativa de “se sacrificar” pela equipe.

– Bobadilla nunca fez a lateral direita. (Queria exaltar) O compromisso dele de fazer minutos antes da partida, hoje temos três laterais, os três estão fora. São dificuldades recorrentes de início de temporada – disse o treinador na entrevista coletiva após a partida.

Hoje, o São Paulo tem os seus três laterais-direitos no departamento médico. Além de Moreira, Rafinha e Igor Vinicius também se recuperam de problemas médicos e ainda não têm previsão de retorno aos gramados. No clássico, Carpini poderia optar pelo garoto Igor Fellisberto, quarta opção da posição. Mas ele teve um motivo para não utilizá-lo.

Bobadilla se colocou á disposição para atuar na lateral contra o Santos (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Por que Carpini não usou joia de 16 anos?

Na entrevista depois da derrota, Carpini detalhou por que não optou pelo garoto e também esmiuçou os planos que tem para ele. O treinador pesou todo o potencial que o jovem tem de evolução pelo clube e preferiu não lançá-lo na “fogueira”, com o risco de queimá-lo logo em sua estreia como profissional. Na balança do técnico, o que Igor pode render ao São Paulo no futuro pesou mais do que a necessidade momentânea gerada pelas baixas no setor.

O técnico, aliás, revelou seus planos para a promessa. Carpini pretende lançar Igor Felisberto em um momento de maior tranquilidade na temporada, quando o São Paulo vier de vitórias consecutivas. Hoje, o Tricolor vem de uma sequência de duas derrotas seguidas no Paulistão.

– Eu já tive a idade dele, já tive meu momento de transição. Entendo que tenho que ter muita realidade. A gente tinha cinco minutos pra definir. Teríamos que mudar todo o planejamento para esse jogo. É um clássico, é sempre muito diferente de tudo. Temos aquelas duas situações. Ou daria certo, ou comprometeria o talento de um jovem de 16 anos. Preferi preservar um garoto que vai ter momento, de repente em momento de vitórias. Pensei em não queimar etapas e em não atrapalhar o processo de afirmação. Temos que ter esses cuidados – explicou o treinador.

Igor foi o caçula do São Paulo na disputa da Copinha deste ano e é também o caçula do atual elenco comandado por Carpini. O garoto foi promovido logo após a eliminação na competição e integra o grupo desde a segunda rodada do Campeonato Paulista.  O jovem foi relacionado pela primeira vez no empate com o Mirassol. À época, ele agradou a comissão técnica e foi chamado também por necessidade. A equipe também tinha baixas na posição para aquela partida. Algo que já virou recorrente para o Tricolor nesta temporada.

Confira os próximos jogos do São Paulo:

Mesmo com a derrota no clássico, o São Paulo segue na liderança do Grupo D do Paulistão, com 14 pontos. O Tricolor pode sair até da zona de classificação caso Novorizontino e São Bernardo vençam as suas partidas. Mas cabe a ressalva: a equipe tem um jogo pendente da quinta rodada contra a Inter de Limeira.

  • 17/02/2024 – São Paulo x Red Bull Bragantino, às 18h00 (horário de Brasília), no MorumBIS;
  • 21/02/2024 – Inter de Limeira x São Paulo, às 21h35 (horário de Brasília), no Estádio Major José Levy Sobrinho
  • 03/03/2024 – São Paulo x Palmeiras, às 20 horas (horário de Brasília), no MorumBIS
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo