Brasileirão Série A

Após título, São Paulo enfim volta a vencer no Brasileirão diante do lanterna Coritiba

São Paulo encerra jejum de oito jogos e mais de dois meses no Campeonato Brasileiro e se afasta do Z4

Eram 73 dias e oito jogos sem vencer pelo Brasileirão, e o torcedor são-paulino teve de esperar um bocado mais até ver o São Paulo construir a vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, na noite desta quarta-feira (27), no Morumbi, em jogo atrasado da 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. No primeiro compromisso após o título inédito da Copa do Brasil, Dorival Júnior escalou time reserva. E o Tricolor teve dois gols anulados por impedimento antes de Alan Franco e Luciano marcarem. Slimani descontou para os visitantes. E tudo isso aconteceu em um primeiro tempo que durou uma hora, de tantos acréscimos.

Impedimentos “atrasam” vitória de reservas do São Paulo

O São Paulo entrou em campo sob gritos de “É campeão!”, mas a verdade é que a noite desta quarta-feira não teve nada de clima de festa diante da chuva torrencial que castigou o Morumbi durante quase toda a partida. Nada que atrapalhasse, porém, o rendimento do Tricolor. Mesmo com reservas, a equipe se impôs ao Coritiba lanterna do campeonato e não demorou a marcar. Logo no primeiro minuto, James recebeu dentro da área e chutou de pé direito para abrir o placar. O lance foi anulado por impedimento de Nathan na origem. Era o início da saga são-paulina com as linhas do VAR. Depois, Michel Araújo balançou as redes em chute de fora da área. De novo, com irregularidade: dois jogadores estavam à frente da defesa e atrapalhar o goleiro rival.

Mas o São Paulo insistiu e marcou – novamente com interferência do VAR. Após cobrança de falta de James Rodríguez, aos 29, Alan Franco aproveitou rebote e empurrou para as redes. O assistente assinalou impedimento, mas dessa vez a tecnologia ajudou: corrigiu a marcação e enfim assinalou gol. Em um jogo totalmente controlado, o Tricolor só poderia se complicar pelas próprias pernas. E foi o que aconteceu. Na saída de bola, Gabi Neves recebeu de Jandrei e acabou desarmado. Slimani recebeu e tocou na saída do goleiro rival, aos 50 minutos, para empatar. Calma, que o primeiro tempo ainda não acabou. Aos 55, James cruzou, a bola bateu no braço de Victor Luis, e Savio Pereira Sampaio foi à cabine do VAR para marcar pênalti. Luciano cobrou com categoria para recolocar os são-paulinos em vantagem.

Perto de um primeiro tempo tão agitado, a segunda etapa foi mero protocolo para São Paulo e Coritiba. A chuva, inclusive, aumentou de intensidade logo após o intervalo, mas o gramado do Morumbi suportou bem, salvo algumas poucas poças d'água dentro da área guardada por Jandrei. Em vantagem no placar, o Tricolor parecia querer apenas administrar o jogo e contar os minutos até garantir de vez uma vitória que não vinha há muito tempo. O problema é que o Coxa estava obstinado a arrancar um empate e incomodou um bocado a defesa são-paulina. Claro, dentro das limitações de uma equipe que é a lanterna do Brasileirão.

Os visitantes rondaram bastante a área em busca do 2 a 2, mas esbarraram na defesa e também em suas próprias pernas. Na melhor chance, o zagueiro Maurício Antônio chutou da entrada da área e levou muito perigo a Jandrei. De resto, a segunda etapa ficou marcada pela entrada de alguns titulares campeões da Copa do Brasil. Casos de Lucas Moura, Calleri, Wellington Rato, Pablo Maia e Rodrigo Nestor. O autor do gol do título foi ovacionado pela torcida.

São Paulo se afasta do Z4

Com tão esperada vitória após oito jogos de jejum, o São Paulo enfim respira aliviado na tabela do Brasileirão. O Tricolor chega a 31 pontos e sobe para a 10ª colocação, a seis pontos do Bahia, o primeiro time do Z4, com 25. A equipe volta a campo no próximo sábado (30), às 18h30 (horário de Brasília), para receber o Corinthians no Morumbi. O Majestoso é válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Coritiba cada vez mais lanterna

O Coritiba, por sua vez, é cada vez mais lanterna no Brasileirão. Hoje, o rebaixamento parece mera questão de tempo. O Coxa ocupa a 20ª colocação, com 14 pontos. Está a 12 pontos do Goiás, hoje o primeiro time fora da zona de rebaixamento. A equipe volta a campo no próximo domingo (1), às 16h (de Brasília), também para um clássico, contra o Athletico, no Couto Pereira, pela 25ª rodada do Nacional.

Estatísticas de São Paulo 2 x 1 Coritiba – Brasileirão

Posse de bola: São Paulo 64% x 36% Coritiba
Finalizações: São Paulo 14 x 7 Coritiba
Finalizações certas: São Paulo 6 x 2 Coritiba
Gols: São Paulo – Alan Franco (30) e Luciano (58); Coritiba – Slimani (51)

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo