Brasileirão Série A

Indisciplina de Marcos Leonardo tumultua (ainda mais) ambiente do Santos e aumenta desconfiança da torcida

Marcos Leonardo foi multado pela diretoria após cometer ato de indisciplina antes de duelo com o Athletico-PR

Às vésperas do jogo mais importante do ano, quando, na quarta-feira (6), às 21h30 (horário de Brasília), o Santos recebe o Fortaleza, na Vila Belmiro, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, precisando vencer para evitar o inédito rebaixamento, a diretoria aplicou uma multa ao atacante Marcos Leonardo por chegar atrasado em um dos últimos treinos antes da viagem para Curitiba. No último domingo (3), o Peixe foi derrotado pelo Athletico-PR, por 3 a 0, na Ligga Arena, e não conseguiu colocar fim na sua luta contra a queda na Série B.

Antes da viagem para a capital paranaense, na sexta-feira (1º), Marcos Leonardo, já sacado do time titular no treino de quinta-feira (30), não cumpriu um dos horários de apresentação definidos pelo departamento de futebol e comissão técnica. O camisa 9 do Peixe se apresentou com atraso no CT Rei Pelé e a diretoria, ao tomar conhecimento do episódio, entendeu que era necessário a aplicação da multa pelo ato de indisciplina.

O valor ou o percentual da multa aplicada ao jogador é mantido em sigilo pelo Santos e membros do estafe de Marcos Leonardo.

A informação foi noticiada inicialmente pela TNT Sports e confirmada pela Trivela.

Foram 23 minutos em campo contra o Furacão

Marcos Leonardo foi reserva na partida contra o Athletico-PR. Artilheiro do Santos no Brasileirão com 13 gols, o centroavante foi substituído pelo argentino Julio César Furch. O camisa 9 só foi a campo diante do Furacão aos 33 minutos do segundo tempo, mas nada pôde fazer para evitar a derrota.

Com o resultado, o Peixe permaneceu estacionado nos 43 pontos e na 15ª colocação da tabela. Para evitar o rebaixamento, o Santos precisa de uma vitória simples contra o Fortaleza. Porém, em caso de derrota ou empate, o Alvinegro dependerá de tropeços de Bahia ou Vasco, ambos em casa, diante de Atlético-MG e Red Bull Bragantino, respectivamente, para permanecer na elite do futebol nacional.

Problema desnecessário para o momento

Ainda ameaçado pelo temido fantasma do rebaixamento, o Santos não precisa de absolutamente nenhuma preocupação a mais que não sejam os pontos fortes do bom time do Fortaleza, que virá à Vila Belmiro sem qualquer pressão, pois está garantido na próxima edição da Copa Sul-Americana e se mantém longe do Z4.

Como já deixou a desejar ao longo de toda a temporada – não à toa o Santos chega à última rodada correndo risco de queda -, o elenco alvinegro precisa demonstrar, pelo menos até os últimos minutos da próxima quarta-feira, uma dedicação jamais vista no decorrer dos atuais 338 dias deste ano.

Episódio só aumenta o desconfiança da torcida

O episódio envolvendo Marcos Leonardo só serve para aumentar a desconfiança da torcida em relação ao comprometimento dos jogadores com a camisa do Santos e com o dramático momento vivido pelo clube.

Vale lembrar que há pouco mais de seis meses o lateral-direito Nathan e o lateral-esquerdo Lucas Pires foram afastados e posteriormente negociados por serem flagrados em uma balada de São Paulo horas antes do início do treinamento no CT Rei Pelé.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna
Botão Voltar ao topo