Brasileirão Série A

Estrela de Furch brilha e Santos vence o Bahia de virada na Arena Fonte Nova

Assim como ocorreu contra o Grêmio, o argentino Furch marcou o gol da vitória do Santos nos acréscimos da partida

De virada e com a estrela de Furch brilhando mais uma vez, o Santos venceu o Bahia, de virada, por 2 a 1, na noite desta segunda-feira (18), na Nova Arena Fonte Nova, em Salvador. Os gols do jogo foram marcados por Marcos Leonardo e Furch para o Peixe, enquanto Camilo Cândido fez para o Tricolor baiano. Tudo no segundo tempo do confronto.

Com o resultado, o time da Vila Belmiro chega aos 24 pontos, mas permanece na 17ª colocação do Campeonato Brasileiro. O Peixe está a um do Goiás, que é o primeiro fora da zona de rebaixamento e do próprio Bahia, dono da 15ª posição na tabela.

Um Santos cheio de mudanças

Responsável por comandar o Santos após a demissão do técnico Diego Aguirre, o interino Marcelo Fernandes promoveu algumas mudanças na equipe para tentar surpreender o Bahia. Entre as novidades, o Peixe foi a campo com João Basso, Joaquim e Dodô formando a linha de três zagueiros.

No meio-campo, Fernandes apostou em um linha de cinco composta por Rincón, Jean Lucas, Lucas, Kevyson e Lucas Braga. No ataque, Soteldo voltou a ser titular ao lado de Marcos Leonardo. A última vez que o venezuelano começou entre os 11 iniciais havia sido em junho, na derrota por 3 a 2 para o Flamengo, na Vila Belmiro.

Oportunidades criadas, mas desperdiçadas

A ideia de Marcelo Fernandes fez o Santos ter um bom início de jogo em Salvador. Com Jean Lucas, Lucas Lima e Soteldo atuando mais próximos, o Peixe criou boas chances de abrir o placar. Inclusive acertando uma bola na trave. O gol só não saiu por falhas nas tomadas de decisões perto ou já dentro da área do Bahia. Quando fez tudo certo, o Peixe parou nas mãos do goleiro Marcos Felipe, que impediu o gol de Marcos Leonardo após uma cobrança de escanteio.

Após o bom começo do Santos, o Bahia se organizou e se lançou ao ataque. Mas os donos da casa também pecaram nas trocas de passes próximo da área de João Paulo ou nas finalizações. A melhor oportunidade dos comandados de Rogério Ceni foi desperdiçada por Everaldo, após Kevyson errar na saída de bola e ser desarmado. Ao entrar na área, o centroavante do Bahia tentou a finalização ao invés de fazer o passe para Thaciano, mas João Basso travou o chute e a bola foi para escanteio.

Diante da dificuldade para entrar na área do Peixe, o Bahia teve uma outra boa chance com um chute de longa distância de Yago Felipe, que João Paulo se esticou e foi buscar a bola no ângulo.

Segundo tempo na Arena Fonte Nova

Após o intervalo, o Santos não voltou com o mesmo ímpeto. E isso, na verdade, já é uma rotina no Peixe, que, há tempos, tem apresentado problemas físicos no segundo tempo dos seus compromissos.

Diante de tal histórico alvinegro, o Bahia foi para cima do Peixe e abriu o placar aos 14 minutos. Após troca de passes na entrada da área, Camilo Cândido recebe pelo lado esquerdo do ataque e arrisca o chute. À espera do cruzamento, João Paulo fez a leitura equivocada da jogada e viu a bola morrer no fundo das redes.

Em situação delicada no Brasileirão, o Santos teve que se expor. E a resposta foi por meio de uma jogada ensaiada. Soteldo cobrou falta na área, Joaquim levou a melhor sobre a defesa do Bahia e serviu, de cabeça, Marcos Leonardo, que mergulhou, de peixinho, para empatar o jogo.

Em busca da virada, o técnico Marcelo Fernandes promoveu algumas mudanças. Uma delas foi a entrada do argentino Julio César Furch no lugar de Marcos Leonardo. E como ocorreu na vitória de virada contra o Grêmio, a estrela do centroavante brilhou. Após cobrança de escanteio na área, Joaquim, mais uma vez, serviu o argentino, que dominou e estufou as redes baianas para dar mais três pontos para o Peixe na competição.

Próximos compromissos de Santos e Bahia

A partir de agora, Bahia e Santos têm quase duas semanas de trabalho antes de voltarem a jogar pelo Brasileirão. O próximo desafio da equipe de Rogério Ceni será em 30 de setembro, como visitante, contra o Flamengo. Já o Peixe, à espera de um novo treinador, se prepara para receber o Vasco, dia 1º de outubro, na Vila Belmiro.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna
Botão Voltar ao topo