Brasileirão Série A

Jovem lateral uruguaio garante primeira vitória de Artur Jorge no Botafogo

Em jogo com drama no fim, mas pouca qualidade técnica, o Botafogo venceu o Atlético-GO por 1 a 0, com gol de Mateo Ponte

O Botafogo, enfim, voltou a vencer um jogo do Campeonato Brasileiro. Após terminar a edição de 2023 com 11 jogos sem vitórias e estrear em 2024 com derrota para o Cruzeiro, o Glorioso fez 1 a 0 no Atlético-GO, nesta quinta-feira (18), pela segunda rodada da competição, no Nilton Santos. E, em um elenco recheado de nomes de peso no ataque, o jovem lateral uruguaio Mateo Ponte, alvo de vaias da torcida em alguns momentos do jogo, marcou o gol que garantiu também a primeira vitória do técnico Artur Jorge no comando do Botafogo.

Artur Jorge tentou mexer no time, mas durou pouco tempo

Depois de duas derrotas nos dois primeiros jogos pelo Botafogo, o técnico Artur Jorge escalou o time com uma mudança importante para a partida contra o Atlético-GO. O Glorioso iniciou a partida com Matheus Nascimento no ataque, enquanto Tiquinho Soares foi para o banco de reservas. No anúncio da escalação, o nome do garoto chegou a ser vaiado por um grupo de torcedores do Botafogo, enquanto alguns botafoguenses gritaram o nome de Tiquinho durante o aquecimento da equipe no gramado.

Mas o teste de Artur Jorge durou pouco tempo e não deu resultado. Aos 23′, Matheus Nascimento sentiu dores na coxa direita após uma falta de Luiz Felipe. O atacante tentou seguir no jogo, mas acabou substituído por Tiquinho Soares. Enquanto esteve em campo, Nascimento pouco conseguiu fazer de forma efetiva e ainda furou uma boa oportunidade de finalizar uma jogada dentro da área.

Como foi a vitória do Botafogo sobre o Atlético-GO

Com a bola rolando, Botafogo e Atlético-GO fizeram um primeiro tempo ruim, de pouca qualidade técnica e poucas oportunidades de gols. O jogo começou equilibrado, mas logo o time da casa passou a controlar a partida. No entanto, mesmo mantendo o esquema com quatro atacantes em campo, o Glorioso tinha dificuldades para criar boas chances de gol.

O Botafogo acabou melhorando com a entrada de Tiquinho Soares na metade do primeiro tempo. Mas o gol acabou saindo dos pés de um coadjuvante da partida. Pouco tempo após ser vaiado por um erro na saída de bola, Ponte apareceu bem na entrada da área, aproveitou um bom passe de Luiz Henrique e finalizou com muita qualidade para abrir o placar para o Botafogo. Na comemoração, o jovem uruguaio chegou a colocar as mãos nos ouvidos, como se quisesse escutar o barulho da torcida que há pouco o havia vaiado. Além disso, Ponte também foi muito celebrado pelos jogadores do Botafogo.

Após um primeiro tempo de dar sono, a partida melhorou um pouco na etapa final. Ao menos em emoção. O Botafogo seguiu controlando a partida, enquanto o Atlético-GO apostava nos contra-ataques. Mas o time da casa seguia com dificuldades de criar jogadas. E, quando conseguiu, faltou qualidade e precisão nos passes e finalizações.

Em um momento de pressão, o Botafogo perdeu duas chances incríveis. Na primeira delas, aos 9′, Júnior Santos saiu cara a cara com o goleiro Ronaldo, mas optou por tocar para Jeffinho. No entanto, o passe saiu forte e Jeffinho não conseguiu alcançar a bola. Pouco depois, Júnior Santos recebeu pela esquerda e, quase na linha de fundo, tocou para trás. A bola desviou na zaga e ia em direção ao gol, mas a um efeito após o quique no chão evitou o gol do Botafogo.

Vaias e pressão do Atlético-GO

O lance perdido por Jeffinho no começo do segundo tempo fez o jogador virar alvo de vaias da torcida. O camisa 47, de fato, não fez um grande jogo. E, quando substituído por Óscar Romero, aos 18′, foi novamente alvo de protestos da torcida do Botafogo. Luiz Henrique, que também escutou algumas poucas vaias durante a partida, acabou saindo aplaudido para a entrada de Savarino.

O Atlético-GO também teve muitas mexidas e empilhou meias e atacantes na equipe. Mesmo desorganizado, o Dragão conseguiu criar boas chances. Primeiro, Vágner Love finalizou em cima de Gatito Fernandéz. Depois, já perto do fim da partida, Yony González chutou de dentro da área e Lucas Halter conseguiu bloquear uma bola que parecia ter o rumo do gol, evitando o empate do Dragão.

Como ficam as situações de Botafogo e Atlético-GO

Com a primeira vitória no Brasileiro, o Botafogo somou três pontos e, agora, é o 11º colocado. Já o Atlético-GO segue sem pontuar e é o 19º colocado, apenas na frente do Cuiabá, que tem apenas um jogo. Na próxima rodada, no domingo (21), o Botafogo recebe o Juventude. No mesmo dia, o Atlético-GO recebe o São Paulo.

Próximos jogos do Botafogo

  • Botafogo x Juventude – Campeonato Brasileiro – domingo, 21 de abril de 2024 – 18h30 (horário de Brasília);
  • Botafogo x Universitário-PER – Copa Libertadores – quarta-feira, 24 de abril de 2024 – 19h (horário de Brasília);
  • Flamengo x Botafogo – Campeonato Brasileiro – domingo, 28 de abril de 2024 – 11h (horário de Brasília);
Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor de Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo