Brasileirão Série A

‘Pode pôr na conta dele’: pedido de Coudet foi determinante para vitória do Internacional

Com dois pontas abertos, Colorado foi mais vertical para superar o Corinthians em Florianópolis

Após perder para o então lanterna Vitória, no último domingo (16), em Salvador, o Internacional apresentou algumas mudanças que foram decisivas para superar o Corinthians, por 1 a 0, na quarta-feira (19), no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, e voltar a vencer no Campeonato Brasileiro.

Do ponto de vista tático, Coudet adaptou seu 4-1-3-2 habitual para um 4-2-3-1. Wesley e Wanderson jogaram abertos, como pontas, e Hyoran centralizado atrás de Lucas Alario.

Wesley revela cobrança de Coudet por definição de jogadas

Mais do que isso, Coudet pediu para que seus jogadores fossem mais verticais quando com a posse de bola, e concluíssem mais a gol. Foi o que Wesley fez, aos 41 minutos do primeiro tempo, para anotar o belo gol que garantiu a vitória colorada.

— A gente precisa mais disso. Ele vem pedindo para a gente há vários jogos. Às vezes a gente valoriza um pouco mais a jogada ali, tenta um passe a mais para procurar o companheiro melhor posicionado. Hoje ele pegou no pé sobre estar definindo mais as jogadas. Pode pôr na conta dele [Coudet] — disse Wesley após o jogo.

‘Com Alan Patrick tudo é mais bonito', diz Coudet

Com média de 406,6* passes por jogo até então no Campeonato Brasileiro, o Inter tocou a bola apenas 278* vezes na vitória sobre o Corinthians. Especialmente no segundo tempo, foi uma equipe pragmática para sustentar o resultado.

Isso passa não só pela ineficiência do modelo de jogo habitual nas últimas partidas, mas principalmente pelos desfalques que o Inter vem tendo. Por exemplo, além dos jogadores que estão servindo suas seleções, Alan Patrick, com problema muscular, mais uma vez não atuou.

— Falar de características é difícil. Quando joga Alan Patrick tudo é mais bonito. Ele faz ser mais bonito. Alan Patrick e Aránguiz. Mas esses jogadores não estão. […] Vamos jogar muito mais bonito quando tivermos todos. Temos que jogar diferente conforme as características de cada um — reconheceu Coudet na entrevista coletiva após a vitória em Florianópolis.

A perspectiva é de que Alan Patrick retorne no clássico Gre-Nal do próximo sábado (22), às 17h30min, no Couto Pereira, em Curitiba. Resta saber se a postura do Inter será de protagonismo, assim como aconteceu nos dois últimos encontros com o maior rival, em que venceu, por 3 a 2, no Beira-Rio.

Internacional no Campeonato Brasileiro 2024

  • 9º lugar com 14 pontos em 8 jogos
  • 4 vitórias, 2 empates e 2 derrotas
  • 58% de aproveitamento
  • 7 gols feitos e 5 gols sofridos

*Dados do Footstats

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas WagnerSetorista

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo