Brasileirão Série A

Sim, o Vitória está embalado, mas não, não terá vida fácil no Brasileirão

Vitória chega com moral por dois títulos, mas realidade no Brasileirão será complexa

Confiança é a palavra para definir como o Vitória chega para estrear no Campeonato Brasileiro neste domingo (14) — mesmo que enfrente o atual campeão Palmeiras, no Barradão. Após sete anos de espera, o Nego conquistou o Campeonato Baiano com um gostinho mais do que especial: na casa do rival Bahia. Na ida da decisão reverteu um 2 a 0 contra e inflamou a torcida. Na volta, na Arena Fonte Nova, se aproveitou da expulsão de Rezende para segurar o 1 a 1 no placar.

Como uma equipe nordestina que tem um calendário pesado nos primeiros meses do ano, chegará com 21 jogos na bagagem, número inferior apenas ao rival. Ao menos, pelo restante de 2024 terá apenas o Brasileirão e a Copa do Brasil, já que foi eliminado na primeira fase da Copa do Nordeste e não disputa competição continental.

Como o Vitória foi no Brasileiro de 2023?

Em 2023, o Leão Baiano conquistou o primeiro título nacional de sua história, o que permitiu seu retorno à primeira divisão após seis anos longe. A Série B foi conquistada sem nenhum asterisco. Campanha consistente, liderança por 27 das 38 rodadas (pegou a ponta a partir da 24ª e não saiu mais) e terceiro melhor ataque e defesa, que passou 20 partidas sem ser vazada — o melhor nesse quesito. O título veio na 36ª rodada com a vitória de virada por 2 a 1 em cima do Novorizontino.

Tudo isso construído por um técnico que não iniciou a temporada, conviveu com a desconfiança da torcida por três eliminações logo de cara e que contou com a convicção da diretoria. Teria sido simples demitir Léo Condé já em março de 2023, momento no qual tinha sido eliminado do Campeonato Baiano, Copa do Brasil e o Nordestão, mas a postura foi outra e colheu frutos ao término da temporada e também em 2024 com o título estadual.

O Vitória vai lutar para não cair

Há muitos elogios ao trabalho de Condé, só que é difícil projetar algo diferente de uma luta na parte debaixo da tabela. O Brasileirão é, definitivamente, outra competição em comparação à Série B e o time precisa se adequar a essa nova realidade. Isso para um clube que desde 2018 não frequente a elite do futebol nacional, muito tempo sem receber dinheiro de cotas televisivas e, consequentemente, sem poder ter um elenco mais competitivo. Tudo isso pesa e será essencial uma união entre comissão técnica e elenco para evitar uma nova queda.

Principais destaques do Vitória

  • Alerrandro: emprestado pelo Red Bull Bragantino para esta temporada, Alerrandro chegou sem muitas atenções, mas é quem mais tem entregado no clube em 2024. O atacante foi o artilheiro do Leão no Baianão com cinco gols ao lado de Osvaldo, além de outro tento no Nordestão e duas assistências. Ele ganhou as graças da torcida ao ser um carrasco do rival Bahia, balançando as redes duas vezes e dando um passe para outro gol.
  • Wagner Leonardo: zagueiro canhoto, ótima saída de bola e goleador. São bons adjetivos para definir Wagner Leonardo, grande destaque do Vitória campeão da Série B. Em toda campanha, o defensor liderou o número de passes certos por jogo (43.7), de lançamentos (4.1) e cortes (4.2), segundo o SofaScore. Foram ainda cinco gols, todos de cabeça, mostrando a força no jogo aéreo, como na volta da final do estadual. Tiveram especulações envolvendo o futuro do jogador, mas ele continua defendendo o Rubro-Negro em 2024.
  • Osvaldo: é impressionante que aos 36 anos Osvaldo, conhecido pelas passagens em São Paulo e Ceará, esteja rendendo tanto. Junto de Leonardo, foi a cara da Série B de 2023 ao dar incríveis nove assistências e marcar cinco gols, liderando as participações em gols no elenco. Mantém o bom nível nesse ano, sempre pela direita do ataque.

Qual estilo de jogo do Vitória com Léo Condé

Sob comando de Condé, não espere ver o time baiano monopolizando a posse de bola. Tanto que na Série B do título só teve média de 51% nas 38 rodadas, apenas o sétimo no quesito. É uma equipe competitiva, equilibrada em todas as fases do jogo, que aposta em transições, extremamente vertical e intensa. Em alguns momentos no estadual o Vitória até mostrou ter mais posses longas, contra adversários mais fracos e conseguindo criar dessa forma. Deu mostras disso também na ida da final, quando no Barradão terminou 56% do tempo com a bola no pé e teve interessantes aproximações e triangulações entre os jogadores. Mas não devemos esperar essa postura no Brasileirão contra outros clubes.

No momento defensivo, destaca-se como o time pressiona em um 4-4-2 de bloco médio/alto, normalmente com encaixes individuais, potencializado quando a bola vai para a lateral. No entanto, por vezes o time não executa bem essa pressão, resultando em campo para o adversário avançar quando supera a primeira linha de marcação. Novamente trazendo à realidade da elite do futebol nacional, pode ser que o Leão adote uma postura de esperar o rival mais em seu campo ao invés de ir buscar no ataque.

Onde assistir aos jogos do Vitória no Brasileirão?

Os jogos do Campeonato Brasileiro de 2024 serão transmitidos pela Rede Globo na TV aberta, SporTV na TV fechada e Premiere no pay-per-view. Em caso de partidas nas quais o Athletico Paranaense for o mandante, a transmissão acontecerá na TNT ou CazéTV.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius é nascido e criado em São Paulo e jornalista formado pela Universidade Paulista (UNIP). Escreveu sobre futebol nacional e internacional no Yahoo e na Premier League Brasil, além de eSports no The Clutch. Além disso, atuou como assessor de imprensa no setor público e privado.
Botão Voltar ao topo