Brasileirão Série A

Grêmio demonstra versatilidade e alterna esquemas para vencer o Cuiabá na Arena

Em dia inspirado de Renato Portaluppi, Grêmio mostra versatilidade em campo e vence o Cuiabá

O Grêmio demonstrou versatilidade para vencer o Cuiabá, na manhã deste domingo (3), na Arena. O time de Renato Portaluppi alternou esquemas, e com gols de Luis Suárez e Rikelme, contra, venceu por 2 a 0.

Esta foi a segunda vitória consecutiva do Tricolor no Campeonato Brasileiro. Com o resultado, subiu para a 3ª colocação, com 39 pontos. Já o Cuiabá chegou à quinta derrota seguida. Na 10ª colocação, com 28 pontos, pode perder posições ao longo da rodada.

Renato alterna esquemas

Depois da goleada sobre o Cruzeiro, o Grêmio novamente iniciou a partida contra o Cuiabá no 4-4-2 losango, com três volantes e sem pontas. O sistema funcionou principalmente com a posse de bola. No primeiro tempo, o Tricolor conseguiu aproximar jogadores, por dentro, com as ultrapassagens dos laterais por fora. Pepê, com liberdade pelo lado esquerdo do meio-campo, deu assistência para o gol de Suárez.

Na segunda etapa, porém, o Cuiabá cresceu, e o Tricolor apresentou dificuldades para marcar com bloco baixo nesta formação. Foi aí que Renato mexeu na estrutura do time. Colocou dois pontas — Everton Galdino e Ferreira — e mudou para o 4-2-3-1. O Grêmio melhorou. Conteve melhor as iniciativas do Cuiabá pelos lados, e teve escape para o contra-ataque. Ampliou e poderia até ter feito mais.

Caíque dá susto, mas estreia sem ser vazado

A partida contra o Cuiabá marcou a estreia do goleiro Caíque pelo time principal do Grêmio. Ele substiuiu Gabriel Grando, que estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

No primeiro tempo, Caíque fez uma boa defesa em chute cruzado de Rikelme, mas deu susto ao sair mal do gol em cruzamento vindo da esquerda. Para sua sorte, Reinaldo conseguiu travar o chute de Pablo Cepellini. No mais, o goleiro fez intervenções seguras e passou ileso, saindo de campo sem sofrer gol.

Cuiabá incomoda no início, mas Grêmio se impõe

O Cuiabá incomodou o Grêmio nos primeiros minutos de jogo, especialmente a partir de arrancadas de Wellington Silva. Aos 8, o atacante acionou Rikelme pelo lado esquerdo. O lateral bateu cruzado para a primeira boa defesa de Caíque como goleiro gremista. O susto acordou o Grêmio, que dois minutos depois respondeu em finalização sobre o gol de Suárez, após cruzamento de João Pedro.

Aos poucos, o Tricolor assumiu o controle do jogo. Encaixou a marcação e passou a ter o controle da posse de bola, impondo seu estilo de passes curtos e aproximação. O gol de abertura do placar saiu aos 29 minutos. Suárez abriu para Pepê na esquerda e recebeu de volta dentro da grande área. El Pistoleiro chutou rasteiro, e Walter aceitou. O centroavante teve mais uma oportunidade, cara a cara com Walter, aos 42, mas o goleiro do Dourado fez grande defesa para evitar o novo gol, que de qualquer forma seria anulado por impedimento.

Depois de muito tempo sem chegar com perigo, o Cuiabá voltou a incomodar na reta final da primeira etapa. Aos 44, em cruzamento vindo da esquerda, Caíque saiu mal do gol e não conseguiu afastar de soco. A bola sobrou para Pablo Cepellini no lado direito da grande área. O uruguaio bateu cruzado, e Reinaldo, providencialmente, cortou.

Após dificuldade na volta do intervalo, Grêmio muda e melhora

O Cuiabá voltou melhor no segundo tempo. Empurrou o Grêmio para trás e explorou bem os lados do campo. A melhor chance apareceu aos 11 minutos. Após cruzamento rasteiro vindo da esquerda, Deyverson se antecipou à marcação e desviou para as redes, mas pelo lado de fora.

O lance perigoso foi o estopim para Renato mexer no time, alterando a estrutura com as entradas de Ferreira e Galdino aos 13. As mudanças surtiram efeito rapidamente. Quatro minutos depois, Galdino cabeceou forte depois de cruzamento de Reinaldo vindo da esquerda. Walter fez grande defesa, mas a bola bateu em Rikelme e entrou.

Pouco tempo depois, aos 19, Suárez quase fez um golaço ao dar chapéu em Empereur e finalizar, mas o chute saiu em cima de Walter, que encaixou. A tranquilidade no placar permitiu a Renato colocar Luan mais cedo, aos 25 minutos. Com espaço para o contra-ataque, o Tricolor teve ótima oportunidade para fazer o terceiro com João Pedro, mas o chute cruzado saiu pela linha de fundo. Pouco inspirado, o Cuiabá tentou descontar a partir de cruzamentos, mas não conseguiu concluir com eficiência.

Estatísticas de Grêmio x Cuiabá – Campeonato Brasileiro

  • Posse de bola: Grêmio 42% x 58% Cuiabá
  • Chutes: Grêmio 11 x 17 Cuiabá
  • Chutes a gol: Grêmio 5 x 3 Cuiabá
  • Gols: Luis Suárez (29'/1T) e Rikelme (contra) (17'/2T)
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho. Formado em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Antes de escrever pela Trivela, esteve na Rádio Grenal e na RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo