Brasileirão Série A

O que Fernando Diniz viu do Fluminense em empate ‘de ressaca’ contra o Internacional

Fluminense teve atuação sem brilho em jogo morno no Beira-Rio contra o Internacional, mas Fernando Diniz rechaçou 'cumprir tabela' no Brasileiro

O Fluminense jogou praticamente para cumprir tabela, e empatou sem gols com o Internacional pelo Campeonato Brasileiro na primeira partida após se sagrar campeão da Libertadores. Ainda na ressaca do título inédito, o Tricolor teve jogadores poupados, mas usou a maior parte de seus titulares no jogo no Beira-Rio.

O técnico Fernando Diniz viu justiça no resultado, mas rechaçou a ideia de que sua equipe não tentou a vitória.

— A gente tem que ter compromisso com o futebol, tanto nos treinamentos e nos jogos. Quando o jogador era criança queria chegar ao Beira-Rio e jogar contra o Inter. Aí ele chegar aqui e não tiver vontade para jogar, acho que a criança que eles foram ficaria espantada e ia sentir uma certa tristeza. A gente tem o privilégio de ser jogador. Não é fácil, pela descarga de energia que teve. Mas temos o privilégio de jogar no Fluminense, disputar o Campeonato Brasileiro e tem um grande adversário como o Inter. Temos que levar esse campeonato extremamente a sério — afirmou o treinador.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Fluminense F.C. (@fluminensefc)

Diniz falou em “princípios éticos” ao ser questionado se o Flu levaria o Brasileirão à sério. O Tricolor, já classificado para a Libertadores em 2024, não tem mais chances de ser campeão, e por isso, cumpre tabela na competição enquanto se prepara para o Mundial de Clubes, em dezembro, na Arábia Saudita.

— Tem muita coisa valendo. Não só pelo Fluminense, mas pelos princípios éticos. Tem muita gente disputando para não cair, por Libertadores, Sul-Americana e título. Nós temos que nos entregar de corpo e alma sempre que pudermos. Não foi uma partida brilhante e nem uma das melhores do Fluminense. Mas o time teve intensidade, espírito de luta, soube competir e fez um bom jogo, na minha opinião.

Fluminense no Campeonato Brasileiro 2023

  • 8ª colocação após 32 jogos disputados
  • 48% de aproveitamento até o momento
  • 46 pontos conquistados com 13 vitórias, 7 empates e 12 derrotas

Diniz vê confrontos equilibrados entre Fluminense e Inter

Fluminense e Internacional tiveram confrontos históricos em 2023. A semifinal da Libertadores colocou as duas equipes frente a frente, e o Tricolor saiu vitorioso em um jogo épico no mesmo Beira-Rio que empatou sem gols na noite desta quarta (8).

Para o técnico Fernando Diniz, o empate da noite foi justo também porque as duas equipes, além de se conhecerem bem, têm feito jogos equilibrados na temporada.

— Dos quatro jogos, três foram bem equilibrados, inclusive o de hoje. O único jogo que o Fluminense teve domínio grande foi o primeiro turno do Brasileirão, com 2 a 0. Os outros jogos foram equilibrados. O Inter é uma equipe bem treinada, com estrutura muito boa e tem excelentes jogadores. O elenco do Inter é um dos mais fortes do país.

Fluminense ainda tem mais seis jogos pelo Brasileiro

Antes de viajar para a Arábia Saudita para disputar o Mundial de Clubes, o Fluminense ainda terá seis jogos. A ideia da comissão técnica é utilizar seus jogadores ao máximo, com avaliações individuais para jogadores que sofreram mais com a carga de partidas nos últimos meses.

Para enfrentar o Internacional, Felipe Melo, Marcelo e Cano foram poupados. Nino, Keno e Martinelli jogaram apenas um tempo, e Ganso menos minutos ainda. Nos seis jogos que faltam no Campeonato Brasileiro, o Fluminense não pretende apenas “cumprir tabela”, de acordo com Diniz.

Foto de Caio Blois

Caio Blois

Jornalista pela UFRJ, pós-graduado em Comunicação pela Universidad de Navarra-ESP e mestre em Gestão do Desporto pela Universidade de Lisboa-POR. Antes da Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo