BrasilBrasileirão Série A

Flamengo encaminha vaga direta na Libertadores, mas todo cuidado é pouco em 2023

Ano foi repleto de frustrações para o Flamengo e, por isso, equipe comandada por Tite não pode dar chance ao azar na última rodada

A vitória sobre o Cuiabá por 2 a 1, no Maracanã, além de ser uma despedida apropriada para Filipe Luís e Rodrigo Caio, deixou o Flamengo muito perto da classificação direta na Libertadores do ano que vem. Como Tite frisou, esse é o principal objetivo da equipe neste Campeonato Brasileiro, embora tenha sonhado, por pouco tempo, com o título. Apesar de poder sentir a vaga nos dedos, todo cuidado é pouco.

2023 foi um ano complicado para o Flamengo, repleto de frustrações e decepções dentro das quatro linhas e, por isso, é preciso manter os pés no chão na última rodada. Os comandados de Tite seguem dependendo apenas de si para confirmar o lugar na competição mais importante das Américas, mas a possibilidade de perda ainda existe e deve ser levada em conta, sem oba-oba.

A situação do Flamengo no G-4

No momento, o Flamengo é terceiro colocado com 66 pontos, perdendo para o Atlético Mineiro no segundo critério de desempate, que é o saldo de gols. Grêmio, que é quarto, e Botafogo, quinto, são os times que ainda tem possibilidade de ficar entre os quatro primeiros. Vale destacar que o primeiro critério para definir posições, caso a pontuação seja a mesma, é o número de vitórias.

Nesses moldes, o Rubro-Negro garante a vaga direta na fase de grupos da Libertadores se vencer o São Paulo no Morumbi. Em caso de empate, no entanto, dependeria de tropeços de Grêmio e Botafogo para se manter entre os quatro primeiros. A derrota é o pior cenário, claro, já que deixaria o Flamengo à mercê de revéses de um dos dois citados.

2. Atlético Mineiro – 66 pontos (19V e +23 de saldo)
3. Flamengo – 66 pontos (19V e +15 de saldo)
4. Grêmio – 65 pontos (20V e +6 de saldo)
5. Botafogo – 64 pontos (18V e +23 de saldo)
6. Red Bull Bragantino – 62 pontos (17V e +15 de saldo)

O Flamengo ainda precisa de mais um resultado positivo para terminar a temporada tranquilo (Foto: Ruano Carneiro/Carneiro Images/Sipa USA)

Mesmo que esteja jogando fora de casa, o Flamengo tem trunfos para conseguir o objetivo. A equipe de Tite enfrentará um São Paulo de férias desde a conquista da Copa do Brasil e seus concorrentes, Grêmio e Botafogo, enfrentarão as boas equipes de Fluminense e Internacional, ambas fora de casa. Para melhorar ainda mais, o Glorioso, que já foi líder isolado, não vence há dez partidas e não dá qualquer sinal de reação nesta reta final.

Chance de título é praticamente nula

O Flamengo sonhou, mas foi pouco. Antes da derrota para o Atlético Mineiro, em confronto direto válido pela antepenúltima rodada, os comandados de Tite estavam empatados com o Palmeiras e chegaram a ultrapassar o Verdão por minutos, na jornada anterior. O 3 a 0 do Galo no Maracanã minou os planos do Rubro-Negro, que seria o único perseguidor capaz de alcançar a carruagem de Abel Ferreira.

O Palmeiras venceu América Mineiro e Fluminense nas rodadas seguintes e, agora, os 69 pontos da equipe paulista parecem inatingíveis. O Flamengo tem três pontos de desvantagem chegando na jornada derradeira e, mesmo que a combinação de resultados seja perfeita, o problema do saldo de gols é grande demais. Enquanto o Alviverde tem +31 no quesito, o Rubro-Negro emplaca apenas +15, ou seja, precisaria tirar 16 de diferença.

  1. Palmeiras – 69 pontos (20V e +31 de saldo)
  2. Atlético Mineiro – 63 pontos (19V e +23 de saldo)
  3. Flamengo – 66 pontos (19V e +15 de saldo)

Vontade de terminar o ano com uma boa impressão

Além da vaga, claro, o Flamengo ainda tem mais uma missão contra o São Paulo. Pelo que foi o ano de 2023, que começou com expectativas altas e terminou com um gosto agridoce, o Rubro-Negro quer deixar uma boa impressão final para a torcida, mesmo jogando fora de casa. Pelo menos foi isso que a Trivela ouviu de diversas pessoas ligadas ao dia a dia do clube, após a vitória sobre o Cuiabá.

Tite tem a missão de levar o Flamengo à fase de grupos da Libertadores de 2024 (Foto: Ruano Carneiro/Carneiro Images/Sipa USA)

A vitória ainda vale pelo lado da premiação, que pode ser ainda maior caso o Galo, vice-líder, tropece diante do Bahia, em Salvador. Se conseguir a segunda colocação, o Flamengo embolsará R$ 42,7 milhões, R$ 2,2 milhões a mais do que a da terceira posição, que é a atual. O campeão do Brasileirão, fora o título, recebe R$ 45 milhões da CBF para seus cofres.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo