Brasileirão Série A

Golaço de falta de Payet nos acréscimos salva, Vasco bate o América-MG e abre vantagem para o Z4

Vasco derrota o América-MG em São Januário graças a golaço de Dimitri Payet e abre vantagem pela primeira vez na luta contra o rebaixamento

Jogando em São Januário contra o América-MG, lanterna do Brasileirão e rebaixado na última rodada, o Vasco precisava vencer neste domingo (12) para finalmente abrir uma vantagem na briga contra o rebaixamento. O Cruzmaltino até abriu o placar rapidamente, com o artilheiro Pablo Vegetti, mas sofreu o empate pouco depois em cabeçada de Gonzalo Mastriani. Parecia que a equipe comandada por Ramón Díaz iria desperdiçar pontos importantes em um jogo que era ‘inegociável’, com o placar estando igual até os acréscimos do segundo tempo. Mas foi aí que Dimitri Payet acertou uma linda cobrança de falta no ângulo esquerdo da meta visitante e garantiu a vitória por 2 a 1, já aos 48 minutos.

O triunfo foi o terceiro seguido do Vasco, agora invicto há quatro jogos, no Campeonato Brasileiro. Os três pontos conquistados neste domingo garantiram ao clube uma certa folga para a zona de rebaixamento pela primeira vez, já que o time carioca agora está três pontos na frente do Cruzeiro, 17º colocado. O próximo confronto do Cruzmaltino é justamente contra a equipe celeste, no Mineirão, no dia 22 de novembro.

Apesar de ter enfrentado um América já rebaixado e sem pretensões na competição, o Vasco não teve vida fácil e viu seu goleiro Léo Jardim ser ameaçado algumas vezes. Para sorte e felicidade dos vascaínos, Payet fez aquilo que o torcedor esperava quando foi contratado para ser o cara na luta contra a degola e decidiu com um golaço de falta, o segundo com a camisa cruzmaltina e o primeiro do clube dessa forma em 2023.

Vasco abre o placar, mas América empata rapidamente

Era esperado que o Vasco pressionasse em busca de abrir o placar nos primeiros minutos da partida, até por jogar em São Januário e estar enfrentando o lanterna do Brasileirão, já rebaixado. O que não era difícil prever é que o Cruzmaltino inauguraria o marcador logo aos três minutos. Gabriel Pec recebeu com campo aberto pela direita ainda antes da linha de meio-campo, arrancou em velocidade, freou e cortou novamente para direita com a chegada da marcação e cruzou rasteiro para o meio da área, onde Pablo Vegetti chegou antes que o zagueiro Ricardo Silva e finalizou de primeira com o pé direito, acertando o lado direito da rede do goleiro Jori.

O gol do argentino fez a torcida vascaína explodir em São Januário. A festa, no entanto, durou pouco. Aos 12 minutos, Daniel Borges cobrou um lateral, recebeu de volta pela direita, cortou para esquerda e teve liberdade para cruzar na medida na entrada da pequena área. Entre Maicon e Paulo Henrique, Gonzalo Mastriani subiu e cabeceou firme para baixo no canto esquerdo de Léo Jardim, que nada pôde fazer para evitar o empate.

O restante da primeira etapa foi movimentado, mas de poucas chances claras de gol. O Vasco chegou duas vezes em cabeçadas de Praxedes após levantamentos na área em cobranças de falta de Alex Teireira, mas uma tentativa foi para fora sem qualquer perigo enquanto a outra parou nas mãos de Jori. Paulinho também desafiou o goleiro americano, mas em um voleio sem muita força que deu pouco trabalho. A melhor oportunidade cruzmaltina foi em um lance bizarro com Zé Gabriel, que arriscou de primeira de longe e mandou a bola muito alto, quase enganando Jory, que precisou espalmar para escanteio.

Já o América incomodou em chegadas pela esquerda, principalmente com as arrancadas de Felipe Azevedo e algumas chegadas de Juninho. Léo Jardim foi exigido em cabeçadas de Felipe Azevedo e Mastriani, mas a melhor oportunidade visitante antes do intervalo foi com o zagueiro Júlio César, que dominou dentro da área após cruzamento pela direita e chutou para fora, já aos 39 minutos.

Payet salva o Vasco nos acréscimos

O Vasco voltou do intervalo com duas mudanças visando retomar a vantagem no placar. Rossi e Dimitri Payet entraram nas vagas de Alex Teixeira e Praxedes, respectivamente. Apesar das alterações, foi o América-MG quem ameaçou primeiro, com Mastriani recebendo cruzamento livre na pequena área e cabeceando à direita da meta vascaína.

A resposta dos donos da casa veio com Vegetti, que desviou de cabeça depois de levantamento na área pela direita e acertou o travessão. Jori tinha saído para tentar cortar o cruzamento, e o rebote ficou com Gabriel Pec na pequena área. Mesmo com o gol aberto, o camisa 11 cabeceou por cima do gol e perdeu uma chance incrível.

O América também carimbou a trave no segundo tempo. Aos 13 minutos, Everaldo recebeu pela direita dentro da área e bateu com força para o meio. Emmanuel Martínez desviou no meio do caminho e acertou o poste esquerdo de Léo Jardim. Aos 32, o Vasco voltou a levar perigo em escapada rápida de Paulo Henrique pela direita e cruzamento rasteiro para Vegetti, mas Jori saiu bem do gol e travou a finalização do atacante.

A reta final do jogo foi lá e cá. O Vasco não concluía bem suas jogadas ofensivas, finalizando mal e sem direção na maioria das vezes. Já o América poderia ter saído com a vitória aos 44 minutos, mas Martínez chutou em cima de Léo Jardim ao receber de Rafael Marques. Tudo indicava que o empate persistiria até o fim, mas Vegetti sofreu falta na entrada da área aos 47.

Foi então que brilhou a estrela de Dimitri Payet. O francês já havia cobrado uma falta na partida, mas acertou a barreira. Dessa vez, ele caprichou e acertou o ângulo esquerdo de Jori, marcando um golaço, garantindo a vitória do Vasco por 2 a 1 e uma Data Fifa mais tranquila com certa distância para zona de rebaixamento.

Classificação

O gol de Payet aos 48 minutos do segundo tempo assegurou a terceira vitória seguida do Vasco no Brasileirão. Agora, o Cruzmaltino é o 15º colocado com 40 pontos, três a mais que o Cruzeiro, que abre a zona de rebaixamento. O time mineiro, no entanto, tem uma partida a menos.

Santos e Bahia empataram neste domingo com São Paulo e Athletico-PR, respectivamente. O Alvinegro da Vila Belmiro aparece logo na frente do Vasco com 42 pontos, enquanto o Tricolor baiano tem 38. Ambas as equipes disputaram um jogo a mais que o time carioca. O já rebaixado América-MG, por sua vez, permanece com 21 pontos e na lanterna do Campeonato Brasileiro.

Próximos jogos de Vasco e América-MG

O Vasco terá mais um jogo decisivo na luta contra o rebaixamento após a Data Fifa de novembro. No dia 22, quarta-feira, o Cruzmaltino enfrentará o Cruzeiro no Mineirão, às 19h (de Brasília), em partida atrasada válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Já o próximo compromisso do América-MG será no dia 26, domingo, diante do Flamengo. O confronto será realizado no estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia, pela 35ª rodada da Série A do Brasileirão.

Estatísticas de Vasco 2 x 1 América-MG

  • Posse de bola: Vasco 49% x 51% América-MG
  • Finalizações (a gol): Vasco 17 (6) x 16 (6) América-MG
  • Grandes chances: Vasco 4 x 4 América-MG
  • Passes certos: Vasco 315 (83%) x 324 (83%) América-MG
  • Gols: Pablo Vegetti, aos 3 minutos do 1ºT, e Dimitri Payet, aos 48 minutos do 2ºT (Vasco); Gonzalo Mastriani, aos 12 minutos do 1ºT (América-MG)
Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo