Brasileirão Série A

‘Coutinhomania’ invade São Januário antes de partida entre Vasco e Corinthians

Anunciado pelo Vasco nesta quarta-feira, Philippe Coutinho já apareceu em camisas, faixas, placas e músicas em São Januário

A volta de Philppe Coutinho ao Vasco empolgou a torcida do Vasco. Nesta quarta-feira (10), São Januário viveu uma noite de “Coutinho-mania” antes do confronto contra o Corinthians, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.

Após o anúncio da volta do meia, que retorna ao clube que o revelou depois de 14 anos, Coutinho já estava por todos os lados em São Januário. Camisas, faixas, placas, músicas, telão… Praticamente em todo lugar que se olhava, havia alguma referência ao jogador.

Na Mega Loja de São Januário, os torcedores fizeram filas para comprar e personalizar camisas com o nome de Coutinho e o 11, número que o meia vai utilizar neste retorno ao clube. O funcionário responsável pela personalização das camisas falou à Trivela que já havia perdido a conta de quantas peças já haviam sido feitas com o “Coutinho – 11”.

Um deste torcedores foi Roberto Viana, que já estava com a camisa do Vasco com o nome de Coutinho e o número 11. Para ele, que tem 43 anos e recordou do início da carreira do jogador, o retorno de Philippe Coutinho no Vasco é histórico.

– Lembro do Coutinho em 2008, lembro do 6 a 0 (no Botafogo) em que ele fez gol. O Coutinho é craque e está de volta para casa. Vai ser só felicidade. É a maior contratação do futebol brasileiro – disse Roberto Viana à Trivela.

Outro torcedor que saiu feliz da loja do Vasco com uma camisa nova foi o garoto Lucas. Ele ganhou, do pai Bruno, a camisa com o nome de Coutinho e o número 11.

– Muita empolgação, um jogador muito grande, que finalmente está voltando para casa. Tomara que ele consiga ajudar o time – disse Lucas.

Torcedores do Vasco fizeram fila para colocar o nome de Coutinho na camisa (Foto: Gabriel Rodrigues/Trivela)
Torcedores do Vasco fizeram fila para colocar o nome de Coutinho na camisa (Foto: Gabriel Rodrigues/Trivela)

Coutinho é ídolo do Vasco?

Enquanto na Mega Loja muitos torcedores colocavam o nome de Coutinho na camisa, do lado de fora, na frente de São Januário, uma torcida organizada do clube estendeu um bandeirão com a imagem do meia e a frase “O Mago – De São Januário para o mundo”, valorizando a história que o cria da Colina construiu nos últimos 14 anos.

Mesmo com a saída precoce, no meio de 2010, logo após completar 18 anos, e ainda que só tenha conquistado o título da Série B de 2009, Philippe Coutinho é uma das crias do Vasco mais queridas pela torcida. Para alguns, o meia, mesmo com uma breve passagem como profissional, já pode ser considerado ídolo do clube.

– É uma opinião meio louca, mas eu acho que o Coutinho é ídolo já. Ele não ganhou nada, jogou pouco, mas ele tinha 16, 17 anos. Mas mesmo assim teve jogos marcantes. Ele estava no 6 a 0 no Botafogo no Nilton Santos. Eu era novo, mas lembro. Já dava para ver que o moquele era especial. Era muito diferente. Foi vendido rápido, é normal. Tem tudo para ele virar mais ídolo ainda. É um cara que a torcida tem muita admiração e tem tudo para virar muito ídolo – disse o jornalista Gabriel Grey, que também já estava com a camisa com o nome e o número de Coutinho.

Funk sobre Coutinho vira hit em São Januário

Dentro de São Januário, as camisas com o nome de Coutinho estavam espalhadas pelas arquibancadas. Enquanto o telão mostrava a imagem do meia para divulgar uma promoção no plano de sócio-torcedor, no sistema de som do estádio tocava a música “A Barreira vai virar baile”, funk criado por MC Darlan com garoto Blogueirinho da Colina, que cita o retorno de Coutinho para o clube.

“O cria tá vindo aí, o Pedrinho confirmou
Que o Coutinho voltou, querendo demais
Anota mais três pontos na conta do pai
A Barreira vai virar baile”, diz um trecho do funk, que foi cantado em coro por parte da torcida do Vasco.

Quais os próximos passos de Coutinho no Vasco?

Anunciado nesta quarta-feira, Coutinho será apresentado pelo Vasco em dois eventos diferentes. Nesta quinta (11), o meia vai conceder a sua primeira coletiva como jogador vascaíno neste retorno ao clube. A entrevista será concedida na Sede Náutica da Lagoa, às 15h.

O Vasco também pretende fazer um evento com a presença dos torcedores, no sábado (13), em São Januário. Esta parte, no entanto, ainda será confirmada pelo clube.

Com o contrato assinado, Coutinho pode ser registrado pelo Vasco no BID da CBF. Após esta parte burocrática, ele poderá estrear pelo clube. Existe a expectativa de que o meia já fique à disposição para a partida contra o Atlético-GO, no dia 17 de junho, no Antônio Accioly, pelo Campeonato Brasileiro.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel RodriguesSetorista

Jornalista formado pela UFF e com passagens, como repórter e editor, pelo LANCE!, Esporte News Mundo e Jogada10. Já trabalhou na cobertura de duas finais de Libertadores in loco. Na Trivela, é setorista do Vasco e do Botafogo.
Botão Voltar ao topo