Brasil

Botafogo e Vasco fazem confronto direto para evitar possível vexame no Campeonato Carioca

Com campanhas irregulares, Botafogo e Vasco ainda brigam por uma vaga no G4 da Taça Guanabara e correm o risco de ficar fora das semifinais do Campeonato Carioca

O clássico entre Botafogo e Vasco, neste domingo (18), no Nilton Santos, vai colocar frente a frente dois clubes que lutam por objetivos parecidos no Campeonato Carioca. E, mais do que a vaga no G4 da Taça Guanabara e o desejo de seguir na briga pelo título, os times, que se enfrentam às 16h (horário de Brasília) tentam evitar o vexame de ficar fora dos quatro primeiros colocados e ter que disputar a Taça Rio.

Atualmente, o Botafogo é o quarto colocado da Taça Guanabara, com 14 pontos, enquanto o Vasco vem uma posição atrás, com 13. O Nova Iguaçu é o terceiro colocado, com 15, enquanto Flamengo e Fluminense já vivem situações um pouco mais confortáveis na briga pela vaga para as semifinais do Carioca.

A três rodadas do fim da Taça Guanabara, o resultado do clássico deste domingo pode complicar a situação do time perdedor – caso haja um, é claro. O Vasco, por exemplo, no pior dos cenários, pode ficar até quatro pontos atrás do Botafogo e cinco do Nova Iguaçu, caso o time da Baixada Fluminense vença o seu jogo contra o Audax, neste domingo (18), às 21h30 (horário de Brasília), em Bacaxá.

Já o Botafogo, caso tenha um resultado negativo contra o Vasco, ainda pode se complicar pela agenda complicada. Pela disputa da segunda fase da Copa Libertadores, contra o Aurora, da Bolívia, o técnico Tiago Nunes deve utilizar um time misto nas próximas duas rodadas do Carioca, contra o Vasco e o Audax. Além disso, na última rodada da Taça Guanabara, o Glorioso tem mais um clássico, dessa vez contra o Fluminense.

Vale ressaltar, é claro, que o Campeonato Carioca não é a prioridade de Botafogo e Vasco nesta temporada. O Glorioso aposta todas as suas fichas neste começo de ano na busca por uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores. Já o Cruz-Maltino, que, além do Carioca, disputa apenas o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil, vai tentar fazer boas campanhas na competições nacionais. Mas uma queda precoce no Carioca pode aumentar a pressão sobre os clubes, que terminaram a última temporada em situações delicadas, com o Glorioso em queda livre no Brasileiro e o Cruz-Maltino lutando contra o rebaixamento.

Botafogo e Vasco já fizeram final da ‘nova' Taça Rio

Desde 2021, o Campeonato Carioca é disputado no seu atual formato. Assim, os clubes classificados do 5º ao 8º colocado da Taça Guanabara disputam a Taça Rio, com semifinal e final, enquanto os quatro melhores disputam as semifinais do Estadual. E, das três edições disputadas neste formato, o Glorioso participou duas vezes da Taça Rio, enquanto o Vasco disputou uma edição. No primeiro ano, inclusive, os dois fizeram a final, e o Cruz-Maltino ficou com o título, nos pênaltis.

No último ano, sob o comando de Luís Castro, o Botafogo voltou a disputar a Taça Rio e, dessa vez, ficou com o título ao vencer o Audax na decisão. Em 2022, no único ano sem a participação de algum dos quatro grandes da capital na Taça Rio, o título ficou com o Resende, que bateu o Nova Iguaçu na final.

Botafogo e Vasco chegam desfalcados para o clássico

Não é só a situação da tabela de Botafogo e Vasco que é parecida. Os dois clubes também chegam com problemas para a partida deste domingo. O Glorioso não conta com os lesionados Jeffinho, Jhon e Luiz Henrique, enquanto o Cruz-Maltino também perdeu, por lesão, os meias Paulinho e Jair. O técnico Ramón Diaz ainda não conta com os zagueiros Medel e João Victor, suspensos.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor de Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo