Brasil

Livre, contente e com gana, Borré chega ao Internacional hoje: como será sua trajetória?

Depois do Internacional conseguir liberação antecipada com o Werder Bremen, Borré desembarca nesta terça-feira (5) em Porto Alegre, com promessa de grande festa da torcida colorada

A espera foi longa, mas poderia ser maior. Após negociar por várias semanas com o Eintracht Frankfurt, o Internacional anunciou a contratação de Rafael Borré em 17 de janeiro. Mas, para contar com o atacante colombiano ainda no primeiro semestre, precisava desatar nó com o Werder Bremen, a quem o jogador estava emprestado. Enfim, no último sábado (2), após a vitória sobre o Juventude, pelo Campeonato Gaúcho, o presidente Alessandro Barcellos confirmou a chegada do badalado reforço em Porto Alegre para o início da tarde desta terça-feira (5).

Para antecipar essa vinda em quase quatro meses, o Inter precisou compensar o Werder Bremen financeiramente. E não foi tarefa fácil, já que o clube alemão para o qual Borré estava emprestado não gostou de ver o jogador ser anunciado e aparecer vestindo a camiseta de outro clube. Além de abrir o cofre, a direção colorada precisou contar com a colaboração de todas as partes envolvidas no negócio.

— O Internacional, desde que concluiu as negociações para contratação dele junto ao Frankfurt, deixou muito claro para Werder Bremen, Frankfurt, jogador, de que estávamos no limite da possibilidade de qualquer tipo de recurso a mais. Então a vinda dele, antecipada, não envolve apenas recursos do Internacional. Aqui há de se elogiar a postura de diálogo do Bremen, do Frankfurt, e do agente do jogador e do jogador, que também fizeram esforços para a gente poder viabilizar a chegada dele antecipada — frisou Barcellos.

O desejo de Borré era claro. Reserva do Bremen desde o anúncio por parte do Internacional, o atacante colombiano queria vir quanto antes para Brasil. E comemorou o desfecho positivo da negociação, como indicou em áudio enviado para Barcellos, que foi divulgado pelo presidente colorado na tarde de segunda-feira (4).

— Muito obrigado, ‘presi'. Agradeço muito a ti e ao clube por todo esforço. Sei que foi difícil todo esse tempo. À torcida também, a pressão deles serviu muito para que tudo possa acontecer agora. Estou contente, tenho muita gana de estar com a equipe, de começar a treinar, de começar a sentir toda a paixão, verdadeira, do futebol na América do Sul. Que consigamos grandes coisas juntos, com a ajuda de Deus, tenho certeza, muita fé de que vamos conseguir grandes coisas — celebrou Borré.

Após campanha #FreeBorré, torcida colorada promete grande festa no aeroporto

A torcida colorada, de fato, se mobilizou para ver o colombiano vestindo suas cores quanto antes. Desde o anúncio da contratação, a hashtag #FreeBorré tomou conta das redes sociais, especialmente no perfil do Werder Bremen. O Inter até brincou com isso ao confirmar a informação da chegada antecipada do atacante.

A promessa é de grande festa dos colorados para recepcionar Borré no Aeroporto Salgado Filho no início da tarde desta terça-feira (5). O clube, inclusive, promoveu uma promoção em que 19 sócios sorteados ganharão camisetas alusivas ao atleta e terão a oportunidade de fazer fotos com o novo reforço, que vestirá a camisa 19. Um sortudo também poderá fazer uma pergunta ao novo reforço na entrevista coletiva de apresentação do jogador, quarta-feira (6), no Beira-Rio.

Relembre a trajetória de Borré

Borré foi revelado no Deportivo Cali, da Colômbia, e vendido para o Atlético de Madrid, que o emprestou para o Villareal, em 2017. No mesmo ano, o colombiano retornou à América do Sul, onde se tornou ídolo do River Plate. Maior artilheiro da Era Marcelo Gallardo, ele marcou 56 gols em 146 jogos, conquistando Libertadores, Recopa Sul-Americana, dois Campeonatos Argentino e duas Supercopas da Argentina.

Borré retornou à Europa em 2021. Em duas temporadas no Eintracht Frankfurt, marcou 15 gols e distribuiu 10 assistências em 92 jogos, conquistando um título da Liga Europa. Emprestado ao Werder Bremen, o atacante marcou quatro gols em 19 jogos na atual temporada europeia. Na carreira, ele ainda soma cinco gols em 30 partidas pela Seleção Colombiana.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho e formado em Jornalismo pela PUC-RS, já passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. É, também, coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo