BrasilCampeonato Brasileiro

A idade não pesou em Magno Alves, que saiu do banco e comandou a grande virada do Flu

Pode-se discutir o nível técnico do Campeonato Brasileiro, a qualidade dos jogadores que atuam no país, a abertura cada vez maior aos estrangeiros. Não é nada disso, porém, que diminui o poder de decisão de Magno Alves. Se o veterano atraiu novamente o interesse do Fluminense, foi por sua excelente fase com o Ceará em 2015. E, ainda que as grandes atuações não sejam tão constantes nas Laranjeiras, o atacante de 40 anos demonstrou nesta segunda-feira que segue sabendo muito do riscado. O ‘magnata’ entrou em campo para mudar a história do jogo na vitória por 4 a 2 sobre o Atlético Mineiro, no Estádio Giulite Coutinho.

Em um primeiro tempo equilibrado, o Galo foi para o intervalo em vantagem, graças ao gol de Robinho. Mas o confronto mudou totalmente a partir do segundo tempo, quando Magno Alves entrou no lugar de Danilinho. O Flu botou os atleticanos contra a parede e, sem perdoar as brechas dos adversários, balançou as redes quatro vezes. Todas elas com a participação do atacante. O camisa 20 deu assistências para Douglas, Marquinhos e Maranhão balançarem as redes. Além disso, ainda sofreu a falta que rendeu o golaço de Gustavo Scarpa. Os mineiros, que até tentaram reagir no fim, mas só descontaram com Otero.

Coincidentemente, o destaque da noite entrou em campo justo no momento em que Fred saiu, substituído no intervalo por Otero. E, enquanto esteve na partida, o velho ídolo teve que aturar as provocações da torcida, em seu segundo reencontro com os tricolores. “Torcedor é assim mesmo. Isso não muda o fato de que o Fred escreveu o nome dele na história do Fluminense. Sobre o jogo em si, que bom que a gente ganhou dele também”, comentou Magno Alves, sem esconder o sorriso.

Magno Alves pode não aparecer entre os titulares do Fluminense, com apenas cinco partidas no 11 inicial e outras dez saindo do banco de reservas. De qualquer forma, o que vale é a produtividade nas últimas rodadas. No início do mês, o atacante já tinha contribuído decisivamente, com o gol da vitória por 3 a 2 sobre o Figueirense. Tentos importantes para deixar o Flu na sétima colocação e a apenas três pontos do G-4.

Abaixo, o vídeo com o golaço de Gustavo Scarpa:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo