América do Sul

Celeiro de talentos? Como estão os Sul-Americanos no ranking da Fifa

Com apenas Brasil e Argentina no top-10, boa parte das seleções da América do Sul estão abaixo das 30 melhores

O ranking da Fifa, importante para definir quem serão as seleções cabeças de chave na Copa do Mundo, é uma boa forma de ilustrar a fase esportiva dos países.

Até por isso, a campeã do mundo e líder das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2026, Argentina, é o melhor selecionado do mundo em questão de pontos, com 1.858.

A situação dos hermanos, porém, não é uma realidade para as equipes nacionais da América do Sul.

Seleções sul-americanas são coadjuvantes no ranking da Fifa

O top-10, quase todo dominado por europeus, só tem o Brasil, além da Argentina, como representante da Conmebol.

Eliminado nas quartas de final do último Mundial, além de viver má fase sob comando dos interinos Ramon Menezes e Fernando Diniz, a Seleção Brasileira é apenas a quinta, atrás de França, Bélgica e Inglaterra.

No recorte das 15 melhores, vemos mais duas representantes. A Colômbia, invicta há 21 partidas (desde fevereiro de 2022), já está em 12º, tendo subido duas posições na última atualização da Fifa, em 4 de abril.

O Uruguai de Marcelo Bielsa é apenas o 15º, ainda reflexo da péssima Copa que fez, pois retomou uma boa fase treinado por El Loco.

Abaixo do top-30, aí vemos mais da metade dos selecionados do continente sul-americano.

O Equador é o 31º, seguido logo na sequência pelo Peru. O Chile, que viveu grande fase na última década, ocupa apenas a 42ª posição, enquanto a Venezuela, em crescente nos últimos anos, está em 54º.

Com a melhora venezuelana, a Bolívia ganhou, definitivamente, o posto de pior seleção da Conmebol. Entre ps 210 selecionados filiados à Fifa, La Verde é a 85ª.

Veja como estão as 10 seleções da Conmebol no ranking da Fifa

  • 1. Argentina – 1858 pontos
  • 5. Brasil – 1788.65 
  • 12. Colômbia –  1664.28
  • 15. Uruguai – 1659.39
  • 31. Equador – 1518.22 
  • 32. Peru – 1515.82
  • 42. Chile – 1491.71
  • 54. Venezuela – 1442.71
  • 56. Paraguai – 1430.73
  • 85. Bolívia – 1283.88

Como a Fifa define o ranking de seleções?

No site oficial da entidade máxima do futebol mundial, eles afirmam utilizar o “Modelo Elo” para definir o ranqueamento das seleções, método adotado a partir de agosto de 2018.

O Modelo Elo aumenta ou subtrai a pontuação dos selecionados levando em conta quatro critérios relacionados aos jogos anteriores.

  • Força relativa das duas seleções que se enfrentam
  • Importância do jogo, seja amistoso ou competição
  • Resultado da partida
  • Resultado esperado da partida

A próxima atualização será em 19 de junho, daqui a 24 dias, após a última janela de amistosos antes das competições continentais.

Meio do ano tem Euro e Copa América, essenciais para o ranking

A atualização seguinte será após o pontapé inicial da Eurocopa 2024, competição inicia em 14 de junho, na Alemanha.

Até lá, todas as favoritas terão atuado, com destaque para França (2ª no ranking da Fifa) e Inglaterra (4ª), além de Bélgica (3ª), Portugal (6ª), Holanda (7ª), Espanha (8ª), Itália (9ª) e Croácia (10ª).

Já a Copa América só inicia em 20 de junho, quando a atual campeã Argentina pega o Canadá. A Seleção Brasileira entra em campo quatro dias depois, contra a Costa Rica.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo