Libertadores

Lei do ex? Soteldo reencontra sua primeira casa fora da Venezuela em jogo decisivo para o Grêmio

Atacante venezuelano atuou em 2017 no Huachipato, do Chile, que é adversário do Tricolor Gaúcho em partida decisiva pela Libertadores nesta terça-feira (4)

O jogo contra o Huachipato, nesta terça-feira (4), às 21h, pela Libertadores, é decisivo para o Grêmio. E ainda mais especial para Soteldo. O atacante de 26 anos voltará a jogar no Estádio CAP, em Talcahuano, no Chile, que foi sua primeira casa fora da Venezuela.

Depois de iniciar a carreira no Zamora, Soteldo se transferiu para o Huachipato em 2017. Em um ano por lá, disputou 29 jogos, marcou seis gols e distribuiu quatro assistências, até ser negociado com a Universidade de Chile.

— Para mim foi muito lindo. Foi o primeiro time em que joguei fora do meu país. Passei um momento muito lindo lá. Mas agora estou aqui, agora é enfrentar eles — disse Soteldo ao ser questionado pela Trivela na zona mista do Couto Pereira, após a goleada por 4 a 0 sobre o The Strongest, na última quarta-feira (29).

Depois da derrota em Porto Alegre, Grêmio não pode perder novamente para o Huachipato

Soteldo já enfrentou o Huachipato na derrota gremista, por 2 a 0, na Arena do Grêmio, no último dia 9 de abril, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Na ocasião, o venezuelano foi bem marcado por Felipe Loyola, que inclusive marcou o primeiro gol da vitória dos chilenos.

Soteldo é marcado por Loyola na derrota por 2 a 0 do Grêmio para o Huachipato. Foto: Maxi Franzoi/IconSport

Agora, o confronto do returno é decisivo para as duas equipes. Na segunda colocação do Grupo C, com oito pontos, o Huachipato se classifica, e em primeiro lugar, em caso de vitória. Para chegar vivo em seu último jogo, sábado (8), contra o Estudiantes, o Grêmio, terceiro colocado, com seis pontos, não pode perder.

— A gente vai encontrar o que eles mostraram na Arena. Eles são um bom time. A gente tem que ir lá com a mentalidade de sair com um bom resultado. Vamos sair para ganhar desde o começo do jogo, não procurar o empate. Mas o mais importante é trazer um bom resultado para o último jogo aqui em casa — projetou Soteldo.

Grêmio preservou titulares para chegar bem fisicamente no Chile

Em tese, Soteldo chega para o decisivo jogo desta terça-feira (4) com tanque cheio. Ele e os outros titulares do Grêmio foram preservados do início da derrota por 2 a 0 para o RB Bragantino, no último sábado (1º), pelo Campeonato Brasileiro. O venezuelano entrou apenas aos 16 minutos do segundo tempo. Algumas boas jogadas suas pelo lado direito não foram suficientes para reverter o placar.

Depois do jogo em Curitiba, o Grêmio viajou no domingo (2) para o Chile. Na segunda-feira (3), um último treinamento foi realizado no campo da Universidad Técnica Federico Santa María, em Concepción, a três quilômetros de onde a delegação está concentrada.

Sem Villasanti, que já se apresentou à Seleção Paraguaia, a escalação que Renato Portaluppi mandará a campo deve ser a mesma da goleada sobre o The Strongest: Marchesín; João Pedro, Rodrigo Ely, Kannemann e Reinaldo; Dodi e Pepê; Galdino, Cristaldo e Soteldo; Diego Costa.

Grêmio na Libertadores 2024

  • 3º colocado do Grupo C, com 6 pontos em 4 jogos;
  • 2 vitórias e 2 derrotas;
  • 5 gols feitos e 4 gols sofridos;
  • 50% de aproveitamento.
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo