Libertadores

Palmeiras administra vantagem, elimina Deportivo Pereira e garante mais uma semifinal de Libertadores

Aproveitando 4 a 0 na Colômbia, Palmeiras tirou o pé no Allianz Parque e confirmou a quarta semifinal de Libertadores seguida

Deu a lógica no Allianz Parque: classificação do Palmeiras. Após goleada por 4 a 0 na Colômbia, o Alviverde cozinhou o Deportivo Pereira na noite desta quarta-feira (30), administrou a enorme vantagem que tinha e garantiu vaga na semifinal da Copa Libertadores – a quarta consecutiva do clube desde 2020.

Para um público de 37.785 torcedores, o Verdão não jogou seu melhor futebol e chegou a ser surpreendido pelos visitantes em determinados momentos da partida. No entanto, com a cabeça fria e o coração quente, Abel Ferreira e seus comandados deixaram mais uma vítima pelo caminho e seguem firmes na luta pelo tetra. 

Com o avanço de fase, o Palmeiras de Abel fez história na Libertadores. Desde 2020 no clube alviverde, o técnico português disputou todas as semifinais possíveis. Antes disso, somente o River Plate tinha alcançado tal feito, entre 2017 e 2020. 

Sem Dudu, Abel Ferreira opta por Flaco López na escalação inicial

O jogo contra o Deportivo Pereira foi o primeiro do Palmeiras após a grave lesão de Dudu. O atacante e ídolo da torcida alviverde rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito durante a vitória sobre o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro, e está fora da temporada. Para substituir o camisa 7, o argentino Flaco López foi o escolhido de Abel Ferreira, pelo menos neste primeiro momento. 

O técnico português optou por uma formação com três zagueiros: Gustavo Gómez, Luan e Murilo. Marcos Rocha e Piquerez atuaram como alas, enquanto Zé Rafael, Richard Ríos e Raphael Veiga compuseram o meio-campo palmeirense. Lá na frente, Rony e Flaco López. 

Em primeiro tempo morno, Deportivo Pereira carimba trave de Weverton

Depois de golear o Deportivo Pereira por 4 a 0 na Colômbia, o Palmeiras tinha a faca e o queijo na mão para a partida de volta. E a etapa inicial no Allianz mostrou que o time de Abel Ferreira estava ciente disso. O objetivo era não dar sopa para o azar e jogar sério do primeiro ao último minuto. Feito. Apesar de ter tomado alguns sustos, a equipe alviverde mostrou segurança, comprometimento e contou com uma pitada de sorte. 

O primeiro lance de perigo veio dos pés de Flaco López. Aos 16 minutos, o atacante argentino errou o domínio no campo de ataque, mas recuperou a bola após vacilo da zaga colombiana e avançou em direção ao gol. Na entrada da área, finalizou de canhota e parou em defesa do goleiro Quintana. 

O Deportivo Pereira foi responder só nos acréscimos, mas assustou o Palmeiras em dose dupla. Com 42 minutos no relógio, o volante Zuluaga aproveitou bate-rebate na área alviverde, pegou a sobra e chutou para o gol. Weverton encaixou firme e impediu o tento dos visitantes. Logo na sequência, a melhor chance do jogo até então. O atacante Ángelo Rodríguez aproveitou bobeada de Gustavo Gómez, limpou a marcação de Marcos Rocha, arriscou finalização cruzada e acertou o pé da trave. 

Roteiro se repete na etapa complementar e placar não é alterado no Allianz 

O Palmeiras voltou mais ligado do intervalo e quase abriu o placar logo aos 40 segundos do segundo tempo. Mayke disparou pela direita e achou Raphael Veiga na entrada da área. O meio-campista dominou com categoria e emendou chute no canto. Quintana se esticou todo e agarrou sem dar rebote. A equipe alviverde dava sinais de que estava perto do primeiro gol. Aos 20 minutos, Richard Ríos roubou bola no meio-campo e rolou para passagem de Flaco López, que fez cruzamento na segunda trave buscando Artur. O camisa 14 bateu de esquerda e obrigou o goleiro colombiano a efetuar defesa complicada. 

Se estava difícil de furar a defesa do Deportivo Pereira no 11 contra 11 em campo, Quintero tratou de facilitar a vida do Palmeiras na partida. Em um intervalo de três minutos, o zagueiro ex-Fortaleza fez duas faltas em Endrick, recebeu dois cartões amarelos e acabou expulso. A partir de então, o Alviverde se lançou ao ataque e passou a pressionar muito a equipe visitante. 

Endrick entrou bem, deu mais intensidade ao time palmeirense e por pouco não inaugurou o marcador aos 36’. Lançado por Vanderlan, o jovem atacante de 17 anos ganhou na velocidade da marcação e tocou por cima do goleiro, que desviou e mandou para escanteio. Os comandados de Abel Ferreira seguiram tentando e martelando o adversário, mas o gol não saiu.  

Estatísticas de Palmeiras 0 x 0 Deportivo Pereira – Copa Libertadores 2023

  • Posse de bola: 62% x 38%
  • Finalizações: 13 x 10
  • Finalizações no gol: 7 x 3
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo