Libertadores

O quebra-cabeça de Fernando Diniz para escalar Fluminense na Libertadores

O Fluminense estreia na Libertadores contra o Alianza Lima com sete desfalques, e Fernando Diniz precisará mudar escalação

O Fluminense encerrou sua preparação no Brasil para estrear na Libertadores, mas viajou com problemas para o Peru. Quando entrar em campo no Estádio Alejandro Villanueva para enfrentar o Alianza Lima, às 21h30 (de Brasília) o Tricolor terá muitos desfalques, e o técnico Fernando Diniz precisa montar um quebra-cabeça para escalar o time.

A escalação mais uma vez será diferente de todas que Diniz utilizou até aqui. Se terá retornos importantes entre os jogadores que se recuperaram de contusão nos dias de preparação após a eliminação no Campeonato Carioca, o Flu agora tem novos problemas.

Isso porque entre suspensos e lesionados, o Fluminense terá oito desfalques para o jogo contra o Alianza Lima, na estreia da Libertadores. Atual campeão e cabeça de chave do Grupo A, o Tricolor terá novidades na escalação.

— O número de lesões, são lesões evitáveis. Teve uma lesão em lance muito peculiar do Douglas Costa, em que ele chutou o chão, e agora o problema muscular do Ganso. As outras lesões, em maioria, são articulares. São coisas que a gente não tem muito controle. Como dou muito treino tático, gosto de ter jogadores com saúde, e que a gente não tenha que ter muito jogador de fora — afirmou Fernando Diniz em coletiva, respondendo sobre lesões e a formação do elenco.

Fluminense tem oito desfalques para estreia na Libertadores

Com a ausência confirmada de Cano, o Fluminense terá sete desfalques para a estreia na Libertadores. Além do argentino, o Tricolor viu outros cinco jogadores ficarem de fora do treino desta segunda-feira.

Paulo Henrique Ganso, Gabriel Pires e Germán Cano fizeram trabalhos de transição do departamento médico para o campo. Por outro lado, Keno e Marlon seguem em tratamento das lesões que tiveram e nem sequer iniciaram a transição. Manoel sofreu uma entorse no tornozelo e também virou baixa.

Assim, Fernando Diniz precisará mexer no time. Existe a possibilidade de ir a campo sem um atacante de área. O técnico testou o ponta Marquinhos no ataque junto a Douglas Costa e Arias, com todos mudando de posição e Renato Augusto também infiltrando por dentro no ataque.

Veja desfalques do Fluminense para estreia na Libertadores

  • Marlon (zagueiro) — dores no joelho direito;
  • Paulo Henrique Ganso (meia) — lesão muscular na panturrilha direita;
  • Germán Cano (atacante) — entorse no joelho direito;
  • Keno (atacante) — entorse no tornozelo esquerdo;
  • Gabriel Pires (volante) — dores no joelho direito;
  • Manoel (zagueiro) — entorse no tornozelo esquerdo;
  • John Kennedy (atacante) — suspenso por expulsão na Recopa;
  • Diogo Barbosa (lateral) — suspenso por expulsão na Recopa.

Diniz monta quebra-cabeça no Fluminense para Libertadores

Com tantos problemas, Fernando Diniz precisou mexer bastante no time. Mas o elenco para 2024, ao menos, oferece mais opções para o treinador lidar com os desfalques. Reforços como Renato Augusto e Douglas Costa estarão entre os titulares.

Entre os 50 inscritos na Libertadores, há apenas dois centroavantes de área. Também por isso, Diniz testou Marquinhos no ataque em uma configuração sem uma referência. Dessa maneira, Renato Augusto serviria também como falso 9, mas não só ele. O restante do time deve ser bem parecido com os titulares de 2023.

A ideia é justamente que todos flutuem na frente para mexer com a linha de três zagueiros que o Alianza Lima costuma usar — principalmente nos jogos em casa. Os peruanos, comandados por Alejandro Restrepo, não vivem boa fase no futebol nacional, mas são fortes em seus domínios.

— Lembrar ano passado, tivemos jogos na Copa do Brasil que lançamos mão de jogadores jovens, Isaac, Artur, Giovani. Quando lança da base, mais fácil o time mais redondo. Com elenco mais abastecido, de peso, a gente aumenta nossa chance de levar o time adiante em outras frentes — declarou Fernando Diniz.

Próximos jogos do Fluminense

  • Alianza Lima x Fluminense – Libertadores – quarta, 3 de abril – 21h30 (de Brasília)
  • Fluminense x Colo-Colo – Libertadores – terça, 9 de abril – 21h (de Brasília)
  • Fluminense x Bragantino – Campeonato Brasileiro – sábado, 13 de abril – horário a definir
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo