Libertadores

Ganso pode ser mais um problema para o Fluminense na estreia da Libertadores

Paulo Henrique Ganso ainda não voltou aos treinos com o restante do elenco após sentir dores na panturrilha e, segundo apurado pela Trivela, é dúvida do Fluminense para a estreia na Libertadores

O Fluminense já sabe que terá alguns desfalques para enfrentar o Alianza Lima, no Peru, na quarta-feira (3), pela estreia na Libertadores. Mas pode ganhar outros. O meia Paulo Henrique Ganso segue um cronograma de tratamento específico, mas virou dúvida para a partida.

Ganso sentiu dores na panturrilha direita no primeiro jogo das semifinais do Campeonato Carioca, contra o Flamengo, quando deixou o campo no início do segundo tempo. Na semana seguinte, fez tratamento intensivo, mas não conseguiu jogar a partida de volta.

Ganso sentiu dores na panturrilha no jogo de ida das semifinais do Carioca contra o Flamengo (Foto: Icon sport)
Ganso sentiu dores na panturrilha no jogo de ida das semifinais do Carioca contra o Flamengo (Foto: Icon sport)

Desde então, o camisa 10 do Fluminense faz um tratamento específico no CT Carlos Castilho. O jogador de 34 anos chegou a seguir um cronograma parecido em 2022, na pré-temporada, para evitar lesões durante o restante do ano — e funcionou.

Naquela temporada, Ganso retomou a titularidade depois de quase dois anos e teve sua melhor performance pelo Flu em números: nove gols e nove assistências em 57 jogos. O clube espera ter a mesma sorte em 2024.

Ganso segue tratamento específico no Fluminense

Paulo Henrique Ganso tem feito trabalhos físicos específicos. O meia tem alternado entre o departamento médico e a transição com bola. O camisa 10 quase sempre vai ao campo sozinho com preparadores físicos.

Ganso faz trabalhos específicos com preparadores físicos no Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Ganso faz trabalhos específicos com preparadores físicos no Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

Pessoas ouvidas pela Trivela garantem que Ganso “praticamente dorme no CT”. É o primeiro a chegar e o último a sair todos os dias desde que sentiu dores pela primeira vez.

O caso do meia parecia mais simples anteriormente, mas com as dores persistindo, o clube adotou a opção de fazer um tratamento mais duradouro para o restante do ano. Assim como outros veteranos como Felipe Melo, Marcelo e Germán Cano, Ganso já costuma seguir cronogramas diferentes de treinamento, descanso e trabalhos físicos no Fluminense.

Veja os jogadores fora de combate no Fluminense para Libertadores

  • Paulo Henrique Ganso: faz trabalho específico e é dúvida para a estreia na Libertadores;
  • Marlon: tem uma lesão no joelho direito e faz tratamento no departamento médico;
  • Keno: tem uma lesão no tornozelo esquerdo e faz tratamento no departamento médico.
  • John Kennedy: suspenso por dois jogos pela Conmebol por expulsão na Recopa Sul-Americana;
  • Diogo Barbosa: suspenso por dois jogos pela Conmebol por expulsão na Recopa Sul-Americana;

Ganso é dúvida no Fluminense para estreia da Libertadores

Sua viagem para Lima, entretanto, não está garantida. Para ir com o grupo para a estreia da Libertadores, Paulo Henrique Ganso precisará ser liberado para treinar com o restante do elenco, o que ainda não aconteceu esta semana.

A tendência era que o camisa 10 retornasse aos treinos normalmente já na terça-feira (26), mas isso ainda não aconteceu. Por isso, Ganso ainda é dúvida para jogar contra o Alianza Lima. Caso seja ausência, Renato Augusto deve ser escolhido como titular.

Fernando Diniz, que completou 50 anos na quarta-feira (27), ainda espera pelo jogador. No CT Carlos Castilho, entretanto, o clima não é de otimismo para ter o meia na próxima quarta-feira (3). O Fluminense viaja na segunda-feira (1) para Lima.

Por outro lado, o Flu deve contar com Samuel Xavier, Douglas Costa e Germán Cano, que também estavam fora de combate. O trio já voltou aos treinos com o restante do elenco e, se tudo correr como espera o clube, devem ser titulares no time de Diniz.

Próximos jogos do Fluminense

  • Alianza Lima x Fluminense — Libertadores — quarta, 3 de abril – 21h30 (de Brasília);
  • Fluminense x Colo-Colo — Libertadores — terça, 9 de abril — 21h (de Brasília);
  • Fluminense x Bragantino — Campeonato Brasileiro — sábado, 13 de abril — horário a definir.
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo