Libertadores

Estreia e rival venezuelano é combinação perfeita para o Atlético-MG na Libertadores

Atlético estreia na Libertadores nesta quinta-feira (4) contra o Caracas, da Venezuela, e isso é um bom sinal para o clube

O Atlético-MG estreia nesta quinta-feira (4) na Libertadores 2024 contra o Caracas, na Venezuela, às 19h (de Brasília). O Galo tem ótimos números quando se trata dos seus primeiros jogos na competição e também quando enfrenta equipes venezuelanas. A junção dos dois mundos parece a combinação perfeita para o Alvinegro.

O Atlético encarou mais de sete horas de viagem — graças a ter conseguido um voo fretado, se não seriam mais de 16h —, e está em solo venezuelano desde a noite de terça (2). O Galo não terá na beira do campo o técnico Gabriel Milito, que cumpre suspensão por ter sido expulso na eliminação do Argentinos Juniors para o Fluminense em 2023. Mas o argentino viajou com a delegação, até por ter recém-chegado e precisar aproveitar cada segundo para implementar seu estilo de jogo. O duelo desta quinta será só o segundo jogo do clube desde a chegada dele.

Além da viagem cansativa e, claro, o jogo, o Atlético vem de uma desgastante partida de final de Mineiro contra o Cruzeiro, que se repetirá no próximo domingo (7), quando conheceremos o campeão estadual. Ou seja, o desgaste físico será muito grande e é provável que veremos algumas mudanças na escalação.

Para esta quinta, tudo que o time precisa fazer é manter a escrita do Galo em estreias de Libertadores e contra times venezuelanos.

Atlético invicto em estreias de Libertadores

Se preparando para a sua 14ª edição de Libertadores, o Atlético nunca perdeu em uma estreia até o momento. São seis vitórias e sete empates ao todo. O Galo empatou, sempre contra times brasileiros (1x São Paulo e 2x Flamengo) nas estreias das três primeiras edições que participou. Foi vencer a primeira partida só em 2000, quando bateu o Bolívar por 1 a 0, no Mineirão. Nos últimos anos, quando teve participação muito mais constante, oscilou quase que igualmente entre empates e triunfos. Confira:

  • 1972 — Atlético 2×2 São Paulo — Mineirão
  • 1978 — Atlético 1×1 São Paulo — Mineirão
  • 1981 — Atlético 2×2 Flamengo — Mineirão
  • 2000 — Atlético 1×0 Bolívar-BOL — Mineirão
  • 2013 — Atlético 2×1 São Paulo — Independência
  • 2014 — Zamora-VEN 0x1 Atlético — Estádio Agustín Tovar
  • 2015 — Colo-Colo-CHI 2×0 Atlético — Estádio Monumental David Arellano
  • 2016 — Melgar-PER 1×2 Atlético — Estádio Monumental de la UNSA
  • 2017 — Godoy Cruz-ARG 1×1 Atlético — Estádio Malvinas Argentinas
  • 2019 — Danubio-URU 2×2 Atlético — Estádio Luis Franzini
  • 2021 — Deportivo La Guaira-VEN 1×1 Atlético — Estádio Olímpico
  • 2022 — Tolima-COL 0x2 Atlético — Estádio Manuel Murillo Toro
  • 2023 — Carabobo-VEN 0x0 Atlético — Estádio Olímpico

E invicto também contra venezuelanos

Como podemos ver acima, essa será a quarta vez que o Atlético vai estrear na Libertadores contra um time da Venezuela. Por coincidência, todos foram fora de casa. Mas, além desses duelos, o Galo encarou equipes venezuelanos outras seis vezes em sua história e, somando os 10 jogos, nunca foi derrotado. São oito vitórias e dois empates. Duas dessas partidas foram pela antiga Copa Conmebol.

  • 1995 — Atlético 6×0 Mineros de Guayana — Copa Conmebol
  • 1995 — Mineros de Guayana 0x4 Atlético — Copa Conmebol
  • 2014 — Zamora 0x1 Atlético — Copa Libertadores
  • 2014 — Atlético 1×0 Zamora — Copa Libertadores
  • 2019 — Atlético 3×2 Zamora — Copa Libertadores
  • 2019 — Zamora 1×2 Atlético — Copa Libertadores
  • 2021 — La Guaira 1×1 Atlético — Copa Libertadores
  • 2021 — Atlético 4×0 La Guaira — Copa Libertadores
  • 2023 — Carabobo 0x0 Atlético — Copa Libertadores
  • 2023 — Atlético 3×1 Carabobo — Copa Libertadores
Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo