Libertadores

A idade é problema? Fluminense acumula lesões no início de 2024

Fluminense tem elenco que mais envelheceu com reforços no Brasil, e começo de 2024 tem muitas lesões

O Fluminense vem sofrendo com muitas lesões neste 2024. O início de temporada achatado pelas férias reduzidas por conta do Mundial de Clubes cobrou a conta. Além disso, o Tricolor, que já tinha um time bem experiente em média de idade em 2023, dobrou a aposta nos veteranos. E boa parte deles está com contusões no começo da temporada.

Internamente, o calendário é visto como o grande vilão do início da temporada do Fluminense. As férias até foram compensadas, mas a estreia foi acelerada por conta do regulamento e dos clássicos do Campeonato Carioca, bem como a Recopa Sul-Americana, grande objetivo do Tricolor no primeiro semestre. O pouco tempo fez boa parte do elenco tricolor conviver com dores e contusões.

Elenco que mais envelheceu com reforços no Brasil nos últimos cinco anos, o Flu tem apostado em veteranos no mercado da bola. Alguns, incontestavelmente, deram retorno técnico em 2023. Mas em 2024, até aqui, os fatos se correlacionam: a média de idade aumentou e as lesões também.

Questionado sobre as críticas que recebe, assim como seu elenco, formado por jogadores experientes, após o título da Recopa, Fernando Diniz ironizou.

— Acho uma bobagem, falta de respeito e falta de inteligência — opinou o treinador sobre a média de idade do time.

Veja veteranos que desfalcaram Fluminense em 2024

  • Keno (atacante) — entorse no tornozelo esquerdo;
  • Samuel Xavier (lateral-direito) — dores no joelho direito;
  • Gabriel Pires (volante) — dores no joelho direito;
  • Felipe Melo (zagueiro) — dores no joelho esquerdo;
  • Marcelo (lateral-esquerdo) — dores no joelho direito;
  • Manoel (zagueiro) — entorse no tornozelo esquerdo;
  • Paulo Henrique Ganso (meia) — lesão muscular na panturrilha direita;
  • Germán Cano (atacante) — entorse no joelho direito;
  • Douglas Costa (atacante) — lesão muscular na coxa esquerda;
  • Renato Augusto (meia) — dores na panturrilha direita.

Diniz prioriza técnica e saúde, e ‘ignora’ idade no Fluminense

Quando o Fluminense conquistou a Recopa Sul-Americana, Diniz aproveitou para alfinetar os críticos. O treinador não esconde: a idade é relativa, o importante é a qualidade técnica dos jogadores e a saúde. Se a primeira premissa realmente é incontestável, a segunda voltou a ser alvo de dúvidas.

— Se desse tudo errado para o Fluminense daqui para frente, estariam errados de largada. Porque fomos campeões da Libertadores com o time com média de idade mais alta entre Libertadores, Champions League, Concacaf… É um presente do futebol brasileiro poder contar com esses jogadores. O nível dos caras é prazer na convivência. O povo, e parte da imprensa, gosta de chacota, like e sorriso fácil e não muito da verdade. Mas isso aqui não entra. Entramos com um trabalho de profundidade. Ninguém vai jogar eternamente, mas se estão aqui eles têm qualidade — opinou.

A formação do elenco do Flu levou tudo isso em conta. Ganso e Renato Augusto podem revezar no meio, Keno e Douglas Costa na ponta, Felipe Melo e Thiago Santos na zaga e outros veteranos, como Marcelo e Samuel Xavier, têm reservas mais jovens. No meio do campo, André, Martinelli e Alexsander dão juventude, assim como opções de banco de reservas como Marquinhos e John Kennedy no ataque. A teoria preconiza o equilíbrio, mas o 2024 ainda deixa questões aos tricolores.

Calendário diferente atrapalha preparação do Fluminense

É importante retomar, entretanto, o calendário. As férias fora de hora, a preparação que se iniciou tardia e a obrigatoriedade de levar todos a campo de maneira rápida após uma temporada que se encerrou apenas nove dias antes do ano, claramente cobraram a conta.

O Fluminense trabalha para que os jogadores tenham seu apogeu técnico no início do segundo semestre, para iniciar o mata-mata da Libertadores e quando o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil entrem em fases decisivas. O planejamento está sendo seguido — e o título da Recopa, que fazia parte do todo, foi garantido.

Próximos jogos do Fluminense

  • Fluminense x Colo-Colo – Libertadores – terça, 9 de abril – 21h (de Brasília)
  • Fluminense x Bragantino – Campeonato Brasileiro – sábado, 13 de abril – 21h (de Brasília)
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo