América do SulArgentina

Decisão foi o que não faltou na América do Sul

Uma semana após o fim do Campeonato Brasileiro, foi a vez de diversos torneios na América do Sul terem seu desfecho. Na Argentina, quatro times chegaram com grandes chances de levar o título do Torneo Inicial e com jogos simultâneos entre si para definirem quem seria o campeão. No Uruguai, a disputa do Apertura também era bastante acirrada, e três times brigavam pela taça, que acabou conquistada por aquele em que poucos apostavam.

A Colômbia foi outro país que teve seu campeão definido neste final de semana. Atlético Nacional e Deportivo Cali jogaram no Estádio Atanasio Girardot, que estava completamente lotado, após terem empatado em 0 a 0 no jogo de ida. A partida acabou confirmando uma das equipes como soberana no país. O Peru também teve sua final, mas, por causa de um regulamento injusto, Universitario e Real Garcilaso precisarão de um terceiro jogo para saber quem leva o Torneo Descentralizado de 2013. Confira todas essas histórias e aqueles que sorriram por último.

Ninguém destoou na Argentina, e San Lorenzo confirmou o título

A igualdade marcou a disputa do Torneo Inicial e foi ela que definiu o campeão da competição neste domingo. Vélez Sarsfield, San Lorenzo, Newell’s Old Boys e Lanús entraram na rodada todos com chances de levar o título e se enfrentariam entre si. Os empates nas duas partidas acabaram mantendo tudo como estava antes da última rodada e sagrou o San Lorenzo como campeão.

O Newell’s recebeu o Lanús em jogo eletrizante no Estádio Marcelo Bielsa, foi levemente superior e esteve duas vezes à frente no placar, o que levaria a decisão do Inicial para um jogo extra entre o time de Rosário e o San Lorenzo. Os granates, no entanto, foram buscar o empate duas vezes, e o jogo terminou em 2 a 2. O resultado no Marcelo Bielsa deixava o Vélez Sarsfield a um golzinho de ser o campeão, mas o San Lorenzo, com grande atuação do goleiro Sebastián Torrico, conseguiu segurar o ímpeto dos anfitriões e, com um 0 a 0 no placar, chegou aos 33 pontos e levou o Torneo Inicial. Todos os outros três terminaram a competição com 31 pontos

46 mil vozes comemoram ano perfeito do Atlético Nacional na Colômbia

Estadio Atanasio Girardot Atlético Nacional

Após um empate em 0 a 0 no jogo de ida, o Atlético Nacional recebeu o Deportivo Cali em um abarrotado Anastasio Girardot, com 46 mil pessoas empurrando o time em busca do título do Torneo Finalización 2013. Campeões do Apertura, os Verdolagas fizeram valer o mando de campo e o maciço apoio que tiveram, dominaram os Verdiblancos e venceram por 2 a 0, gols de Duque Montoya e Oscar Fabián Murillos, para ficar com a taça. A campanha durante a fase regular já não deixava dúvidas do favoritismo dos comandados de Juan Carlos Osorio: líderes nos pontos corridos e em seu grupo nos quadrangulares semifinais.

Campeão também da Copa Colombia, diante do Millonarios, o Nacional fechou o ano vencendo tudo no país e certamente entra na Libertadores do ano que vem como um dos estrangeiros mais fortes que os brasileiros poderão encarar.

Duas partidas não foram suficientes no Peru

O Real Garcilaso havia vencido o Universitario por 3 a 2 no jogo de ida da final do Torneo Descentralizado e precisava de apenas um empate na partida de volta, em Lima, para ficar com o título. No entanto, o resultado ao final dos 90 minutos passou longe disso. Com gols de Diego Guastavino, Sebastián Fernández e Rafael Guarderas e muita superiorida, especialmente no primeiro tempo, o Universitario venceu por 3 a 0 e só não ficou com a taça porque o regulamento do Campeonato Peruano não tem o saldo de gols como critério de desempate. O campeão agora será definido em um terceiro jogo, a ser realizado nesta quarta-feira, no Estádio Huancayo. Com que moral chega o Garcilaso depois do passeio na capital?

Tropeços de concorrentes garantem festa do Danubio no Uruguai

Danubio Comemoração

O Danubio entrou na rodada final do Apertura do Uruguai na terceira colocação e pouco cotado para ficar com o título da competição. River Plate e Nacional tinham 30 pontos, um a mais que o Danu, e enfrentariam, respectivamente, Defensor e Fénix, times de má campanha. No entanto, o improvável entrou em campo, o River não passou de um empate por 1 a 1, o Defensor foi derrotado por 2 a 1, e apenas o Danubio conseguiu lograr uma vitória, por 1 a 0, contra o Sul-America. Sete anos após sua última conquista do Apertura, o time volta a levantar a taça do torneio da primeira metade da temporada.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo