Argentina

San Lorenzo: momento de reflexão

É bom que o San Lorenzo abra os olhos. Na 11ª. rodada do Apertura, o Ciclón foi derrotado no clássico diante do Racing, em Avellaneda, e viu dois concorrentes ao título se aproximarem da liderança. Um é o Tigre, segundo colocado. O outro é o Boca, que subiu para a terceira posição. Estaria chegando ao fim o domínio do San Lorenzo no torneio?

O meia Lucero abriu o placar para o Racing logo no primeiro minuto e o atacante Moralez, através de uma cobrança de pênalti, ampliou aos 19 minutos do primeiro tempo. Na etapa final, o lateral-esquerdo Aureliano Torres diminuiu a desvantagem do San Lorenzo, que permanece com 25 pontos. Assim terminou uma seqüência de nove jogos de invencibilidade do Ciclón na competição (oito triunfos e um empate). Na derrota anterior, sofrida na rodada inaugural, o adversário havia sido justamente o Tigre, segundo colocado atualmente.

Não há como negar que o Racing foi o time da rodada. Todavia, isso não está relacionado somente ao fim da série invicta do San Lorenzo. O triunfo da Academia teve um outro significado importante. Em torneios nacionais, o Racing não ganhava um clássico havia 17 jogos (nove empates e oito derrotas).
 

No estádio do Argentinos Juniors, o Tigre derrotou o Huracán por 3 x 0 e alcançou os 23 pontos. Quem fez o primeiro gol foi o meia Morel. O atleta permanece na segunda posição na lista de artilheiros do Apertura, com nove gols. Pelo lado do Globo, a situação continua terrível. O Huracán possui o pior ataque do torneio (sete gols) e está apenas um ponto na frente dos lanternas River e Rosario Central. E é assim que o Huracán se aproxima da comemoração de seu centenário, que irá acontecer no dia 1° de novembro.

O Boca suou bastante para ganhar do fraco Rosario Central. Em La Bombonera, os Xeneizes fizeram 1 x 0 aos sete minutos do primeiro tempo, através do atacante Viatri. Aos 13 da etapa final, o também atacante Zelaya empatou. Somente aos 42 é que os donos da casa garantiram o triunfo. O meia Gaitán, que havia entrado em campo 15 minutos antes, anotou o gol salvador. Agora o Boca tem 20 pontos.

A próxima rodada será realizada nos dias 28 e 29 de outubro. Dos três primeiros colocados, o único que atuará fora de casa é o Boca, cujo adversário será o Banfield. O San Lorenzo recebe o Gimnasia La Plata e o Tigre enfrenta o Independiente. Curiosamente, Banfield, Independiente e Gimnasia La Plata têm 14 pontos cada um.

Nas mãos do Talleres

Não foi completa a 12ª. rodada da segunda divisão, pois o clássico entre Talleres e Instituto foi adiado, devido à forte chuva que caiu em Córdoba. Caso o Talleres tivesse derrotado seu rival, chegaria ao primeiro lugar. Atualmente está com 20 pontos. Dos times que entraram em campo, apenas um venceu como mandante: o Ferro Carril, que não conseguia um triunfo havia cinco partidas (um empate e quatro derrotas). A equipe alviverde ganhou do Independiente de Mendoza pela contagem mínima, com um gol de Díaz. O atleta deixou o banco de reservas aos 18 minutos da etapa final e anotou o gol aos 21. Apesar do feito alcançado, o Ferro tem oito pontos a menos que o líder San Martín (14 x 22). Aliás, o time de San Juan é um daqueles que não venceram como mandante: enfrentou o Defensa y Justicia e só obteve um empate por 0 x 0.

O Aldosivi, que havia iniciado a rodada como líder, ao lado do San Martín, perdeu para o Los Andes por 2 x 0. Trata-se de um resultado inacreditável, já que o oponente era visitante e estava segurando a lanterna. Este foi o segundo triunfo do Los Andes no campeonato. O primeiro havia sido conquistado no jogo anterior, diante do Ferro.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo