Argentina

Salvos por Salvio

Rondón cobrou o pênalti, Ojeda defendeu e a bola sobrou para o próprio Rondón, que fez 1 x 0 para a anfitriã Venezuela. O gol foi marcado aos…dois minutos do primeiro tempo. Assim começou o Sul-Americano Sub-20 para a Argentina. Entretanto, o meio-campo Salvio empatou aos 22 da mesma etapa e garantiu o primeiro ponto para a seleção ‘albiceleste’ na competição. No outro jogo do grupo, o Peru, próximo adversário da Argentina (dia 23), foi derrotado por 2 x 1 pelo Equador.

O resultado da partida entre Argentina e Venezuela não lembrou em nada o que foi visto no Sul-Americano passado (2007), realizado no Paraguai. A Argentina ganhou por 6 x 0 naquela ocasião, com três gols de Mouche, atualmente no Boca. Di Santo, que não foi liberado pelo Chelsea-ING para disputar a edição de 2009, anotou o último gol. Em 2005, na Colômbia, também deu Argentina: 3 x 0.

Antes do empate com a Venezuela, ocorreram duas mudanças na seleção argentina. O defensor Fideleff, do Newell’s, fraturou a mandíbula durante o treinamento de domingo e acabou sendo cortado. Para ocupar sua vaga, o técnico Sergio Batista chamou Federico Fernández, do Estudiantes, presente no amistoso de sábado diante do Corinthians. Detalhe: Fideleff havia sido convocado após o corte de Musacchio, que sofreu uma contusão no joelho direito. Outra mudança aconteceu devido à fadiga muscular do meio-campo Zuculini. O atleta ficou de fora do jogo contra a Venezuela e foi substituído por Marcelo Benítez.

Avellaneda lidera

Independiente e Racing, os rivais de Avellaneda que abriram o Pentagonal de Verão, estão liderando o torneio. Cada um tem quatro pontos. A diferença é que o Rojo atuou apenas duas vezes e a Academia, três. Com dois pontos em duas partidas, aparece o River. Boca e San Lorenzo são os lanternas, com um ponto cada. Os Xeneizes, porém, possuem a vantagem de terem disputado somente um jogo. Já o Ciclón entrou em campo em duas ocasiões.

Depois de ter goleado o Racing na estréia, o Independiente empatou por um gol com o River. O placar foi aberto nos acréscimos do primeiro tempo: Fredes, volante do Rojo, fez 1 x 0. Na etapa final, os Millonarios igualaram através de Gustavo Fernández, de 18 anos. O jovem atacante, que começou a partida no banco, jamais havia atuado como profissional, mas já é bem conhecido. Em 2007, ele disputou o Mundial Sub-17 com a camisa da Argentina.

O Racing não demorou a se recuperar da vexatória derrota por 4 x 0 sofrida para o maior rival. A vitória foi apertada: 1 x 0 diante do San Lorenzo. Quem anotou o único gol do confronto foi o zagueiro Martínez. Em seu compromisso seguinte, o Racing enfrentou o River. O meio-campo Yacob abriu o placar para a Academia aos oito minutos da etapa final e foi expulso aos 20. Somente aos 47 é que o River empatou. O gol foi do atacante Falcao. Antes do encerramento do clássico, os Millonarios também ficaram com dez homens, devido à expulsão do meio-campo Ahumada.

Uma coisa que vem chamando a atenção no pentagonal é o rodízio de goleiros do Racing. Migliore, titular nas últimas oito rodadas do Apertura, atuou contra o Independiente. Diante do San Lorenzo, o escolhido do técnico Llop foi Campagnuolo, que não entrava em campo desde agosto de 2007. No jogo passado, a vaga ficou com Gullotta, presente em dez partidas no Apertura e que se tornou reserva depois da chegada de Migliore. Este rodízio é bem curioso, mas não é uma surpresa, pois Llop já havia dito antes do torneio que daria chance aos três goleiros.

As próximas duas partidas do torneio serão realizadas em Salta e terão a participação do Independiente. Nesta terça-feira, o Rojo terá pela frente o Boca. Três dias mais tarde, o adversário será o San Lorenzo. O último jogo da semana reunirá River e Boca, no sábado, em Mar del Plata.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo