ArgentinaChampions LeagueEuropaPortugal

Ribéry faz companhia a Messi e Ronaldo entre os melhores

Franck Ribéry é quem fará companhia a Cristiano Ronaldo e Lionel Messi na disputa pelo prêmio de melhor jogador da Europa. O francês do supercampeão Bayern Munique é o último a entrar na disputa para tentar impedir o domínio dos dois craques nas premiações mundiais. Na temporada passada, Andrés Iniesta, companheiro de Messi no Barcelona, levou o prêmio da Uefa. Mas ele tem alguma chance de vencer? Parece difícil, mas por que não?

Se olharmos os números, não dá para Ribéry chegar ao patamar das duas maiores estrelas do Campeonato Espanhol. Messi tem 64 gols em 54 jogos, uma marca absolutamente impressionante de 1,18 gol por jogo. Já Ronaldo tem 59 gols em 64 jogos – 0,82 gol por jogo. Ribéry nem de longe chega perto dessas marcas. Tem 13 gols em 52 jogos, marca bastante inferior aos concorrentes. Mas em um quesito ele é melhor do que os dois concorrentes: assistências. O francês fez 27 assistências na temporada, sete a mais que Messi e dez a mais que CR7.

O que favorece Ribéry, claro, é a avalanche de títulos na temporada, ganhando absolutamente tudo que disputou e ainda levando para casa o prêmio de melhor jogador da Bundesliga. Mas é difícil superar o desempenho individual de Messi e Cristiano Ronaldo. Ainda que seus times não tenham atingido a glória que o Bayern conseguiu, os dois estiveram muitas vezes decidindo jogos na temporada. Cristiano Ronaldo foi o melhor jogador da partida em 16 partidas. Já Messi foi o melhor do jogo por 26 vezes. Ribéry foi o melhor jogador da partida em cinco jogos na temporada.

Significa que Ribéry não decide jogos? Não, claro que não. Quem assistiu aos jogos do Bayern sabe o quanto o francês é letal e o quanto ele jogou bem na temporada. A questão é que a concorrência com Messi e Cristiano Ronaldo é forte demais. Talvez não haja, ainda, um jogador capaz de concorrer de verdade com esses dois. Isso na teoria, porque na prática quem levou o prêmio de melhor da Europa foi Iniesta, o que talvez tenha sido impulsionado pela Eurocopa.

Como funciona a eleição?

Jornalistas de todas as federações de futebol da Europa votaram nos cinco melhores jogadores da temporada, com pontuação decrescente de 5 pontos para o primeiro colocado até irão votar, ao vivo, durante o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões, no dia 29 de agosto. Os votos serão computados na hora e o eleito leva o prêmio para casa. Nada muito complexo.

Ficou curioso para saber os dez melhores da Europa na lista da Uefa? Além dos três finalistas, estes foram os eleitos:

4 Arjen Robben (HOL) Bayern Munique
5 Robert Lewandowski (POL) – Borussia Dortmund
6 Thomas Müller (ALE) – Bayern Munique
7 Bastian Schweinsteiger (ALE) – Bayern Munique
8 Gareth Bale (GAL) – Tottenham
9 Zlatan Ibrahimović (SUE) – Paris Saint-Germain
10 Robin van Persie (HOL) – Manchester United

Para você, quem deve ser o eleito? Alguns dados dos finalistas:

Franck Ribéry

Bayern Munique
30 anos, francês
52 jogos
13 gols
27 assistências
Títulos: Campeonato Alemão, Copa da Alemanha, Liga dos Campeões

Cristiano Ronaldo

Real Madrid
28 anos, português
64 jogos
59 gols
17 assistências
Títulos: Nenhum

Lionel Messi

Barcelona
26 anos, argentino
54 jogos
64 gols
20 assistências
Título: Campeonato Espanhol

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo