Argentina

Raridade em Santa Fe

Quando sofria gol no Clausura, o Colón empatava ou perdia o jogo. Já quando não sofria gol, a vitória era certa. Isso se repetiu na 13ª rodada, pois o rubro-negro recebeu o San Martín e ganhou por 2 x 0. Como as equipes que ocupavam os três primeiros lugares empataram, o Colón foi bastante beneficiado: voltou a assumir a terceira posição e agora está a três pontos do líder Vélez (24 x 27). Aliás, a rodada teve simplesmente oito empates. Trata-se de um recorde no torneio.

Fuertes foi o autor dos dois gols do Colón. O atacante tem agora 99 gols na divisão principal argentina. Não bastassem os gols, Fuertes ainda ganhou uma bela notícia: foi convocado para o amistoso da Argentina contra o Panamá, marcado para o dia 20 de maio no estádio do próprio Colón. Ele entra na vaga deixada por Caraglio, do Rosario Central. Na rodada passada, durante o clássico contra o Newell’s, Caraglio sofreu uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito. Seu time empatou por 1 x 1.

O Vélez permaneceu na liderança com um empate por 2 x 2 contra o Racing, em casa. A Academia abriu o placar aos 44 minutos do primeiro tempo e fez 2 x 0 aos seis do segundo. Para não deixar de ser o único invicto da competição, o Fortín diminuiu a desvantagem aos 31 e empatou aos 42. Ponce, defensor do Vélez, havia sido expulso três minutos antes do segundo gol de sua equipe. E não foi só por isso que o atleta foi um dos destaques negativos da partida. Ele havia entrado em campo aos 18 da mesma etapa.

Atuando no Monumental de Nuñez contra o River, o Lanús empatou pela primeira vez no Clausura. O confronto terminou 1 x 1 e o Granate chegou aos 25 pontos. Sand marcou o gol do Lanús. O atacante agora tem nove no torneio e novamente é o artilheiro isolado da competição. Hernán López, do Vélez, e Montenegro, do Independiente, ficaram para trás. Em relação ao próximo compromisso do Lanús (diante do Rosario Central, na sexta-feira, em casa), o técnico Luis Zubeldía terá três desfalques em consequência do quinto cartão amarelo: o zagueiro Quintana, o lateral-esquerdo Velázquez e o meio-campo González.

O Huracán, que iniciou a rodada na terceira colocação, empatou por 1 x 1 com o Estudiantes, em La Plata. Nesta partida, o Pincha voltou a sofrer um gol após quatro rodadas. O gol do Globo foi feito pelo meio-campo Bolatti. Devido ao empate contra o Estudiantes e à vitória do Colón diante do San Martín, o Huracán desceu para o quarto lugar, com 23 pontos.

Na rodada que vem, o Colón terá grandes chances de faturar mais três pontos. Afinal, seu adversário será o Tigre, um dos lanternas do Clausura, com 11 pontos – o Gimnasia Jujuy também ocupa o último lugar. O Matador irá jogar em seu estádio, mas não tem se dado bem lá. Em sete rodadas, venceu uma vez, empatou três e perdeu três.

Tucumán com tudo

Às vezes, a segunda divisão imita a primeira. Na 32ª rodada também foi assim, pois a maioria dos jogos terminou empatada e somente um dos quatro primeiros colocados venceu. Seis partidas não tiveram ganhador. Uma delas envolveu o Instituto, que estava na quarta posição e visitou o Olimpo. A equipe de Córdoba abriu o placar na etapa inicial, com um gol do atacante Morales Neumann. No segundo tempo, Schefer entrou em campo aos 12 minutos e empatou aos 16. Agora o Instituto é um dos donos do terceiro lugar, ao lado do rival Belgrano. Cada um tem 54 pontos.

Hoje, os dois disputariam a repescagem contra representantes da elite. Falando em Belgrano, o Celeste deu um vexame incrível: foi derrotado pelo lanterna Platense, fora de casa, por 1 x 0. O gol foi anotado pelo atacante Diz, aos 40 minutos da etapa final. Havia cinco partidas que o Belgrano não perdia no campeonato (quatro vitórias e um empate).

O líder Chacarita, que costuma ser mandante no estádio do Ferro, foi derrotado pelo… Ferro. Desta vez, o Alviverde foi o mandante e ganhou por 2 x 0. Acabou assim uma sequência de seis rodadas sem triunfo do Ferro (dois empates e quatro derrotas). Mesmo com esse resultado, o Funebrero se manteve na liderança, com 61 pontos.

Já o Atlético Tucumán foi o único time dos quatro primeiros que conseguiu uma vitória na rodada. E foi uma parada dura. O Atlético recebeu o Unión e ganhou pela contagem mínima, com um gol de pênalti anotado aos oito minutos do segundo tempo. Castro, meio-campo que deixou o banco aos 39 da etapa inicial, recebeu o cartão vermelho aos 23 do segundo tempo e deixou os donos da casa com dez homens. A equipe de Santa Fe também teve atleta expulso: De la Fuente, outro meio-campo, foi embora aos 28 da etapa final. Este foi o terceiro triunfo consecutivo do Atlético na competição, sem nenhum gol sofrido nestes jogos. Agora somente dois pontos separam o Chacarita do Atlético.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo